Exactissimamente

O partido aparentemente liberal (PSD) e o partido autoproclamado dos contribuintes (CDS) juntaram vozes e argumentos para gritar aos quatro ventos que o PS, se fosse governo, regressaria às políticas “que conduziram o pais à ruína”. Sim, o mesmo Passos Coelho, que chumbou o PEC 4 e derrubou o governo socialista porque não podia aceitar uma subida parcelar do IVA, e que depois subiu esse e todos os outros impostos de forma que o próprio Vítor Gaspar classificou de “enorme”, está agora escandalizado com a ideia de que o PS queira descer alguns dos impostos que ele aumentou, fazendo tábua rasa das suas promessas eleitorais. E Paulo Portas, que queria que as “gorduras do Estado” deixassem de chular a riqueza criada fora dele, e tantas vezes contra ele, que se demitiu às tantas porque viu, e bem, na nomeação de Maria Luís Albuquerque a continuação de uma política rigorosamente oposta, e que há quatro anos assim assiste resignado ao aumento constante da despesa pública, sustentado por um aumento corresponde da carga fiscal, agora “teme” novo resgate, se se inverter a política que, para compensar a falta de coragem na realização das tão faladas “reformas”, gerou 300.000 desempregados, 250.000 novos emigrantes, inúmeras falências de empresas e uma perda de 12% da riqueza do país nestes quatro fatídicos anos para a economia portuguesa.


[...] Aqui, desgraçadamente, temos o pior de dois mundos: são liberais para privatizar ao desbarato empresas públicas, gerando monopólios privados em sectores essenciais da economia, ou para, em nome da “competitividade”, reduzirem salários a um nível indigno (mais 5% de trabalhadores a ganharem menos de 310 euros do ano passado para este ano). Mas praticam o pior do socialismo a gastar dinheiros públicos e a aumentar a dívida do Estado, a entregarem-se à voragem fiscal sem freio ou a nomear amigos e correligionários para lugares públicos, muitos dos quais deveriam ter extinto se tivessem ou memória ou pudor.


Miguel Sousa Tavares

76 thoughts on “Exactissimamente”

  1. oh parolu’s, toma nota:

    .1 – o passólas não é o camarão
    .2 – no reino unido os melões pagam-se em libras
    .3 – quem apregoou austeridade foi o milibandas
    .4 – economia e emprego, lá cresce, cá desce

  2. Ó Campus, que tem a ver o governo inglês patriótico até dizer “chega”, com estes vendilhões, os quais, se ninguém os travar, até o Mosteiro da Batalha acabarão por vender? Para diminuir a dívida? Mas se ela aumentou como nunca!!! Vai à merda, Campus, e aduba-te.

  3. bejam, bejam, o sentido de democracia da comuna ressabiada xuxa aí de cima! Ó campus, pá, num concordas com a gaja, olha, és uma suppressive person, tas a bere? oube, a gaja já é adubo itself, mas foge da realidade, tás bere? debe estare triste cum a bida do santos silba na péjóta. oqueie.

  4. Ahahah

    Ignorantz, então foi o xuxalista miliband quem andava a apregoar a austeridade.

    Diz-se qualquer coisa hoje em dia para ver se pega, e o ground zero da inteligencia.

  5. Caros comentadores e comentadoras, não era a vós que queria ouvir, se bem que me delicio com os vossos comentários. Só estava a pedir aos taumaturgos um pequeno texto sobre as eleições na Gra-Bretanha. Isto é se acharem minimamente que tenha alguma importância, se calhar não tem, pelo menos é o que pensa a nossa imprensa que gastou os caracteres todos para assinalar o fim da austeridade após a vitória do syriza na Grécia.

  6. A liberdade de expressão é um pilar da democracia, mas isso implica, obriga, a que se dê voz à linguagem rasca, ao comentário reles?

  7. O ignorantz, se tu ao menos soubesses ler inglês, ainda podia ser que compreendesses o que está escrito nos links, e verias que nenhum apoia essa tua ideia extraordinária que o labour era pro austeridade, mas enfim. Em caso de dúvida, aqui vai a opinião do próprio sobre o assunto.

    http://www.labourhame.com/miliband-only-labour-will-end-tory-austerity/

    Ainda continuando nas eleições inglesas, eis, como sempre, a escumalha socialista em acção, a democracia só é boa quando se vota no partido da cor certa.

    http://www.dailymail.co.uk/news/article-3074951/Socialist-siege-Downing-Street-Hard-left-activists-clash-police-following-David-Cameron-s-triumphant-return-Number-10.html

  8. Ó Básico e Campus, um governo que, por exemplo, aumenta a carga fiscal em 4% do PIB, para o valor mais elevado da sua história, 5% acima da média da OCDE, aumenta a dívida pública em 30% do PIB e entrega o coração da sua economia à influência do Partido Comunista Chinês o que é que tem de conservador? Se estes são os resultados de governar à direita que venham os da esquerda.

  9. IGNORANTEZES, bimba é a figura que fazes de cada vez que largas poia e olha que eu falo latu sensu. Nota, eu não aprendo línguas em tapetes de porta, tás a bere? ganda maluka, pá. oqueie. Bimbo.

