One thought on “Exactissimamente”

  1. Epá, Val, não consigo conter a pulsão irreprimível de espetar tudo isto que se está a passar nas trombas de toda a gente que votou nestes animais. Sabendo que isto atenta contra o meu país, foda-se, confesso que até acho mesmo muita bem que estes gajo façam isto e bem pior. Puta que os pariu a todos. Agora só me falta é ver os Medinas, Duques, Crespos, Camilos e demais merdum que andava aí com a tesão da Troika a chiar que nem éguas. Ontem, ter-te-ia dito “puta que nos pariu por ser tão estúpidos” mas hoje tive uma espécie de mini-epifania. Ao andar no trânsito, ao ver a forma como estes animais, a quem chamamos concidadãos, conduzem e se comportam em algo tão simples como um acesso a uma via rápida – que se lixem raias e filas e traços contínuos e os outros papalvos – apercebi-me que não. Nem vale a pena. Temos aquilo que, como povo, merecemos. Entre sujelas, estúpidos e absentistas, entre egoístas, cripto-fachos e imbecis, entre absentistas, comunas e desgraçaditos, não merecemos melhor do que isto. Por isso, Val, puta que os pariu a todos que eu – em tudo o que puder – vou dar uma de Thoreau. E de granda sacana gozão e revanchista para com toda a corja (incluindo amigos e visitas de casa) que lhes abriu a tampa do pote.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.