Ego-trip

Não gostavas de ter o Primeiro-Ministro, o Ministro de Estado e o Ministro dos Assuntos Parlamentares, em dia de apresentação do famigerado Orçamento, tão assustados com o teu poder que chegassem ao ponto de perder as estribeiras durante o almoço num local público?

Não gostavas de ter um Governo que existisse apenas para te combater?

Não gostavas de adormecer imaginando que o mundo voltava a ser do tamanho do teu quarto?

20 thoughts on “Ego-trip”

  1. Gostava, pois. Só que o Crespo não cede a patente, não larga o lugar de candidato a mártir da liberdade de expressão…
    Talvez ceda um pouco quando lançar o livro, parece que no dia 11. E no Grémio Literário, com o Visconde de Medina Carreira a prefaciar. Eu sei que isto é mera coincidência. Mas tb já me constou que a editora pediu a Crespo que arranjasse uma merda qualquer, para animar as vendas.
    Como é que sei? Olha, esta a dar ao dente ali numa tasca, e agora juro que era o Crespo de costas para mim a ouvir, aos gritos, o pedido do editor. Que a administração da coisa o estava a chatear, que aquilo, agora já editado, não venderia a menos que o Crespo fizesse um número.

  2. Lamentável o modo como os OrCS (Órgãos de Comunicação Social) se apressaram a difundir quer o texto encrespado quer a notícia da sua pretensa censura. Nenhum procurou saber se o conteúdo do texto tinha fundamento e ouvir as outras partes nele “incriminadas”. É o vale tudo pelas audiências ao arrepio da ética e dos direitos mais elementares.
    Não lastimo saber que os OrCS estão a tecer afanosamente a longa corda com que acabarão por se enforcar.

  3. Ontem li a famosa crónica de Mário Crespo. Diz ele, porque ouviu dizer, que José Sócrates e um par de ministros, num almoço de hotel e em voz alta, disseram que ele (Mário Crespo), entre outras coisas, é “um profissional impreparado.” Não acredito. E digo-o nem tanto pela inverosimilhança – hoje, qualquer governante, e sobretudo Sócrates, conhece o explosivo do simples soletrar em público da palavra “jornalista”. Crespo invoca testemunhas, mas não as revela – e eu já falei com as cinco pessoas em quem confio totalmente e nenhuma esteve naquele hotel.

  4. Não me espanta a atitude do Crespo porque ele sempre foi muto vaidoso e completamente tonto.Não me surpreende a posição do Sindicato porque este sempre esteve do lado errado.Não me surpreende a situação da editora porque o livro editado precisa de publicidade.Assim eu não estou surpreendido ,apenas estou divertido.

  5. Infelizmente estas situações são o resultado do abuso ad nauseaum da Liberdade de Expressão precisamente por parte daqueles a quem este Direito procurou proteger, na sua génese.
    Infelizmente a Liberdade de Expressão que temos é incompleta pois não tem como companheira a Responsabilidade de Expressão (expressão minha, não sei se mais a alguém alguma vez a utilizou, quero crer que sim).
    Falo da responsabilização judicial e até criminal do perjúrio, das falsas notícias (acho que na “imprensa cor-de-rosa” estaria tudo atrás das grades).
    Acho-a cada vez mais necessária dado que temos uma classe que tem um poder não escrutinado pela população, que diz e faz os casos que quer e que destrói reputações e vidas sem que nadas lhes aconteça.
    E isto não é compatível com a Democracia. Em Democracia qualquer Liberdade tem de ter Responsabilidade. Para que não pereçam pelos abusos. E infelizmente a de Expressão, especialmente nos “media”, é absolutamente irresponsável.

  6. O contexto já foi explicado. Não foi uma refeição combinada entre os ministros e o executivo da SIC. Foi uma coincidência no mesmo dia no restaurante do Tivoli entre os três membros do governo e Bárbara Guimarães e o director de programas da SIC que também aí jantavam. As conversas tiveram lugar na fila para o bufete e foram naturalmente escutadas e transmitidas a Mário Crespo, incusivé por Nuno Santos…

    O grau zero da pouca vergonha, de facto. Os socretinos recorrem à velha táctica estalinista de chamar “loucos de manicómio” a todos os adversários.