  10. Amigo Galucho, já falamos sobre isto muitas vezes.

    O 44 entregou a quem viesse a seguir um carro que seguia a 250kmh em direcção a uma parede.
    Os tipos que agarraram o volante desasseleraram a coisa para 90 km/h, mas ainda não pararam o carro. A parede ainda lá esta, pode ser que de para safar o estouro, dependendo do resultado das próximas eleicoes. Se entrar o Chamucas e a trupe do 44 podemos dar por garantido o fim de Portugal na ue e do sonho europeu. Basta ver o que está a acontecer na grecia para perceber o valor da alternativa e o que estará em jogo nas próximas eleicoes.

  11. Não é nada disso, Básico. Estávamos em situação muito semelhante, por exemplo, aos espanhóis. Tivemos um Presidente da Republica e um oposição irresponsáveis que fomentaram a divisão quando a união era preciosa e necessária. Resultado. Os nossos vizinhos controlaram os efeitos da borrasca com maior controlo de danos e sacrifícios, preservaram a dignidade nacional, têm o tecido económico e financeiro muito mais robusto e estão a disparar a crescer com muito mais vigor. A gula de Marcos Antónios Costas, Portas e seus fantoches espatifou tudo.

  12. E o fim do sonho europeu e das suas fantasias higiénico-burocráticas anti-democráticas foi, espero bem, o que venceu no Reino Unido.

  13. o reino unido tem moeda própria, a city e ainda saca umas ajudas de bruxelas, assim qualquer medina carreira sai duma crise.

  14. Caro amigo Galucho, a afirmação seguinte é uma clara mentira.

    “Estávamos em situação muito semelhante, por exemplo, aos espanhóis”

    Em 2010, para não andar mais para trás, Espanha tinha um rácio de dívida sobre o PIB de 61.7%, Portugal já ia em 94%. Em 2011 os mesmos rácios eram de 70.5% e 108.2%.
    Com rácios desta ordem era evidente que Portugal precisava imediatamente de um resgate, ao passo que Espanha podia continuar a gerir a crise de outra forma. Importa também lembrar que Portugal também já não tinha acesso aos mercados de capitais há muito tempo. O que aconteceu era inadiável e só foi pena ter tardado tanto a afastar o maníaco 44. Tal custou muitos muitos milhões de euros a Portugal que ainda ninguém fez ou pediu contas.
    Por último, isso de vender o país ou não, é conversa de mau pagador. A dívida são impostos diferidos, ou, na impossibilidade de a pagar, venda de activos. Se esta contra as vendas de activos portugueses, ou faz uma vaquinha com o louca para não deixarem os estrangeiros comprar – podem começar por comprar a tap e a rtp – ou então aceita o que está a acontecer como uma fatalidade da má gestão socialista dos últimos anos.

  15. O que venceu no Reino Unido foi uma gestão razoável da crise e a desconfiança do eleitorado quanto a promessas de facilitismo, e um claro não a habitual irresponsabilidade socialista. Não é à toa que o Reino Unido e o Reino Unido, e Portugal um país atrasado do cu da Europa, que foi a falência 3 vezes em 30 anos. Se tem dúvidas leia o manifesto eleitoral dos tories.

  16. O ignorantz, ser burro com essa consistência não deve ser fácil pá.

    “o reino unido tem moeda própria, a city e ainda saca umas ajudas de bruxelas, assim qualquer medina carreira sai duma crise.”

    1 – a libra valorizou com a crise
    2 – a city só deu prejuízo durante a crise
    3 – o Reino Unido paga mais para a ue do que recebe, e um contribuidor líquido para o orçamento europeu.

  17. 1 – a libra valorizou com a crise

    câmbio libra/euro, jan 2007= 1,5058 / jan 2009 = 1,0848, em 2 anos desvalorizou 30%, depois sempre a subir
    http://www.oanda.com/lang/pt/currency/historical-rates/

    2 – a city só deu prejuízo durante a crise
    footsie, 08abr2007=6.356 / 08abr2009= 3.458, perdas 46%, depois sempres a subir
    http://www.bolsapt.com/resumo/^FTSE/10-anos/

    3 – o Reino Unido paga mais para a ue do que recebe, e um contribuidor líquido para o orçamento europeu.
    antes eram pobrezinhos, pagavam pouco e eram reembolsados em 2/3 do valor, agora com as novas regras, os pobrezinhos passaram a ser os alemães e a contribuição inglesa aumentou, mas os gajos dizem que não pagam ou só pagam em prestações, ninguém sabe ao certo como é.

  18. Tendo observado muitos factos erróneos e comentários sem pés nem cabeça , relativamente às eleições no Reino Unido, aqui vão os (verdadeiros) resultados, acompanhados de um comentário realista.

    Inclui-se variação, relativa ao acto eleitoral de 2011 e resultados dos principais partidos.

    Esquerda: 40,6% (+7,1%).
    Trabalhistas 30,5% (+0,9%), Independistas Escócia 4.8% (+3,1%), Verdes 3,8% (+2.9%)

    Direita: 50,4% (+7,8%)
    Conservadores 30,8% (+0,2%), Partido para a Independência do RU (UKIP) 12,6% (+7,6%)

    Centro: 8,0% (-15,5%)
    Partido Liberal Democrata 7,8% (-15,6%)

    Como se pode ver, o centro é o principal derrotado; não apenas porque os liberais democratas foram arrasados, mas porque os dois partidos do arco do poder britânico não capitalizaram com a erosão do centro, nem tão pouco reconquistaram os votos que os liberais democratas lhes haviam subtraido.

