6 thoughts on “Está provado: o ridículo não mata”

  1. mas olha que está a ser keynesiano: em época de contra-ciclo puxa pelo investimento público o mais que pode, para salvaguardar o emprego e a iniciativa empresarial no concelho.

  2. Z, isso é outra conversa.
    __

    aviador, nem haveria espaço para as cinzas.
    __

    Nik, com certeza. É ridículo esta histérica figura aparecer a apoiar o Governo só para atacar a actual liderança do PSD.

  3. Primeiro, o Meneses sempre apoiou as ditas obras, não se está agora a desdizer. Segundo, o pacote de mil milhões de euros de investimento é em Gaia, aliás festejado com a presença do Lino, lê a notícia. Meneses agora é de novo autarca, já não é líder da oposição. Gaia é um dos maiores concelhos do país e precisa muito desse investimento. E o país precisa muito que Gaia invista e se desenvolva. Onde está o ridículo, repito?

  4. O ridículo está no facto de ele aproveitar a ocasião para atacar a Manela. Se Menezes fosse ainda o atarantado chefe do PSD, nunca teria entrado neste número e as coisas ter-se-iam passado sem Manuel Pinho na fotografia. Não se trata de receber o dinheiro – mas há alguém que recuse dinheiro?! – trata-se das estratégias da oposição. Provavelmente já estarás esquecido que esta alimária tinha como estratégia o conceito da “oposição todos os dias”. Ainda em Agosto, por exemplo, atacou o PSD por estar calado perante uma série de assuntos, um dos quais era relativo aos Jogos Olímpicos. Pelo que, se o PSD com ele faria conferências de imprensa a atacar o Governo pelos resultados desportivos na China, é de crer que não estivesse agora a louvar as grandes opções económicas de Sócrates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.