6 thoughts on “Exactissimamente”

  1. Com a “visão estratégica de Guterres” e o “impulso reformador de Sócrates” chegámos onde chegámos, alto e longe até à BANCAROTA… Pena é que Passos Coelho tenha destruído, por inveja e má-fé, os magníficos frutos dessa “visão estratégica” e desse “impulso reformista”. Pergunto-me se António Costa não estará a gozar de fininho com Guterres, Sócrates, e com todos nós. Ou, como começa a tornar – se demasiado óbvio, não aprendeu nem quer aprender nada com a história recente dos voluntarismos, irresponsabilidades, incompetências, desonestidades, e, sobretudo, falta de realismo e capacidade em analisar e compreender este país no seio desta Europa, balofa e anémica, sequestrada no medo dos populismos cobardes e dos pifios políticos mentirosos, sedentária e indolente, perdida e estagnada na gula de todos os consumismos e garantismos, esvaziada de sentido moral e de uma ética coerente e honesta nas suas práticas e discurso político, aprisionada entre blocos políticos, culturais e económicos poderosos e dominantes …. etc, etc! Em suma: este CostoSocialismo é mais do mesmo PROGRAMA que herdamos do passado recente obeso, balofo e indolente. Mas esfomeado devingativo poder. O único impulso reformador a que assistimos foi à renovação da GULA e dos GULOSOS. O VZIO continua no seu maximo esplendor! Por isso, este processo de primárias sedentas de poder depressa, a narrativa e os discursos, os personagens barrigudos das mesmas mentiras e mistificacoes populistas, são sim senhora, todo um cristalino e evidente PROGRAMA !

  2. Por mais proselitismo enlatado e lixívia que uses para lavar e tentar branquear as enormes e espessas nódoas de incompetencia, mentira e ficção reformista, nem tu nem o outros barrigudos balofos são capazes de fazer desaparecer da nossa memória o falhanço total dessa visão estratégica sebastianica que só não nos salvou porque, uns gajos maus e nojentos, diabólicos, resolveram impedir o Messias de nos livrar do inferno. Se não fosse o chato facto de o Messias, bacoco e patético, nas suas fantasias Esquizofrenicas de Homem Providencial e Mágico, nos ter levado para o buraco da BANCAROTA, até que a vossa história vítimistá e piegas, para criancinhas e crentes, poderia ter algum sentido e fazer história !

    OS FACTOS SÃO FODIDOS e a VIDA é mais DIFÍCIL que essas PREGUIÇOZAS e POPULISTAS histórias da REALIDADE passada e recente, pázinhos !

  3. Como disse MST ” Ninguém acredita que Sócrates em 6 anos tenha gasto 193 mil milhões de euros . ”
    Que é dos outros” ???????? Onde estava o Cavaco e os seus seguidores ???? Antes de Sócrates não havia nada……..depois de Sócrates é paraíso !!!!!
    O tempo e a verdade ainda surpreenderão muita gente !!! Ou talvez não !!!! Lá no fundo….lá no fundo……sabem !!!!!!!!!!!!!!

  4. Se dúvidas houvessem sobre o forte carísma de
    José Sócrates elas ficam desfeitas com os ataques
    matinais de diarreia cerebral que, alguns desebo-
    lados aqui se permitem despejar!
    Porque será que os estarolas e seus promotores
    perdem as estribeiras só por ouvir o seu nome?
    Após os 10 anos de governação do homem do leme
    que, foram na realidade, dez anos perdidos e meios
    delapidados, com as reformas feitas na gavetas, nem
    será preciso falar no da tanga tão pouco, no da carida-
    de dos nossos dias que, aspira chegar ao palácio …
    aparecem estes analistas da trampa e bota a abaixo
    a por caca na ventoínha, tenham maneiras!!!

  5. celeste martins ,da boca do miguel sousa tavares nem nas farmacias de serviço devemos acreditar.por falar nas farmacias até neste ramo de actividade socrates foi grande e corajoso ao liberalizar o direito a ser proprietario das mesmas a baixar preços com a introduçao dos genericos e a facilitar os horarios do seu funcionamento. quanto a dinheiros avancem com numeros devidamente comprovados para socrates se poder defender.ele não foi adm.da tecnoforma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.