    Por outro lado, os partidos localizados nos extremos do espectro eleitoral tiveram progressão significativa, A vitória conservadora deveu-se mais a um artefacto do sistema eleitoral britânico, do que a um desemprenho eleitoral excepcional. Apesar de a direita ter obtido 50% dos votos, o partido populista de extrema-direita, UKIP — a quem se deve a subida da direita — quase não consegue eleger deputados, por via do sistema eleitoral. Este facto — e a falta de progressão significativa do Labour — acaba por oferecer a maioria absoluta a David Cameron.

  19. Tu de facto és duma burrice sem paralelo, e aprendeste com o mestre 44 pequenos truques de ilusão para tentar enganar os néscios.

    1 – Entre dezembro de 2008 – que é a data de referência que interessa – e agora, a libra foi de 1.10 para 1.35, uma super valorização, mostrando que não foi por ter moeda própria que lhes permitisse uma desvalorização competitiva, como propõe os burros da tua escola, que o Reino Unido cresceu e saiu da crise

    2 – a valorização de índices bolsistas nada tem a ver com lucros dos bancos na citi.

    3 – a única pessoa que não sabe ao certo como é és tu, pq és limitado intelectualmente, mas quanto a isso não há nada a fazer. Se tens dúvidas vez o último pagamento que fizeram, em finais do ano passado.

    Aconselhava-te a concentrares os teus esforços a tentar sacar umas sopeiras ali no Martim Moniz, ou a discutires política com os reformados do lar de nossa senhora da piedade, porque aqui estas um bocadinho fora da tua liga é muito para além das tuas capacidades.

  20. já tinha percebido que a tua técnica é igual à do superalexcolatudo, o intervalo temporal da análise é em função dos números que mais convêm e caso não encaixem vai a martelo ou negam-se os factos, neste caso a crise. houve desvalorização da libra, a city ajudou à festa e o governo inglês é especialista em criar embróglios para protelar pagamentos. por cá o euro valorizou-se, a bolsa foi ao fundo para as empresas serem vendidas por tuta e 1/2 e desatámos no endividanço a juros do caralho para pagar aos bancos alemães o endosso das bolhas deles e os custos do iraque onde vendemos umas bicas para ficar na pelingrafia.

  21. “3 – a única pessoa que não sabe ao certo como é és tu, pq és limitado intelectualmente, mas quanto a isso não há nada a fazer. Se tens dúvidas vez o último pagamento que fizeram, em finais do ano passado.”

    eheheh… burro do caralho toma lá limitações intelectuais, esse tal pagamento do final do ano passado, passou-se para depois das eleições, sem juros, portanto devem pagar a primeira prestação esta semana, caso não inventem mais uma manigância. esta manobra demonstra bem aquilo que acreditavam na vitória, lá vão ter que arranjar argumentos para mais 4 anos de banho maria.

    http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=4225852

  22. Ó Básico, o que tu dizes não pega. A dívida pública espanhola em percentagem do PIB é actualmente superior à de Portugal no eclodir da crise e Espanha emitiu esta semana obrigações com taxas de juro negativas. Não vale a pena. As pessoas que tens andado aqui a defender escangalharam o que restava de Portugal, a sua soberania, o seu orgulho próprio, o núcleo empresarial e financeiro que ainda se poderia dizer que era português, levaram milhares de pessoas ao desespero, permitindo, por exemplo, que a administração fiscal as tratasse como cães (de antigamente), empurraram outros tantos para a pobreza ou para o estrangeiro, como é o teu caso, e pior ainda que tudo, transformaram a direita portuguesa numa marca branca, sem personalidade e respeito pelos seus valores, resumida ao amigalhismo que comissiona o fim de Portugal.

  23. já sei qual é a obsessão do basico pelo numero 44!!!

    Confessa lá rapazinho, queres ser a cadeirinha da frente ou a cadeirinha de trás?

  24. Factos de acordo com o Ignorantz

    As 22.14 de 10 DE MAIO DE 2015 “o reino unido tem moeda própria, a city e ainda saca umas ajudas de bruxelas,”

    As 23.45 “antes eram pobrezinhos, pagavam pouco e eram reembolsados em 2/3 do valor” “agora com as novas regras, os pobrezinhos passaram a ser os alemães e a contribuição inglesa aumentou, mas os gajos dizem que não pagam ou só pagam em prestações, ninguém sabe ao certo como é.”

    A 0.54 do dia seguinte ja era: “eheheh… burro do caralho toma lá limitações intelectuais, esse tal pagamento do final do ano passado, passou-se para depois das eleições, sem juros, portanto devem pagar a primeira prestação esta semana, ”

    Devias agradecer-me por mais uma liccao pa, antes imaginavas que eles recebiam dinheiro da UE, depois ninguem sabia como e que as coisas se passavam, agora ja estao a pagar esta semana.

    Queres aprender mais alguma coisa hoje?

  25. oh burro do caralho e vacão de merda, onde é que queres chegar com essa conversa da treta? mentes, aldrabas a aritmética, manipulas traduções, sodomizas a gramática, treslês o que não lês, viras gráficos de pernas para o ar, martelas números, inventas cenas, enrabas a verdade e ainda achas que dás lições, quando muito papagueias o hino oficial da garotada que nos calhou na rifa da quermesse eleitoral patrocinada pelo palháçio de belém.

  26. Eu nao quero chegar a lado nenhum, tu e que precisas de chegar a algum lado, isso de ser um boi do PS pago para controlar blogs paga pouco, especialmente quando a mafia esta na oposicao.

