5 thoughts on “É uma excelente notícia e vê-se na paisagem”

  1. é mesmo excelente! – não só para manutenção e desenvolvimento como forma profiláctica da desertificação nas zonas mais desfavorecidas. e os olhos, conluio com a alma, também agradecem muito.

    (só gostava que actualizassem o site. pelo que vi, não vi tudo, a informação mais recente data de 2011)

  2. cara eleitora ohbimba, tomei nota da sua sugestão e já dei ordens para que sejam afixadas cópias dos cheques em autedóres a edificar nas explorações contempladas com o bodo à lavoura. mais informo, que o último conselho de menistros aprovou a inclusão de uma foto da kiduxa ohbimba nos referidos altidóres, como medida profilática no combate ao míldio precoce e na divulgação do tóççinho nacional. a bem da nassão, aççumpção cricas, menistra dos parolos rurais, reaccionários & bimbalhada em geral.

  3. pois é olinda,nessa altura ainda deve ter sido elaborado pelos socialistas.a reviravolta na paisagem deveu-se aos socialistas com a construçao da barragem do alqueva.com a direita o dinheiro da agricultura ia para jeeps. com os socialistas foi para a construçao da barragem do alqueva,tão combatida pela direita e os seus aliados habituais! convem falar baixinho pois cavaco pode ouvir! ele não gosta de enterrar as botas na terra regada!

  4. Soberbo, mas mesmo soberbo o comentário de Ignatz; pela sua espantosa síntese e pela sua cruel verdade! Vamos ver mais uns brutos jipões de grande cilindrada a circular por aí! E o povoléu… ouve e come!

    A propósito, deixo aqui um excelente mail que há pouco recebi! É um pedaço de um discurso de Cícero (o autêntico!) no senado romano:

    Citando Cicero ( 42 A.C. )

    Há 2055 anos, antes de todos os Natais…

    “Uma nação pode sobreviver aos idiotas e até aos gananciosos, mas não pode sobreviver à traição gerada dentro de si mesma.
    Um inimigo exterior não é tão perigoso, porque é conhecido e carrega as suas bandeiras abertamente.
    Mas o traidor move-se livremente dentro do governo, os seus melífluos sussurros são ouvidos entre todos e ecoam no próprio vestíbulo do Estado.

    E esse traidor não parece ser um traidor;
    ele fala com familiaridade ás suas vítimas, usa a sua face e as suas roupas e apela aos sentimentos que se alojam no coração de todas as pessoas;
    ele arruína as raízes da sociedade;
    ele trabalha em segredo e oculto na noite para demolir as fundações da nação;
    ele infecta o corpo político a tal ponto que este sucumbe”.

    (Discurso de Cícero, tribuno romano, 42 a.C.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.