4 thoughts on “Exactissimamente”

  1. Ó Linda e aquele que te chama bécula, quando o pai da Isabel era ministro do Ultramar, foi embrulhado pelos angolanos como agora este Machete foi enrolado novamente.

    Vemo-nos negros cada vez que nos metemos com os nossos colonizadores.

    Já foi sempre assim, quando a nossa capital era no Rio de Janeiro.

    Não passamos de uns dependentes de praias de água quente.

    Só na Ilha de Luanda e no Recife cada pontapé numa pedra sai um portuga!

    Há muito jornalista tuga a precisar de gindungo na língua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.