    Acho que no entanto te equivocaste no tempo verbal de toda essa verborreia. Em vez de mentes, escreve, minto, and so on.

  27. Básico, os gráficos que linkaste confirmam o que te disse. Com uma dívida pública correspondente a 97.7% do Pib, já superior aos 94% de Portugal em 2011, a Espanha financia-se, actualmente, a taxas de juro negativas. Essa conversa da bancarrota é uma grande treta. O tradingeconomics derruba toda a narrativa banha da cobra de quem sustenta o actual governo com um click. Tenta outra.

  28. O Galucho, genial, genial, para ti a melhor maneira de analisar o que se passou em 2010 e olhar o que esta a acontecer em 2015, esquecendo que entretanto os paises fracos da europa adoptaram politicas de ajustamento, que houve o apoio da troica, e que o BCE meteu um programa de QE entretanto.

    Toma ai mais umas ideias desse tipo:

    A gasolina em Janeiro deste ano atingiu os minimos dos ultimos 3 anos, isto apesar do brent ter estado em 2011 a negociar perto dos 130 Dollars o barril. Assim se comprova que as gasolineiras estavam a roubar os portugueses descaradamente em 2011.

    Este Maio a temperatura esta muito alta e ate ja ha gente a ir a praia, nao obstante termos tido um inverno muito rigoroso. Assim se comprova que o uso de casacos no passado inverno foi excessivo.

  29. BASICO, dás cada abada aos IGNORANTEZES. Os gajos, porém, não aprendem pá. Depois aparece aí uma ressequida com ares de revolução com mofo, que se trasmuta em paparazzi dela própria….

  30. Básico,
    Ora aí está. Estamos de acordo. Se a oposição e o Presidente da Republica tivessem sido responsáveis e patrióticos e apoiado as medidas do governo da altura, sem rodiriguinhos cínicos, hipócritas, sem vergonha, do tipo “há limites aos sacrifícios que se podem pedir aos portugueses” e o Super Mário estivesse há mais tempo a cumprir a sua função é evidente que Portugal não tinha ido pr’ó galheiro.

  31. O Galucho, quais medidas e que toda a gente teria de ter apoiado na altura? As do PEC 1, as do PEC 2, as do PEC 3, as do PEC 4, as do Programa de Ajustamento negociado e assinado conjuntamente com o PS? Nao sei quais delas, explica-me!

    Ja agora, e uma vez que estas a criticar a politica dos dias de hoje, com base em desejos e presuncoes, porque nao fazemos tambem o seguinte:

    “Se os Portugueses nao tivessem sido enganados pelo Beicas sobre o valor do deficit e contas publicas, Socrates nao teria conseguido o segundo mandato, e tudo estaria bem agora”
    “Se o Beicas nao tivesse enganado os portugueses, hoje nao estariamos a pagar 4 billioes de Euros de factura pelo o BPN”
    “Se o Cravinho soubesse o que estava a fazer, hoje as SCUTS nao tinham Portagens”
    “Se o 44 fosse um gajo honesto, e se se tivessem investigado bem as coisas, nao teria sido primeiro ministro e nao estariamos nesta situacao e o seu lugar cativo em Evora ja estaria ocupado ha muitos anos”
    “Se o 44 nao fosse um maniaco, nao teriamos injectado 100 milhoes na qimonda mesmo antes dela falir”
    “Se o 44 e a Lurdinhas nao tivessem sido eleitos, tinhamos pedido menos dinheiro aos Alemaes, nao tinhamos de cortar tanto na despesa publica”
    “Se o Vara e amigos nao tivessem entrado no BCP, hoje os accionistas estariam bem melhor”
    “Se o Paulo Campos nao tivesse sido ministro, hoje nao estariamos a pagar tantas indeminizacoes por empreitadas nunca executadas e estradas desnecessarias”

    “Se Portugal fosse um sitio normal, o PS estaria como o PASOK, e nao tinhamos de ver a cara dos gatunos do costume todas as noites na TV a dar bitaites”

  32. O Galuxo, que eu saiba:

    1 – o estado portugues nao exporta produtos, servicos ou materias primas
    2 – o 44 nunca trabalhou na galp
    3 – Portugal nunca apresentou um superavit da balanca comercial durante qualquer governo de esquerda

  33. Básico,
    Em nada do que escreveste se descobre qualquer lógica ou trambelho.
    “O Estado português não exporta produtos serviços ou matérias primas”. Não. Mas teve um primeiro ministro não miserabilista e com visão de futuro que achou que o seu país ficaria melhor se apoiasse o investimento em refinarias, fábricas de papel, aeronáutica, obras públicas em Portugal e no estrangeiro, energias renováveis, vias de comunicação, escolas, tribunais e hospitais como deve ser,… Agora tem um fantoche a responder à tabuada e a fazer a farra dos escritórios de advogados comissionistas da demolição da vontade própria de algo a que se possa chamar Portugal.

  34. Ai e, consegues demonstrar que esses investimentos:

    1 – foram preparados, pensados, estruturados, financiados pelo estado portugues, e nao pelas empresas, com financiamento maioritariamente da uniao europeia e de capitais proprios dos proponentes?
    2 – que todo o investimento publico, financiamento europeu e os programas de investimento das empresas terminaram em 2010 com a saida do 44
    3 – que se fosse a coligacao que estivesse no governo na altura estes mesmos investimentos nao teriam acontecido?

