Governo só há um

Pedro Correia, alguém que participa em dois blogues colectivos (pelo menos), descreveu o Aspirina B como o mais fervoroso blogue pró-governamental. Contudo, não o nomeou, nem sequer ao autor de quem aproveitou um texto para escrever o seu. Foi uma deselegância nascida do acinte, claro, a qual atinge os meus actuais colegas, José do Carmo Francisco e Confúcio Costa, subitamente transformados em apoiantes de quem nunca apoiaram (e que até, provavelmente, repudiam).

Pedro Correia sabe o que é um blogue colectivo, e seria o primeiro a defender a independência de todos os autores com quem partilha os blogues, aposto, mas esse respeito mínimo por terceiros em condições iguais não está reservado para os inimigos. Se lhe cheira a Sócrates, vê assessores, anónimos, bando. É ele que define quem são os livres e os inteligentes – por coincidência os seus amigos e preferidos, ui, ui.

Acontece que o homem está certo, desde que seja mais zeloso na atribuição. Eu sou pró-governamental, com um fervor que transcende a cor política. Caso os Verdes façam uma coligação eleitoral com o que ainda restar do MIRN, e ganhem, continuarei a minha gloriosa campanha a favor do Governo. A ideia de ser contra um Governo democraticamente eleito, e que respeite o Estado de direito, é um luxo que não posso pagar. A minha segurança, bem-estar e realização cívica estão dependentes da governação, o bacanal anarquista pode esperar mais uns séculos.

Resta só acrescentar que ser pró-governamental implica ser pró-oposição; isto é, também desejar a melhor oposição possível. Um Governo com uma oposição que se limite ao boicote, que não seja alternativa, que calunie de forma maníaca, terá uma governação necessariamente inferior visto as condições políticas serem disfuncionais. Já o inverso não acontece, pois quando a oposição é superior ao Governo o resultado é benéfico: os opositores ganham as eleições seguintes e substituem quem não deu conta do recado.

Isto é simples, Pedro. Talvez seja é demasiado simples para ti.

15 thoughts on “Governo só há um”

  1. Eu acho que o Valupi sobre este Governo só diz asneiras, mas é mais honesto fazê-lo aqui, num blogue, sítio dedicado à opinião, do que nas páginas de artigos noticioso onde durante anos a fio Pedro Correia derramou o seu fel contra a esquerda – nunca cuidando separar opinião de factos.

  2. Eu não consigo ser pró-este-governo, lamento. Também não consigo ser pró-esta-oposição, lamento. Se eu visse um resquício de inteligência, capacidade, “descompadrio”, honestidade em prol de causas supra-individuais seria a primeira e mais feroz pró-qualquer-coisa. Neste estado de coisas sou, no geral e genérico, contra a maneira política de fazer política em Portugal.

  3. E eu não entendo qual o problema de qualquer cidadão ser pró governo. Lá porque uns são contra, outros podem ser a favor. Qual é o mal???

    Não foi exactamente essa uma das conquistas de Abril, a liberdade de expressão e de opinião? Se não estiver enganada, quem contraria estes princípios, contraria a democracia (que tanto jeitinho lhe faz). Ou os que contrariam estes princípios apostam numa democracia só para eles e para os amigos que pensam como eles?

    Apetece-me ainda dizer que se há alguém que tenha condições para fazer melhor que Sócrates, que se apresente. Porque esperam ?

  4. nm, dá lá um exemplo de uma asneira acerca deste Governo que eu tenha dito. Não é que não possas ter razão, nem sequer surpreendente tal seria, apenas estou curioso a respeito dos teus critérios.
    __

    Blondewithaphd, nesse caso, já somos dois, pois eu também sou contra a maneira de fazer política em Portugal. Não creio é que o alvo da fúria deva ser o Governo, mas sim a oposição. As pessoas do Governo estão numa posição de extrema dificuldade, pois é suposto servirem o melhor possível o Estado e à sua volta acusam-nas constantemente de serem incompetentes e corruptas. Isto é demencial.
    ___

    Carmen, muito bem.

  5. Absolutamente de acordo,amiga Carmen!
    Venho até convidá-la para um grande movimento destinado a garantir que Sócrates manterá o lugar de primeiro-ministro durante os próximos quarenta e quatro anos. Contamos consigo!
    P’la Comissão Organizadora :
    Armando Vara,Ricardo Rodrigues,Paulo Penedos,Rui Pedro Soares,José Penedos,Dias Loureiro,João Rendeiro,Jorge Coelho(e toda a malta da Mota Engil e da Liscont),Luis Figo,Joaquim Raposo,Pina Moura e outros a divulgar.

  6. Tem razão o Valupi e a Carmen. Quem, contra ventos e marés tem remado com denodo e tentar levar o barco a bom porto, não merece ser apeado. Quem, em Portugal, neste momento, tem possibilidade de fazer melhor? Que se unam os patetas alegres do PSD com os ressabiados do Bloco, mais os bafientos do CDS e os carreiristas do PCP e façam a tal coligação redentora. Vamos de novo a eleições. Se é isso que querem, partamos, pois, para a luta. Nem que para tanto o barco vá ao fundo. O povo está farto de palhaçadas e não é mais um “engraçado” como um tal “Eças de Queirós” que quer pôr epítetos falhados e gastos. Como costuma dizer o Valupi: não bebas mais zurrapa.Pode dar-te cabo dos neurórios… e nós não nos podemos rir mais…

  7. Camarada Carmen
    Sobra-lhe em ignorância o que lhe falta em paciência, pelo que percebo.
    O actual governo tem apadrinhado negociatas incríveis (basta ler o contrato dos contentors, mas veja também o das auto-estradas com a Soares da Costa), nomeado os mais idiotas dos boys (já não haverá mesmo melhor que o cretino do R P Soares? já nem falo do Vara!), além de nos ter enganado sobre a real situação do país(ou a ter desconhecido, nem sei o que é pior…), só para ganhar eleições. “Não aumentarei os impostos”, read my lips e os jornais de hoje.
    Sou militante do PS, mas não ando a comer do Orçamento nem sou burro e não vejo terceiro motivo para apoiar Sócrates.
    AAlves

  8. Artur Alves,

    Em primeiro lugar esclarecer que Não sou militante de NADA!

    Em segundo lugar creio que devia pensar seriamente em militar no PP. A matéria que aborda e a forma como o faz dará jeito ao Paulo Portas, portanto, pense nisso seriamente, ou então aprenda a argumentar. Sócrates tem matérias sujeitas a criticas, mas não são essas. Tenha paciência. Faça um esforço…

  9. .
    Cara Carmen:
    Sócrates tem matérias sujeitas a críticas?! Veja lá se perde o tacho…
    As recentes medidas, apadrinhadas por Passos Coelho, provam, sem necessidade de quaisquer palavras, quem tem razão.
    Não é militante de nada ? É, do oportunismo e das benesses govarnamentais – tenho a certeza que você não cria riqueza, não emprega ninguém e recebe certamente do Orçamento, dos nossos impostos.

  10. São tantos os que mamam o Estado sem criar riqueza… E a estes, nem uma taxinha de 1%. São os abrilados de 74, os que voltaram, para mamarem os que ficaram cá a dar o coiro.

  11. Ó Artur Alves,

    Você para atingir o lugar de bruxo, tem de treinar mais. Percebeu?!
    Não volte a cometer a figura triste de falar daquilo que não sabe nem conhece, nem consegue entender na subtileza da palavras.

    Veja se combate a essa ignorância que lhe sufoca os bons pensamentos, partindo do principio que os consegue ter, claro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.