4 thoughts on “Exactissimamente”

  1. meu deus, val, estou contigo, o argumento do medo é inadmissivel portanto tenhamos todos muito medo dessa bomba atomica da democracia direta, tenhamos muito medo do que ai vira se abrem essa caixa de pandora. bana-se esse termo maldito qeimem-se os manuais que a professam. democracia direta certamente trara coisas tipo os nazis tipo se sei la como se a extrema direita nao tivesse ja assento nos parlamentos das democracias “a serio”. tipo como sei la se os nazis nao se tivessem organizado em partido politico e fossem eleitos democraticamente. olha valerico e essa coisa do povo pah o povo e estupido, tudo um bando de anormais claro, como se dizia no tempo em q a demcracia nao existia, partidos é que é bom e de preferência so dois porque o resto sao so franjas extremistas q repreaentam as minorias perigosas tipo os gays os poetas os meio loucos os artistas qem nao alinha com a porcaria que lhe metem na mesa e lhes cheira a merda. e tu valerico cheiras mal, intelectualmente do ponto de vista da coerencia tal como quando a teresa me disse que o melhor seria trocar a corda da roupa por causa da ferrugem q faz nodoas na roupa.

  2. Que estas palhaçadas aconteçam num país à beira duma guerra civil não é de estranhar. Agora ver União Europeia e EUA dar cobertura e instigar uma tragédia destas também anuncia o fim da linha para a credibiidade das instituições que os suportam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.