    O que entendes por vias de comunicacao como deve ser? Autoestradas e scuts vazias que os portugueses nao podem usar e que so tem rentabilidade para os seus donos?
    Achas que um pais falido precisava de “escolas como deve ser”, as que existiam nao serviam o proposito? Achas que a razao pela qual portugal esta no cu dos rankings escolares porque ate ha 3 anos nao tinha “escolas como deve ser”
    Achas que a historia do campus da justica correu bem? Achas que a razao pela qual a justica portuguesa nao funciona prende-se por nao termos “tribunais como deve ser”.
    Que hospitais publicos foram construidos nos ultimos 3 anos? Achas que a maioria do investimento na saudo dos ultimos 3 anos foi publico ou privado?

    Tu pa, desculpa, nao passas de um saloio deslumbrado pela novidade, como tantos outros em Portugal, nao entendes que o que se gasta tem de se pagar, que um pais que tem um deficit orcamental de 10% nao poem em marcha um programa de billioes de euros para ter “escolas como deve ser”, sob pena de depois ter de despedir professores, fechar cantinas, vender patrimonio, tudo para pagar a festa do pessoal que como tu, achou que estava na hora de ter “escolas como deve ser”.

  35. Básico,
    É evidente que houve uma atitude estratégica abissalmente diferente entre o anterior governo e o actual. É evidente que grande parte dos investimentos que estão a dar os resultados que mais contribuem para o equilíbrio da nossa balança comercial não teriam sido realizados com a atitude do último. É um disparate culpar a modernização e infraestrutura construída pelos 10% de défice no auge da crise financeira global. É justo que sejam as gerações a que dela beneficiam a suportar os seus custos. Se todos esperassem ter em notas o dinheiro suficiente para comprar casa e carro próprios todos estariam a viver em barracas e a andar de bicicleta. E a maior parte desempregados. O que é de pedra fica. Folhas de excel leva-as o vento. As escolas e a justiça só não funcionam melhor porque são dominadas pelas corporações a que o governo anterior tentou fazer frente e que agora batem palmas, em coro com pessoas como tu, por ver na prisão quem as incomodou.

  36. basico.es um gajo desonesto nos teus comentario. pelos vistos a unica autoestra bem feita,e aquela que da acesso às casa da tua mãe.o interior tambem tem direito a autoestradas para vir para o litoral nas ambulancia ou nas suas proprias viaturas.se não têm movimento pergunta ao chulo de massamá que ele explica-te.as obras nas escolas teve tres virtudes: deu melhores condiçoes aos alunos e professores,ajudou a combater o insucesso escolar e alavancou a economia. o preso 44 construiu 800km de estradas(nem tudo foi autoestradas) com uma diferença dos mesmos 800km do betoneira amaral,foram todos para o interior..

  37. basico a maioria dos hospitais construidos ultimamente foram publico/ privados e o maior o s .marcos de braga foi obra iniciada pelo governo de direita (santana lopes e bagão felix

  38. Eu não vou perder muito mais tempo com este tema, já que quem não quer aprender não quer aprender.

    “É evidente que grande parte dos investimentos que estão a dar os resultados que mais contribuem para o equilíbrio da nossa balança comercial não teriam sido realizados com a atitude do último governo”

    Esta frase mistura uma chuma de erros.

    1 – não só não é evidente como e impossível de demonstrar. É uma pura especulação sua argumentar que o actual governo não fizesse investimentos de natureza semelhante se estivesse estado no poder entre 2006 e 2010.
    2 – os investimentos do anterior governo foram essencialmente no sector não transaccional, até um burro da primária sabe isso. também é evidente que tem um papel negativo – fomentando importações na sua maioria – sobre a balança comercial.
    3 – já para evitar a próxima contra argumentação, o investimento nas renovaveis foi feito em parte para atingir quotas europeias – qualquer governo o teria feito – e foi feito por capital privado. O estado não é dono de nenhum parque eólico nem explora centrais fotovoltaicas. Mais, o impacto destes investimento na balança comercial e negligênciavel ou negativo, visto que o país continua a importar petróleo para o sector do transporte, e teve de importar da Dinamarca e Alemanha as ventoinhas e painéis solares do 44.

    “É um disparate culpar a modernização e infraestrutura construída pelos 10% de défice no auge da crise financeira global.” – diz quem? Tem números que demonstrem que é um disparate? Eu podia demonstrar que de facto foi um disparate, e a bancarrota portuguesa demonstrou que o foi – a realidade é uma chatice.

    “É justo que sejam as gerações a que dela beneficiam a suportar os seus custos” infelizmente para si e para todos os socialista, a bancarrota e a intervenção externa garantiram que a geração actual pague também a festa.

    “Se todos esperassem ter em notas o dinheiro suficiente para comprar casa e carro próprios todos estariam a viver em barracas e a andar de bicicleta” Portugal crescia bem mais rápido quando o nível de endividamento era baixo. Aliás, está demonstrado que a dívida a partir de determinado nível -90% do PIB – reduz o crescimento econômico.

    “O que é de pedra fica.” Devia ver aquele programa da sic com os edifícios e monos abandonados. Devia falar com o pessoal de Leiria, eles andam a ver de implodem o estádio construído pro euro. Há uma coisita chata chamada empréstimo para a construção e custos de manutenção.

