8 thoughts on “Festival de ranho”

  1. se o Paulo Tunhas é o mesmo que eu conheço, académico, deveria chamar-se Unhas (de preferência aparadinhas e ser verdete. ou Dentes (a serem lavadinhos e sem manchas).:-)

    (ranheta também eu continuar sem receber comentários)

  2. Bolas já parece o «Expresso» com aquele inenarrável «Angolanos compram Sporting». Não é nomeia é o Diário da República publica; as nomeações são muito antigas. Safa!

  3. “Não vale tudo. Há limites de ética e de decência na política. Como cidadão fiquei boquiaberto. Perturbado” Bagão Felix.

    Eu também estou perturbado e a minha vontade é chamar-lhe um nome, mas por mais que pense não consigo lembrar-me de nenhum, todos os que conheço são suaves demais para aplicar a esta besta.

    Não conheço todos os membros do conselho de estado, mas conheço alguns que me entram casa dentro sem que lhes tenha dado autorização para tal (eu sei, é só mudar de canal), mas não seria melhor o presidente ir de vez com armas e bagagens para SIC e assentar por lá arraial ?

    Membros do conselho de estado designados pelo presidente de alguns Portugueses.
    – Marcelo Rebelo de Sousa
    – Bagão Fénix
    – Pinto Balsemão

  4. Para estreia como Conselheiro de Estado Bagão Félix não esteve mal.Com aquele ar de sacristão devia saber que aos padres é vedado divulgar o que ouvem em confissão.Mas já tem defensores da honra (dele) em Capucho.A crise dá para tudo.A mim lembra-me aquela perspicaz rima do Alexandre O’Neill:
    E se fôssemos rir
    Rir de tudo e tanto
    Que à força de rir
    O riso se tornasse pranto?

  5. Manda vir dois.

    António Capucho diz que Bagão Félix “está a falar a verdade” quando disse que Sócrates mentiu.

  6. Anda tudo à trolha!

    Alguns conselheiros de estado (!!!) que deveriam ser gente de educação e sobriedade, mais parecem desbragados mafiosos com assento numa qualquer tasca rasca onde o dono o que pretende é servir o vinho martelado que tem nos pipos.

    O nóvel Bagão, ao jeito de qualquer empregada doméstica de baixa qualidade, atira-se a outro conselheiro chamando-lhe mentiroso. O Carlos, motorista de serviço vem dizer que não senhor, o PM falou verdade, de imediato salta o capuchinho que nem sequer é vermelho e entra na história para dizer que o lobo mau tem razão e que deve papar a avózinha.

    No meio deste impúdico bacanal interpretativo começa a perceber-se a razão de substituirem o honesto Anacoreta.

    Vala-nos S. Cricalho, pois isto não lembra ao tal sujeito para onde toda esta corja deveria ser enviada em pacote lacrado revestido a chumbo.

  7. Novela “A verdade da mentira”

    B.Felix diz que “Sócrates mentiu”, Almeida Santos diz que que Bagão Felix “fez uma declaração desagradável!” e que Sócrates falou a Verdade, Carlos César diz que socrates não mentiu e A. Capucho diz que Bagão Felix “fala a Verdade quando diz que Sócrates mentiu.”

    Próximos episódios: Presidente diz que está a ser alvo de escutas e afirma que falou verdade quando mentiu ao afirmar que Bagão Felix não mentiu quando disse que Sócrates não falou a verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.