20 thoughts on “Era só o que nos faltava, o sistema judicial alemão está na mão dos corruptos socráticos”

  1. Muito bom gosto, parabéns, pois da Alemanha é mesmo dessa m. que se fala desde ontem.

    Já reservaste mesa para três ou para quatro, Valupi?
    Se sim, olha que é mesmo muito importante:
    desta vez cada um paga o seu, não vá o Diabo tecê-las.

  2. se for anjinho e regressar a portugal para prestar declarações de livre vontade vai preso com transmissão em directo do aeroporto.

  3. aeiou
    21 DE DEZEMBRO DE 2016 ÀS 15:54
    O seu comentário aguarda moderação.

    eu censuro
    tu censuras
    ele censura

    eu janto
    tu jantas
    ele paga

  4. considerou que não há fundamento para um mandato de detenção europeu , de detenção europeu…
    e o processo de extradição continua em processo….
    os alemães não estão é para pagar cama e comida aos acusados noutros países :)

    outro que selecciona bocados dúbios , que é que se há-de fazer ? e estaria a conar com o Celine , o dedo e a lua ?

  5. Se estava disponível para prestar declarações para quê a emissão de um mandato de detenção europeu senão para preencher o imaginário fascista da plebe e obter ganhos perceptivos de culpabilidade?
    Esta decisão é importante porque permite contrastar a infecta e imunda prática portuguesa e a celebração da justiça, neutra simples e rigorosa. Num país decente metade do MP a começar pela maga patológica estavam presos.

  6. Vivó Lalanda, esse benemérito (do José Sócrates).

    Pois é, aeiou, já nada é como era! Tempos bons eram os do Natal de 2014 em que a troupe do Valupi se indignava por causa da falta que faziam as botas quentinhas na prisão de Évora. Lembram-se?
    Agora ninguém da troupe dá a cara: a Jasmim, o JRodrigues, o jpferra, o Lucas Galuxo e chega-se ao José Neves durante as suas insónias… e anda toda a gente na boa!

    Sobra o Valupi que, na fase da decadência, anda a cantar hosanas ao Lalanda de Castro.
    Que fim!

  7. Valupi Lalanda Penélope de Castro Pinto de Carvalho e Sócrates, nome de casado pela Igreja Católica.

    Valupi Lalanda Penélope de Castro, nome de solteiro.

  8. Que há gajos corruptos no negócio do sangue há, e não só, mas eu não posso apresentar provas porque não as tenho.
    Mas o crime mais frequente e menos falado na “coisa pública” não é a corrupção !
    Os crimes mais frequentes são o tráfico de influências e o nepotismo !!! e ninguém liga a ponta de um corno ! E são esses crimes que afastam os melhores e mais capazes dos lugares de chefia … e é por isso que Portugal é há séculos um país perdido !
    Para acabar com isso só aumentando a literacia do povo e aumentando a auto-estima das verdadeiras elites (os melhores). Para isso quem mais contribui foi SÓCRATES. Curiosamente, ou talvez não, foi o primeiro a ser escolhido para ir dentro. Se calhar no mundo da Justiça há tanta corrupção como no sangue … se calhar … Se calhar não escapa nada …. nem ninguém !

  9. «Para acabar com isso só aumentando a literacia do povo e aumentando a auto-estima das verdadeiras elites (os melhores). Para isso quem mais contribui foi SÓCRATES», que tal?|

    Ahahahahahahahahahahahahaha!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    SOCIEDADE 22 de novembro 2014
    http://sol.sapo.pt/artigo/118945/socrates-e-o-esquema-com-a-octapharma-

    Como diria o Baptista Bastos, onde é que a troupe estava no 25 de Abril?

    E vivó Lalanda, o benemérito (para o José Sócrates).

  10. tou pra ver a caça às leonores belezas quando começarem a infectar doentes com sangue reciclado pelo ipst e a dificuldade em arranjar alguém que queira ser ministro da saúde.

  11. Alega que tinha dito que queria ser ouvido . Agora é assim, o demandado é que coordena as acções do demandante .
    E ademais, uma (alegada) manifestação de vontade, é algo que carece de concretização em actos .
    Também tem direito a dizer só aquilo que quer, e não o que lhe perguntarem .
    O policia, o procurador e o juiz têm direito a estar calados . É o melhor que têm a fazer para evitar problemas . Não façam, pois, muitas ondas, e limitem-se a receber tranquilamente o vencimento ao fim do mês . Assim está tudo bem . E o funcionamento do Estado de Direito, está assegurado .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.