8 thoughts on “Exactissimamente”

  1. O SNS, uma das mais importantes conquistas de Abril, neste tempo de aperto está a provar – como se precisasse de fazê-lo – duas coisas:

    1. Tem dos melhores e mais competentes profissionais que existem na área da saúde (médicos e enfermeiros).

    2. Que se não fosse ele (SNS), apesar de todas as maleitas que lhe reconhecemos, já estaríamos a falar de números bem maiores de mortes vítimas da pandemia.

    3. Cheira a crime o desprezo, a nenhuma atenção a que tem sido votado pela generalidade dos governos.

    Espero que, passados estes tempos de gravidade e excepcionalidade, os portugueses olhem para o SNS com desvelo e orgulho e o governo PS não desista, pelo contrário, aumente o investimento e o apoio que lhe tem dado e olhe para os seus profissionais com mais atençãol e mais respeito.

    Sou um simples cidadão, utente do SNS (já me salvou), grato e orgulhoso.

  2. Também sou um simples cidadão, NÃO UTENTE, mas CONTRIBUINTE do SNS !

    PAGO PARA A ADSE, 1.200,00 EUROS POR ANO, DESCONTO 14 MESES PORQUE SOU REFORMADO, OS NO ACTIVO SÓ DESCONTAM 12 MESES, E NÃO SÃO DEDUTÍVEIS PARA EFEITOS DE IRS – CORTESIA DE JOSÉ SÓCRATES E DE TEIXEIRA DOS SANTOS, QUE DECRETARAM QUE OS DESCONTOS DEIXARAM DE SER OBRIGATÓRIOS, LOGO NÃO SÃO DEDUTÍVEIS !!! COMO SE OS DESCONTOS NÃO SAÍSSEM DOS RENDIMENTOS DAS PESSOAS !
    A par disso, claro, pago cerca de 7.000,00 euros por ano de IRS, de que uma grande parte vai para alimentar o IRS, posto que, como é sabido, ninguém desconta directamente para o SNS .

    CONCLUSÃO : COMO NÃO HÁ ALMOÇOS GRÁTIS, ALGUÉM TEM QUE PAGAR !
    PAGUEI EU : 1.750,00 EUROS POR UMA OPERAÇÃO NUM HOSPITAL PRIVADO, O RESTO PAGOU A ADSE . O RESTO DA HISTÓRIA, É QUE A MINHA CUNHADA, UMA INVEJOSA DO TAMANHO DO BRASIL, PAGOU 0.33 CÊNTIMOS POR UMA CONSULTA NUM HOSPITAL PRIVADO E FEZ LÁ A OPERAÇÃO NUM PRIVADO COM UM CHEQUE DO SNS, QUE O SOBRINHO, MÉDICO, LHE ARRANJOU, CORTESIA DO COSTA . O CUSTO DA OPERAÇÃO ERA DE 10,000,00 EUROS, E ELA NADA PAGOU, APENAS OS 33 CENTS DA CONSULTA NO PRIVADO . E A OPERAÇÃO NEM ERA URGENTE .
    RESTA DIZER QUE ELA NADA PAGA TAMBÉM DE IRS, EM FACE DO ORDENADO QUE AUFERE . LOGO, NEM SEQUER PAGA IMPOSTOS, E COMO O SNR. QUE ME ANTECEDEU, TAMBÉM ELA DIRÁ : GRANDE SISTEMA !
    EU É QUE NÃO LHE ACHO GRAÇA NENHUMA, PORQUE A INVEJOSA PASSA A VIDA A DIZER QUE OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, POR TEREM A ADSE ( PARA A QUAL DESCONTAM FORTE E FEIO ) SÃO UNS PRIVILIGIADOS, QUE TÊM TUDO DE BORLA !!!
    ATÉ JÁ HOUVÍ UM IDIOTA DIZER QUE OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS TÊM TUDO DE BORLA, FOGÕES, FRIGORÍFICOS, TELEVISÕES, TUDO DE BORLA !!!
    ENFIM …

  3. Muito mal andaríamos nós se o SNS não conseguisse dar resposta a esta fase inicial da pandemia.
    O SNS funciona, em geral, como funcionam todos os serviços públicos num pais como parcos recursos como o nosso, é o que é, não importa agora fazer política.
    Apesar de tudo quanto se diz acerca do sistema de saúde nos EUA, eles não são propriamente anormais, trata-se do 2º país com o maior número de camas de UCI (portanto, com ventiladores) por 100k habitantes. Curiosamente, o primeiro é a Turquia, quem diria? Só depois temos a Alemanha. Isto, sim, é um dado importante. Em Portugal temos 8x menos camas UCI do que os EUA. Este dado por si só coloca o nosso SNS em grande desvantagem, mas não é a única variável e o futuro é incerto, veremos…

  4. Concordo plenamente com a Fernanda Câncio.
    Este assunto não é nacional, é mesmo mundial.
    Mas, já que não temos instituições mundiais, para além da OMS, que nos possam acudir nesta luta, ao menos façamos bom uso do que já construímos na União Europeia e não regridamos, estupidamente apavorados, para os estafados nacionalismos, que se tornaram pura e simplesmente inviáveis no interligado Mundo actual da globalização (que tanto jeito deu ao capitalismo…).

  5. Ò passarinho de Lisboa, se queres pagar, paga tu . Como és lisboeta, já és beneficiário do parasitismo centralista, portanto, o sistema soa-te a música celestial .
    Queres ser filantropo e generoso, é opção tua . Os “ pobrezinhos do SNS “ agradecem :)
    os pobrezinhos utentes do SNS exibem muitos deles celulares de topo de gama, nada lhes falta em casa em termos de electrodomésticos, tv led em quase toda as divisões, e muitos deles, possuem carro para o pai, para a mãe, e para os filhos . A declaração de rendimentos é uma treta que permite contornar o controle, em especial no caso de profissionais liberais, que aldrabam à grande e à francesa, e de muitíssimos trabalhadores do privado, que como é geralmente sabido, recebem uma parte do vencimento não declarada .

    Agora, quem quizer optar e descontar para um seguro privado, ou para a ADSE, SAMS, etc., não acho justo que o obriguem a suportar, cumulativamente, o SNS, que como se sabe, é suportado com o dinheiro dos impostos . Isso é descontar em duplicado. Impostos de quem paga, porque quem não paga impostos tem serviço universal e gratuito .
    Eu, por exemplo, nunca pus o pé num centro da segurança social . Nem sei quem é o meu médico de família.
    Quando preciso, vou a privados, e pago da minha carteira . E nem apresento a despesa à bosta da ADSE, que tem receitas monetárias que davam para encher Fort Knox, mas não possui centros de atendimento ou similares, dissimilados – a excepção, claro, é o caso da “ capital “ – demora imenso tempo a pagar – quando não dá extravio aos papéis – e pratica uma burocracia do tempo da Maria Cachucha .
    O SNS insere-se na filosofia parasitária do “andar a foder com a p … dos outros” e do “fazer filhos com a carteira dos outros”, cujo maior paradigma, é o caso dos ciganos .

  6. ÒÒÒ Vicente!
    Tás demente ?

    Pagas para o SNS e pagas para um Seguro privado? De que te queixas òòò ricaço ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.