Génio de Carvalhal

A última coisa que o Sporting pretende é que o Benfica deixa escapar o título. A visão de um cenário onde até o Braga ganha campeonatos é pesadelo que não deixa dormir ninguém em Alvalade, sonâmbulos incluídos. Carvalhal, um génio capaz de alterar o futuro a partir do passado, tratou logo de garantir a Bettencourt que sabia bem o que fazer. Para começar, excluir Vuk dos convocados. O seu agente tinha declarado há uns dias que mais valia mandarem o rapaz embora se não o queriam a jogar, pelo que as dúvidas terão desaparecido. Este foi o 1º sinal de que a equipa estava disposta a aceitar qualquer sacrifício para ajudar os lampiões, até a perder o seu jogador mais criativo. O 2º sinal veio com um toque de génio só ao alcance do génio de Carvalhal, isso de meter no meio-campo dois médios defensivos e um defesa. Esta fórmula destina-se a criar uma barreira intransponível para o ataque leonino. E resulta sempre.

8 thoughts on “Génio de Carvalhal”

  1. Izmailov foi excluído pelo árbitro e Vuk pelo treinador: não mudou nada – PB tinha delírios e alucinações, CC tem alucinações e delírios. Quando os melhores ficam de fora não há hipóteses. ESte SLB até parece o Barcelona do ano passado que foi campeão graças ao árbitro nórdico que afastou o Chelsea da final. EStá tudo montado. É «a pedido de diversas famílias» – União de Leiria e Setúbal que o digam além do Guimarães.

  2. É por estas e por outras que eu, apaixonado pelo futebol e benfiquista desde sempre, agora só vejo os jogos que a TV dá e recuso ouvir: dirigentes, treinadores, jogadores, comentadores, e adeptos fanáticos, que no fundo só nos tiram o prazer do espectáculo futebolístico

  3. Dia grande, futebolisticamente falando, o Desportivo de Chaves na final da taça e o Benfica quase campeão.

    Muito Boooom…

  4. Afinal, parece que o que disse aquele grande craque do futebol mundial, pretendido pelas melhores equipas europeias e que dá pelo nome de João Moutinho estava certo, e que o relvado da Luz estava mesmo inclinado. Logo na manhã seguinte ao jogo e a pedido do Benfica, vários Engºs. do L.N.E.C. deslocaram-se à Luz e constataram que na segunda parte do desafio, o relvado se foi inclinando progressivamente para o lado da baliza do Sporting, atingindo no fim do Encontro uma inclinação de 26°. Após o nivelamento do dito cujo relvado e para evitar futuras confusões, a direcção Benfiquista procedeu à aquisição de grande quantidade de níveis, de bolha de água e de laser, para serem distribuídos às equipas adversárias para que, antes do início do encontro e da 2ª. parte do mesmo, procedam à verificação da perfeita horizontalidade do relvado. Serão distribuídos também, junto com os níveis, pentes de metro e meio, a fim das equipas visitantes poderem pentear a relva no sentido que mais acharem conveniente.
    Se o jovem Moutinho fosse à merda com a conversa dele…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.