9 thoughts on “Este Sporting é ele”

  1. O que aconteceu em Alcochete é o resultado de o Sporting ter um delinquente como presidente, mas a Juve Leo é um alfobre de bandidos há muitos anos. Há três coisas indispensáveis que têm de ser feitas: prender os agressores, demitir o bronco do presidente e extinguir a Juve Leo.

  2. O Sporting é vítima de aventureiros presidentes há mais de 40 anos, com uma ou duas excepções.

    O Benfica sofreu o mesmo, mas já superou.

    O aventureiro do Norte foi o único que passou sem se “molhar”, foi mais habilidoso.

    Temia-se a “belenensização” do Sporting, antes isso do que esta vergonha.

  3. Começou o ensaio deste vexame com Paulo Bento.
    Um profissional digno que muito deu a um sporting que o desmereceu. Melhor, que nunca o mereceu.
    Foi atacado, insultado, e agredido de todas as formas pela claque de mal-feitores que ficou a gerir este triste clube agora detido pelos mesmos mal-feitores.
    Lembrem o ensaio de ataque desordeiro feito na Academia em tempo de Paulo Bento.
    Os vexames a todos os Presidentes dessa época. Revejam os vídeos e as declarações de “sportinguistas” de “prestígio” e percebam como a pasquinagem visual e escrita usou os métodos agora diariamente aplicados em política.

  4. Como acabou a cena da Eurovisão, agora temos a cena do Sporte. A comunicação social já tem assunto por mais uma semana. É caso a seguir porque a procissão ainda vai no adro,
    Interessante a forma como todos as atores, jornalistas , comentadores e quejandos do mesmo business tentam ( quiçá até consigam) envolver o Governo neste assunto …. Até as declarações de indignação do Celinho, que já tardavam, não são inocentes. A Sic do Balsemão até colocou – ontem á noite – um rodapé, em letras garrafais a chamar TERRORISMO ao acontecido ! A esses eu mandava-os fazer um mês de estágio no Iraque ou no Afeganistão, só como exemplo, porque há muitos lugares à escolha.

  5. Sim, sim, à escala de Portugal, o que aconteceu ontem na nossa Academia pode quase considerar-se um acto de terrorismo, ou pelo menos de vandalismo extremo e há que tomar medidas urgentemente.

    E as irresponsáveis e desastradas declarações do B. C. hoje a dizer que “aquilo foi chato” (!) e que “o crime faz parte do dia-a-dia” (!!) são indignas de qualquer Adepto decente, quanto mais de um dirigente desportivo que se preze.

    Mas desiludam-se aqueles que pensam que o mal está somente no Sporting: os sportinguistas de gema não se revêem nesta vergonhosa barbaridade, o denominado “hooliganismo” é um problema transversal de todas as claques organizadas de Futebol – e não só em Portugal (esperem pelo próximo «Mundial» e oxalá eu me engane…) -, a violência descontrolada no Desporto português atinge hoje as mais insuspeitadas Modalidades – recordem-se as vergonhas recentes no Campeonato Nacional de “Râguebi” – e a agressividade na Sociedade portuguesa actual está, infelizmente, latente em cada esquina, em cada semáforo, em cada Repartição de Finanças, ou Hospital, em cada Escola, em cada Cadeia! Já para não dizer em cada Casal…

    Não reflictam nisto a sério e concentrem-se só no Clubismo básico e superficial e depois queixem-se…

  6. As claques como escola de virtudes!
    A filosofia das claques como espírito orientador dos actuais dirigentes desportivos!
    A elegância das claques como manual de etiqueta entre grupos de adeptos!
    A aristocracia das claques na primeira linha dos seus (delas) grupos de assalto !
    Tudo cortadinho como para sopa Juliana, cozer 30 minutos, reservar, e empratar,servindo quente,a escaldar,no Estádio do Jamor.
    Un cordial saludo a nuestro Presidente da Assembleia Geral do Sporting,que,esta manhã, prometia uma vitória ” gloriosa ” aos seus adeptos,no próximo domingo. Também este cidadão já descobriu que nada melhor para acalmar um touro bravo senão acenar-lhe com um pano vermelho! Esta é a génese de grandes pegas! Olé!

  7. Acho que já escrevi em qualquer lado hoje que o populismo sempre esteve para as Democracias como a tirania para as Monarquias. As duas formas mais elevadas de corrupção desde Aristóteles. No entanto nunca parou de haver gente que adora banha da cobra e esta era uma crónica anunciada desde 2011 no SCP. Infelizmente. De qualquer forma o animal não fez nada sozinho. A tentação pela Tribuna sempre esteve muito presente em Alvalade. Sobretudo para animálias como o Barroso. Que até agora, caladinho que nem um rato.

    Ao mesmo tempo quase valeu a pena para ver e ouvir o Dâmaso muito preocupado com o Estado de Direito?! Ainda agora quando cheguei a casa senti-me tentado a ver o filme na CMTV. E lá estava o fdp a palrar que isto tudo que se estava a passar no SCP era um grande atentado ao Estado de Direito. O grande FdP!

  8. O que o gajo queria dizer, era isto : o presidente do futuro é o presidente hooligan.

    Mas é isso que ele é já, um reles hooligan. Não é do futuro, mas do triste presente.

  9. Arranjou-se mais um bode expiatorio, desta vez um arrivista pop, um pobre deslumbrado que foi promovido pela elite (Daniel Sampaio, Ricciardi, Eduardo Barroso, cronistas do regime, etc…) a imperador do clube e que agora cumprido o seu destino (falhar, como era obvio desde o inicio), é devidamente apunhalado, triturado, julgado e afogado no seu Rubicão.

    O carrillero Rodriguez vociferou cheio de coragem para quem está no chão, Marcello diz que não há selfies para ninguém no Jamor e a habitual procissão de arrependidos desfila nas televisões. Benvindos a Poptugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.