3 thoughts on “Fascinante”

  1. paixão morna , faz sorrir só. escaldante , escaldante e fascinante era o romance entre Vitorino Nemésio e
    Margarida Victória , que escreveu ” Amores da Cadela «pura» “. Que homem deveria ser Vitorino pra encantar uma mulher destas :)

  2. fascinante mesmo isto da possibilidade por dentro da improbabilidade. :-)

    fico mesmo feliz por saber Pessoa a sentir com a cabeça poemando. mas o que eu queria mesmo era saber-lhe da carne com coração. e depois a prosa disso.

  3. Ó Valupi, já viste o CM de hoje sobre a obra filosófico-criminal do José Sócrates?
    (dica para o José Neves e outros desmiolados… já compraste?, e não deverias postar?)

    [Prendas de Natal, os engraçadistas!]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.