É escusado explicar-lhes

Paulo Rangel tem o apoio de Ferreira Leite, Pacheco, Vasco Graça Moura, Jardim, Morais Sarmento, Santana, Fernando Seara, Paulo Mota Pinto, Deus Pinheiro e António Capucho, entre outros cromos do refugo do cavaquismo. E, mesmo assim, insistem em dizer que o homem dessocratizante é o melhor candidato para derrotar Sócrates.

Não admira que tenham deixado o partido chegar onde chegou.

13 thoughts on “É escusado explicar-lhes”

  1. Val,

    Hoje aquando do confronto Lello-Guedes na AR, via-se na fila do fundo um Financial Times levantado e aberto e ás páginas tantas espreita por detrás do jornal o Pacheco, satisfeito e inchado, com ar de porteiro de empresa de segurança a ler a bola no café. Isto espelha ao que chegou o PSD. A absoluta falta de respeito por tudo e todos inclusive deles próprios.

    Abraço

  2. Ao menos valha-nos isso; enquanto houver sujeitos como, The Little Hands, o dia do juízo final está longe. O homem mais parece o mocho de Minerva; sai ao lusco-fusco, depois das coisas acontecerem; para se fazer notado, solta aqueles guinchos imbirrantes, que mais parece a coruja do val do soito, à caça de não sei o quê, mas quem os ouve, está vivo.

  3. Gosto dessa lógica do diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és. Faz-me lembrar outra personagem política (graças a deus, o país está cheia delas):

    – Charles Smith;
    – Rich Dattani;
    – Manuel Godinho;
    – Armando Vara;
    – Corpo administrativo da Universidade Independente

    e mais recentemente

    – Rui Pedro Soares!

    Não espanta que o país tenha chegado onde chegou! De facto, é só merda de uma ponta a outra do hemiciclo!

  4. …e ficámos a saber que só Pacheco Pereira, qual “porteiro de empresa de segurança a ler a bola no café” é que lê o jornal na Assembleia da República.
    Portanto, “Isto espelha ao que chegou o PSD. A absoluta falta de respeito por tudo e todos inclusive deles próprios”.
    Este género de comentários é próprio de quem nada tem para dizer, mas sente necessidade de se mostrar.
    Está bem, eu aceito o desabafo.

  5. A prova de que Rangel é o melhor antídoto contra a socratinice é o desvario em que andam,contra o homem,os socretinos de todas as bandas.Nem sequer reparam no flanco(nem na barraca)que estão a dar.

  6. Cada um deve comer daquilo que gosta.

    Se o P. P. D./P. S. D. gostar do tal Rangel, pois que se lambuze à sua vontade…

    Mas saibam desde já que esse homenzinho só chegará um dia a Primeiro-Ministro de Portugal quando o P. S. lhe opuser, como alternativa, alguém como o Poeta Alegre…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.