7 thoughts on “Ide aclamar a poesia e abraçar o poeta”

  1. Tu não pensas embora julgues que pensas. És um triste traste. Não pude ir porque acabo de chegar de Caldas da Rainha.

  2. «Ó tá calado e cala-te!», então, acabas de chegar das Caldas da Rainha? Quer dizer, não foste tu a escrever sobre o livro porque não pudeste. Pois é, o Valupi que se acautele. Qualquer dia tem de pedir-te autorização para escrever no Aspirina! Já faltou mais… «Tu não pensas embora julgues que pensas. És um triste traste». Linda, pá, essa tua prosa! «Ó lapão», outra beleza do teu «discurso». Tenho a certeza que se escrevesses um poema útilizando só este teu género de frases tinhas o maior sucesso da tua vida. Aposto que serviria logo para outro mestrado…

  3. Tens razão mas não esqueças que «aí» também há editoras que lançam livros e belas livrarias como a Lello. Neste caso a Editora é daqui…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.