10 thoughts on “Eles tinham tudo estudado, eles tinham a credibilidade e a vontade, eles têm o Parlamento, o Governo e a Presidência da República”

  1. Confirmando-se o espalhanço vamos assistir a novas habilidades contabilísticas para compor os números, lá mais para o final do ano. Continua por igualar o feito de José Sócrates que reduziu realmente o défice de 6,83% em 2005, para 3,9% em 2006, para 2,6% em 2007, para 2,8% em 2008. Até chegar a crise económica europeia. A tal de que se queixa Gaspar mas que sobre a qual existe a proibição de servir para desculpar os antigos governantes.
    O pior é desiludirem o povo que estava à espera e já via nele o novo salvador das finanças e da pátria, de modos rudes, poupado, sério, de bem com a igreja e com mão de ferro para com os poucos atrevidos do contra.

  2. Segundo a notícia, Gaspar parece estar humildemente à espera de um gesto benemérito ou da indulgência da Troika. Esta criatura, que diz estar a cumprir fielmente o caderno de encargos, chegando a impingir quatro doses de remédio por dia aos portugueses em vez das duas acordadas, por que razão se intimida de propor uma renegociação das condições? Não sabe o que faz? Esta espécie de doutor Pangloss tristonho não tem um pingo de patriotismo. E, sim, os patriotismos parecem estar de volta.

  3. de vitória em vitória até à derrota final. uma admissão à pala da vitória da selecção, se passarmos à final faz a confirmação.

  4. mas claro que é uma vitória:então, o plano não era seguir o trilho grego? E não está a ir por aí? Portanto, o homem é bom, muito bom e está a fazer o recado conforme previsto.

  5. quem votou neles diz que a culpa disto tudo é do Sócrates…é um ruído até bastante contínuo e auto-anestesiante.

  6. Ou, trocado por miúdos, punhamo-nos a pau, que vem aí mais uma sacanagem do gasparoica para nos sacar mais algum.

  7. António P., exactamente. Nessa lógica, ainda poderemos acrescentar a Merkel, que também é deles – ou, para sermos rigorosos, eles é que tudo fazem para serem dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.