    E é grotesco que um pretenso “inginheiro” que fez exames por fax numa alegada universidade de quinta categoria, já dissolvida aliás, se atreva a pôr em causa a competência de um dos reconhecidamente melhores jornalistas portugueses. A maçonaria gay-pedófila que nos desgoverna perdeu a cabeça… A vergonha já a perdeu há muito tempo.

  7. Inteiramente de acordo com o Bjorn Pal e demais comentadores acerca do diagnóstico, mas a partir daí o que deve ser feito ?
    Encolher os ombros e mal dizer os habituais e deixar tudo como está até à próxima previsivel indignação? ou fazer com que o Crespo seja desmascarado de facto e aproveitar para descredibilizar este tipo de “jornalismo” ?
    Eu acho que os pulhas devem ser olhados nos olhos e combatidos de peito aberto.Se Sócrates e os demais presentes no buffet do Hotel, que eram segundo se consta o Nuno Santos e a Barbara Guimarães da SIC, não esclarecem esta trivial canalhice estão no fundo a fomentar a duvida que é o pântano onde se movem estas infectas criaturas.Tudo devido ao muito português “Eh pá não ligues” seguido do muito luso-esquecimento onde nada se resolve e nada se inscreve.

  8. Em fim de contas, seremos um País de “yes men (and women…)”!
    Onde dizer o que se pensa parece mal, a pessoas que tem claras dificuldades em lidar com qualquer espécie de crítica…

  9. Ui, tanta publicidade a uma pulhice… O que o gajo quer é que falem dele… Vamos enterrar o assunto (não o Crespo, que eu não chego a tanto…).Não sei se haverá tanta gente que conheça o “cara” para que possa ser assim promovido? Será que toda a gente sem a SIC N em sua casa? Todos estarão interessados na “bufaria” (ou na traição)?

  10. Cá pelo meu lado estou á espera de um enorme escandalo devido a violação de correspondência. E uma investigação aprofundada sobre a fuga de informações nos jornais.

    Nestas noticias sobre Crespo, há uma notinha que diz mais ou menos assim: “O artigo acabou por ver a luz no site do Instituto Sá Carneiro (órgão do PSD). “Não sei como foi lá parar”, assegura Crespo,”

    Ou seja, Crespo enviou um mail para o JN e ele aparece publicado num site do PSD…?

    Isto não é violação de correspondência? Não se exige uma investigação para saber como é que um mail entre colegas vai parar ao site do PSD?
    Quem enviou? Crespo diz que não foi ele. o director do JN não foi de certeza. Quem foi a toupeira? Uma agencia de comunicação? No site do PSD…?

    Estou a lembrar-me de uma situação “comparável” que deu muito que falar.
    nesta…nada.

    miguel

  11. O país tem um enorme problema, Sócrates, inginheiro sucateiro que quer mandar todos os jornalistas dissidentes como loucos “para a Sibéria”, situação para a qual urge encontrar uma solução.

    Basta acelerar as investigações, divulgar as gravações entre o caixeiro Vara e o “inginheiro” Socas, e meter esta mafia na prisão. Para a outra vez, há que escolher alguém com um currículo sólido e não um licenciado de aviário com tiques estalinistas.

  12. Nao desfazendo, voce é mesmo um palhaço…. Ate dá pena homem. Razao tem Helena Matos, mas ela pelo menos assina por baixo. Eu tambem, sendo apenas um mero cidadao.

  13. o Valupi foi citado um dia destes pelo Pacheco Pereira. Deve ter batido uma bela pivea à pala. O Valupi, que não o Pacheco; que já não tem idade para essas aventuras e deixa o esforço do gozo em proveito próprio aos idiotas que lhes cumprem o interesse

  14. Quem é este cretino que se entitula Euroliberal que vive obssecado com o título de Sócrates? Porque não vai dar uma “volta ao bilhar grande” e deixa de se preocupar com imbecilidades que só refletem a sua estreiteza de vistas.

  15. Se é verdade que o filme inclui o grande Nuno e a big Bárbara só pode ser uma mego-trip, não?
    Já agora, como é que estarão as audiências do jornal das nove? Só para avaliar as nossas dependências de psicadélicos. E isto não estará já, mais do que na altura, do Crespo passar para a generalista?

    O Tio Balsemão ganha sempre. Dinamite sexual neles!

  16. É isto mesmo! A mania das grandezas é inversamente proporcional ao “tamanho” do sujeito. Infelizmente não é caso único. Abunda por aí quem lhe não fica atrás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.