3 thoughts on “Exactissimamente”

  1. Em muitos lugares já lá vai o tempo em que o interesse nacional era defendido pelo poder legislativo e executivo democraticamente eleito. E senão nos pomos a pau… A São José Almeida ainda não se deu conta que em Portugal também já abriu a caça ao ministro. São os ventos da mudança que chegam outra vez de todos os lados. Agora protagonizados por uma corporação que – depois de décadas de Democracia – nunca conseguiu sair dos relatórios da AI. Uma autêntica vergonha a forma como vários sindicatos da PSP têm a desfaçatez de começando por desafiar a sua própria tutela acabam a atentar contra a própria Democracia! Mas num país em que também já se prende para investigar talvez seja bom que nos começamos a habituar. Ou talvez não! Depende de cada um!

    Como é que é possível que um sindicato da PSP poste numa das suas páginas oficiais uma fotografia com três meliantes acabadinhos de apanhar como se um troféu de caça qualquer se tratasse? Em pleno sec. XXI? Já devidamente humilhados com algemas e de joelhos para não fugirem. Com a legenda: “Aqui estão os campeões, obrigaram os polícias depois de um excelente trabalho, a fazerem horas extra para a recaptura.” Ainda por cima quando só por manifesta incompetência os tinham deixado fugir do do próprio tribunal. Senão estivessem em causa os valores mais altos da Democracia, só dava para rir com tanto ressabiamento. Como senão bastasse eis que chega outro sindicato da PSP com uma montagem fotográfica – porque infelizmente a fraude já é um lugar comum no seio das nossas autoridades – a tentar pôr em causa a censura certeira por parte do ministro?!

    Sem me alongar mais, o que eu espero do Eduardo Cabrita é muita firmeza. Muito mais que do ex da Defesa. Processo sumário nestes acéfalos que ousam desafiar tudo o que há de mais sagrado na Democracia e rua com as bestas. Arranjam de certeza lugar numa qualquer milícia do Bolsonaro ou do Duterte. Muito longe de Portugal!

  2. “Aqui estão os campeões, obrigaram os polícias depois de um excelente trabalho, a fazerem horas extra para a recaptura.”

    eheheheh… o excelente trabalho foi da namorada que fanou as chaves ao bófia e depois chibou-se. vamos lá ver se no próximo capítulo a moça não desaparece com o produto do gamanço, avaliado em 1/2 milhão e dos quais só 40 mil aparentemente recuperados na recaptura.

  3. P
    Faltou dizer que depois da justa repreensão do ministro as abéculas ainda postaram as fotos de vítimas (!!!!!) no dito site. Com que direito ??? absolutamente inacreditável. Fazem isto porque sabem que as vítimas são frágeis e jamais lhes pedirão responsabilidades. Mais uma razão para serem por eles protegidas e não expostas daquela maneira torpe.
    Só pensam neles, os heróis de farda !
    Um chuto no cú e plantar cebolas que para esta função deviam estar mais que chumbados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.