    “As escolas e a justiça só não funcionam melhor porque são dominadas pelas corporações a que o governo anterior tentou fazer frente e que agora batem palmas, em coro com pessoas como tu, por ver na prisão quem as incomodou.”
    Se era esse o problema porque é que se foi construir as novas escolas? Tem visto tv? E que eu continuo a ver as trombas do Nogueira, continuo a ver greves por todo o lado, pelo que não sei bem em que sítio e que mora e que tv e que anda a ver. Emigrou para a Groenlândia talvez em busca de bacalhau ?

  39. Exacto Fifi, ja nao se fazem hospitais publicos ha anos e anos, os que se fizeram fizeram-se em regime de ppp. Tal vem contra o que o burro do Galuxo dizia, que achava que o 44 tinha construido ” hospitais como deve ser”

  40. “É uma pura especulação sua argumentar que o actual governo não fizesse investimentos de natureza semelhante se estivesse estado no poder entre 2006 e 2010”
    É. É tão especulação como argumentar que o governo anterior não teria tomado as medidas necessárias para corrigir o défice se o não tivessem hipocritamente sabotado.

    “sector não transaccional”. É. Refinação, papel, computadores, componentes automotivos e aeronáuticos, irrigação no Alentejo, empresas de obras públicas que criaram dimensão para hoje terem a maior parte da sua actividade no estrangeiro, … é tudo sector não transaccional.

    “o impacto destes investimento na balança comercial e negligênciavel ou negativo, visto que o país continua a importar petróleo para o sector do transporte”. Lógico. Se para produzir os 60% do total de electricidade que foram produzidos por fontes renovováveis utilizássemos carvão ou fuel a nossa balança comercial não mexia nadinha. Nem a qualidade do ar que respiramos.

    ““É um disparate culpar a modernização e infraestrutura construída pelos 10% de défice no auge da crise financeira global.” – diz quem? ” Digo eu e diz qualquer pessoa que seja capaz de somar 2 mais 2. Não se mede o efeito de obras que se amortizam em dezenas e dezenas de anos na contabilidade de um período atípico em que se vive a maior crise financeira global de várias gerações.

    Aquilo a que dás o nome “a bancarrota e a intervenção externa” deve-se, sobretudo, à irresponsabilidade do Presidente da República e da oposição da altura.

    “está demonstrado que a dívida a partir de determinado nível -90% do PIB – reduz o crescimento econômico.”

    Está demonstrado, está…

    http://www.tradingeconomics.com/charts/united-states-gdp-growth-annual.png?s=gdp+cyoy&d1=20090101&d2=20151231&URL2=/united-states/government-debt-to-gdp&title=false

    http://www.tradingeconomics.com/charts/spain-gdp-growth.png?s=spnagdpq&d1=20120101&d2=20151231&URL2=/spain/government-debt-to-gdp&title=false

    “porque é que se foi construir as novas escolas?”
    Porque alguém achou ser indigno e miserabilista ter metade das poucas crianças deste país ainda a estudar nas escolas que Salazar contruiu há 60 anos atrás, ao frio, ao calor, e na pedra lousa.

    Básico, as tuas injúrias, e de outros como tu, a um homem em que nunca votei mas que, tenho cada vez mais certeza, se encontra numa situação escandalosamente injusta, têm-me levado a procurar e encontrar, até com alguma surpresa, números oficiais que desmentem a maior calúnia política ( e pessoal) que vivi em Portugal. Obrigado, pá.

  41. “se o não tivessem hipocritamente sabotado” democracia

    “Refinação” – sector privado
    “papel” – sector privado, indústria muito anterior ao 44
    “computadores” – sector privado, insignificante nas exportações portuguesas
    “componentes automotivos” – autoeuropa, fundada em 1991
    “aeronáuticos” – irrelevante na balança comercial
    “irrigação no Alentejo” – Decidida por Cavaco, inaugurada em 2002, acabada por este governo
    “empresas de obras públicas que criaram dimensão para hoje terem a maior parte da sua actividade no estrangeiro” – não percebo, a década do betão foi no tempo do Cavaco

    “Se para produzir os 60% do total de electricidade que foram produzidos por fontes renovováveis ? utilizássemos carvão ou fuel a nossa balança comercial não mexia nadinha. ”
    Os 60% foram num ano atípico, muito húmido, 2/3 e com barragens do estado novo. Desde que o gajo saiu tens mais 3gw de eólica. Com exceção das barragens antigas, as que mais contam para a produção, tudo o resto é investimento privado. Mais, a taxa de cobertura mal mudou, e a refinação que se faz agora em Portugal e poluente para atmosfera.

    “Digo eu e diz qualquer pessoa que seja capaz de somar 2 mais 2.”
    Esta frase está errada, descobre porque.

    “à irresponsabilidade do Presidente da República e da oposição da altura.”
    Tens razão pá, os números não contam para nada, e tudo conversa e jogadas políticas.

    “Está demonstrado, está…”
    http://scholar.harvard.edu/files/rogoff/files/growth_in_time_debt_aer.pdf

    “Porque alguém achou ser indigno e miserabilista ter metade das poucas crianças deste país ainda a estudar nas escolas que Salazar contruiu há 60 anos atrás, ao frio, ao calor, e na pedra lousa”
    O programa reformou 166 escolas secundárias… Essas não estão cheias de criancinhas ao frio…

    http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/sociedade/detalhe/parque-escolar-foi-uma-festa.html

    “se encontra numa situação escandalosamente injusta”
    14 juízes apreciaram o caso até agora, todos decidiram da mesma maneira

    “têm-me levado a procurar e encontrar, até com alguma surpresa, números oficiais que desmentem a maior calúnia política ”
    Como demonstrado acima, A burrice parece não ter limites, ler jornais e fazer Google não é o mesmo que entender e compreender, é preciso usar uma peça que nem todos tem, chama-se cérebro. Pede um pelo natal.

  42. quem é que acabou de citar um estudo que todos já admitiram ter graves deficiencias metodológicas?

  43. ““se o não tivessem hipocritamente sabotado” democracia”
    O tanas. Irresponsabilidade.
    ““empresas de obras públicas que criaram dimensão para hoje terem a maior parte da sua actividade no estrangeiro” – não percebo”
    Não percebes? Achas que a Mota Engil ou a Construtora do Lena são amendoins?

    Dizes que é sector privado. Certo. Então diz lá agora quais são os grandes investimentos privados lançados na actual governação? Chamas investimento privado que nos interessa empandeirar aos chineses e outros a EDP, a REN, a Cimpor, a Fidelidade, o Novo Banco,…?

    “14 juízes…”
    Podem ser 50 ou 100. Não existe nenhum crime que alguém possa ter cometido na sua situação que justifique o que está a acontecer.

    Cérebro? Falas de cérebro? Falas bem. É perda de tempo tentar convencer o cérebro de quem estabelece opiniões segundo a bitola de Cabritas, Saraivas e Laranjas.

  44. O Galuxo, mas tu nao acertas uma pa?

    “Cérebro? Falas de cérebro? Falas bem. É perda de tempo tentar convencer o cérebro de quem estabelece opiniões segundo a bitola de Cabritas, Saraivas e Laranjas.”

    Tudo o que foi referido acima sao factos, tudo o que tu referiste sao opinioes, todas elas infundadas. Era impossivel ter errado mais, um hit ratio de 100%.

    Tu, e os memes que pastam neste prado, screvem comentarios, copiam links e opinam com base em opinioes e comentario politico, julgando que estao a “pensar”. Quando confrontados com os FACTOS que desmontam os argumentos primarios, BASICOS, ou simplesmente BURROS, nao conseguem dar o passo seguinte e perceber que alguem lhes ta a ensinar algo. Continuam a comentar, opinar, copiar links com os mesmos argumentos ja desmontados e descridibilizados, confirmando a opiniao do pessoal que PENSA e que vem dar aqui show de BOLA, que voces nao passam dum bando de NESCIOS, de BURROS, que emprenha pela TV, que emprenham atraves dos sites visitados no seu CAGALHAES, e que, na verdade, nao deveriam ter direito ao voto democratico pela demonstrada INIMPUTABILIDADE e INCAPACIDADE intelectual.

  45. “Tudo o que foi referido acima sao factos, tudo o que tu referiste sao opinioes, todas elas infundadas. Era impossivel ter errado mais, um hit ratio de 100%

    factos???? martelados, aldrabices, invenções e tretas laudatórias do regime a que estamos habituados. por exemplo, celuloses, gasolinas, computadores e autoeuropas são privados e portanto não houve investimento estatal do governo, isto quer dizer que além de não leres as notícias, tamém não sabes como é que funcemina o investimento, mas tamém não vou explicar, levas umas dicas para investigares, lê entrevista ao queirós pereira sobre a portucel e o papel do sócras para que o investimento ficasse em portugal e de caminho tenta saber quais foram as contrapartidas estatais para que a ampliação da refinaria da galp se fizesse ou quanto é que o governo (do passos) canalizou dos fundos europeus para a autoeuropa não fechar as portas. por um lado o investimento é privado e o estado não tem nada a ver com isso, mas depois aparece a paulette a gabar-se do aumento das exportações, emprego e outras ficções. o hit radio da direita é sempre o mesmo e está riscado.
    https://www.youtube.com/watch?v=LOtAfLvhSZo

  46. Ignorantz, nao obstante as tuas limitacoes, e pensamento marxista, devias tentar entender os seguintes conceitos:

    1 – direito de propriedade privada: refinarias, portucel, etc, tem dono, e curiosamente nao e o estado nem o PS
    2 – fundos europeus: nao sao do PS
    3 – gestao de fundos europeus: ha uns ministerios, institutos, e organismos publicos que se ocupam disso. nao sao pagos pelo PS
    3 – iniciativa privada: ha uns gajos pagos nas empresas para pensarem e prepararem projectos de investimento, nao sao pagos pelo PS
    4 – apoios governamentais (fast tracking de analise de projectos): ha uns ministerios, institutos e organismos governamentais em Portugal que se ocupam disso. nao sao pagos pelo PS.

  47. oh burro do caralho, és especialista em fugir às discussões quando rebatem as tuas aldrabices, mas eu faço-te a vontade.

    1 – direito de propriedade privada: refinarias, portucel, etc, tem dono, e curiosamente nao e o estado nem o PS

    claro que são privados e investem onde lhes dão melhores garantias. no passado recente foi isso que os governos do ps fizeram, criaram condições para que fosse investido em portugal e o resultado é aquilo que o actual governo abana como seu não tendo mexido uma palha.

    2 – fundos europeus: nao sao do PS

    claro que não, mas geridos pela direita vão parar às mãos dos subsídiodependentes de direita que depois dividem com os políticos e partidos de direita. se não fosse isso, o psd e o cds já tinham falido e não havia ninguém de direita interessado em ir ao pote.

    3 – gestao de fundos europeus: ha uns ministerios, institutos, e organismos publicos que se ocupam disso. nao sao pagos pelo PS

    claro que não, estão enxameados de bois & vacas do psd e cds, criteriosamente escolhidos pela cresap, não fosse haver infiltrados do ps.

    3 – iniciativa privada: ha uns gajos pagos nas empresas para pensarem e prepararem projectos de investimento, nao sao pagos pelo PS

    claro, a grande maioria até faz isso fora das empresas e depois vende o serviço, são sócios das mulheres dos ministros, dos filhos dos directores-gerais ou dos primos dos chefes dos serviços que gerem a atribuição dos subsídios, ganham a dois carrinhos, comissão de oportunidade e preenchimento da papelada e ainda dão trabalho de horas extraordinárias à judiciária, caso gold e mais uns trocados para encher o olho.

    4 – apoios governamentais (fast tracking de analise de projectos): ha uns ministerios, institutos e organismos governamentais em Portugal que se ocupam disso. nao sao pagos pelo PS.

    claro que sim, há que garantir que fica tudo em família e que convidam o passarólas para a inauguração das queijarias ou a paulette para inaugurar um ginásio na índia.

  48. Ok. Agora dá exemplos de investimento privado estrutural que, sem serem pagos pelo PSD e pelo CDS, e dependentes do funcionamento normal da administração e da gestão de fundos europeus, tenham sido efectuados na actual legislatura.

    “Tudo o que foi referido acima sao factos, tudo o que tu referiste sao opinioes,”
    Sim. Estatísticas oficiais são opiniões; notícias do correio da manhã e ensaios académicos denunciados por vigarizar e montar dados de acordo com os seus preconceitos são factos.

  49. “Ok. Agora dá exemplos de investimento privado estrutural que, sem serem pagos pelo PSD e pelo CDS, e dependentes do funcionamento normal da administração e da gestão de fundos europeus, tenham sido efectuados na actual legislatura.”

    Todos os billioes investidos pelos Chineses em Portugal?

  50. O Galuxo, quais foram as estatisticas oficiais que usaste, faz ai paste, eu nao as vi passar. Foram as tais sobre o nivel de divida em 2015 que justificava um plano de investimentos em 2010? Parece que hoje faz calor em Portugal, nao seria melhor vestir um blusao de penas, o inverno foi muito rigoroso…

    Tambem nao vi nenhum link para artigos do CM. O CM agora e uma fonte reputada de noticias? Devo entender que finalmente aceitam que o 44 e corrupto entao?

    Ensaios academicos denunciados? Tu por acaso ja viste o resulta da discussao que se seguiu ao artigo, ou consultaste os artigos que tambem apoiam a conclusao do paper? Ja viste algum artigo cientifico que demonstre que elevados niveis de divida sao favoraveis ao crescimento economico? Manda, estou aqui para aprender.

    Amigos, voces deviam desistir e dedicar-se actividades mais productivas e consentaneas com as vossas capacidades intelectuais, como seja por exemplo o passeio e pulimento de pisos de shopping centers.

  51. oh burro do caralho, vaitafoder mais os exemplos que arranjaste, tudo espremido e somado dá menos que um totoloto, com a desvantagem de pagar menos impostos.

    intermarché – intenções de 280 milhões nos próximos 5 anos para alargar o número de postos de venda para escoar os excedentes e monos que os françiús não compram. mas alto lá que a massa não é deles, vão procurar empresários portugueses que queiram ser chulados na “franquia participativa”.

    nestlé – 9 milhões, 2 milhões para uma nova linha de reforço de papas para velhos que não têm dinheiro para se alimentarem, 2,2 milhões para coisas vagas (meter ao bolso) e 4,8 milhões para reparar telhados e tornar a coisa visitável pela asae. brinde = 15% do investimento em irc.

    embraer – investimento que o governo do sócras trouxe para portugal e que os direitolos até à pouco tempo diziam não ser significativo nas exportações nem em emprego, agora que a paulette anuncia que vai descerrar uma placa eleitoral passou a coisa espacial. montante do investimento: desconhecido.

    hikma – vão investir 12 milhões, mas não dizem em quê. isto foi uma negociata do cavaco e do rei da jordânia há uns anitos, penso que serve para encher o saco azul do rei e dar uns prémios de investigação à filha do cavaco.

    renault – o investimento de 10 milhões em cacia é rotina, se querem continuar a produzir têm de investir em novos produtos.

  52. “Todos os billioes investidos pelos Chineses em Portugal?”

    vi agora esta perla, podias ter posto o linque da fábrica das ventoínhas que os xinocas se comprometeram a fazer. biliões só se for nos ordenados que pagam à cambada do psd que ficou a reger a orquestra e a garantir as rendas.

  53. Gostei dos teus exemplos, Básico. Especulação, desbaratar e agravar do risco da carteira de activos de provisão das maiores seguradoras e transferência de rendas garantidas de serviços monopolizados para a esfera de influência do partido Comunista Chinês, apropriação dos investimentros visionários do anterior governo e meia dúzia de amendoins. Disseste tudo.

  54. basico,o governo do 44 ,com a obra de sines, pos este governo a exportar mais do que nunca,produtos da refinaria.quanto a obras segundo o j.de noticias de hoje,este governo já realizou mais contratos de ppp do que o governo anterior.um conselho: vai cagar longe mais a tua narrativa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.