Duarte Marques, o político animal

Haverá temas mais importantes na actualidade. É possível. Mas também parece injusto não dar relevância aos frutos sumarentos da elite do laranjal. Duarte Marques pertence a essa elite. Representa-a com notoriedade e sucesso. Um dia será ministro. Por agora, recebe salário do Estado e escreve no Expresso. Que um político que tenha feito campanha e denúncias na Procuradoria-Geral da República para se levar a tribunal outros políticos por razões políticas seja convidado para ser parte do elenco comentarista do Expresso diz menos sobre esse fulano do que sobre o jornal que vê nele um valor a promover civicamente. Malhas que o império Balsemão tece.

Eis um naco do seu estilo escalabitano:

Decorrido que está o primeiro mês de liderança de António Costa como "chefe de fila" do Partido Socialista, o ex número 2 de José Sócrates revela já um belo currículo de gafes, erros cometidos e notórios recuos. Curiosamente, a melhor iniciativa que teve até agora foi a estratégia para descolar do "elefante no meio da sala" em véspera do conclave socialista. Revelando sangue frio, cálculo político e medindo bem todas as palavras, António Costa resistiu com dignidade a participar no "big brother" que tem sido o caso Sócrates. Pode dar uma bela aula de táctica, mas não de estratégia política.
Fonte

Daqui até às eleições, Duarte Marques sempre que se referir a António Costa colará algures no texto a estrela amarela do “ex número 2 de José Sócrates” não vá algum dos seus leitores, ou ele próprio, esquecer-se do crime. Igualmente será criativo nas metáforas, neste caso tendo optado por «”chefe de fila”», uma imagem que talvez remeta para o bucolismo da Volta a Portugal. E também deixará a sua chancela de especialista em táctica e estratégia. Este é o político que foi para o Facebook gritar “Aleluia” ao tomar conhecimento de que Sócrates tinha sido detido para interrogatório. Pensemos: que levará alguém com pretensões a ter uma carreira política a ir para o meio da rua festejar a detenção de um inocente e ainda se permitindo recorrer ao léxico religioso para enfatizar a sua alegria? Que se passará naquela cabeça? De que outros feitos será capaz às escondidas aquele que se expõe assim publicamente? Ou está doente ou estamos perante um retinto pulha, terceiras opções ficando excluídas. É esta inteligência que pretende dar lições de táctica e estratégia ao actual secretário-geral do PS.

E se bem o pensou, bestialmente o fez. Resolveu atacar Costa usando o bate-boca à volta do que o Memorando estipula, ou deixa por estipular, acerca da privatização da TAP. Isso leva-nos para uma sumária recordação do que esteve em causa.

Primeiro, Passos Coelho disse o seguinte no Parlamento:
"A privatização da TAP, que o doutor António Costa tanto critica hoje, era um dos objectivos inscritos no memorando de entendimento. Era uma privatização da TAP a 100%, veja-se até onde ia o neoliberalismo" em Maio de 2011, disse Passos Coelho.
Fonte

Costa contrapôs:
"Ao contrário do que diz o primeiro-ministro, o que estava no memorando de entendimento com a troika [assinado pelo PS] não era a previsão de uma privatização a 100% da TAP. Não, o que estava no memorando de entendimento era que a TAP só seria privatizada parcialmente e nunca na sua totalidade", garantiu António Costa.
Fonte

Um outro Costa veio em ajuda do Pedro:
"O Dr. António Costa tem produzido, desde que é secretário-geral do PS, um conjunto de afirmações de uma forma relativamente ligeira, o que leva a que depois seja confrontado com documentos que o desmentem. Ora, na página 8, no ponto 17, do memorando de entendimento original está assumido pelo Governo que o subscreveu, que foi o Governo do PS, a assunção do princípio da venda total quer da Galp, quer da REN, quer da TAP", disse Marco António Costa aos jornalistas hoje em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, Marco António Costa.

Entretanto, as leituras das diferentes versões do Memorando deixaram alguns confusos e os restantes a dar razão a Costa. O assunto parecia ter morrido com a mesma indiferença geral com que tinha começado. Não creio é que alguém estivesse preparado para o que o feroz carrasco de socráticos Duarte Marques iria conseguir acrescentar. Que é isto:

Privatização da TAP: Também neste caso ficamos esclarecidos que afinal o líder do PS só desmente aquilo que o Governo não disse, mas ao mesmo tempo confirma que Passos Coelho diz a verdade. Confuso? Nem por isso. António Costa apelidou o governo de fantasista ao afirmar que o Memorando de Ajustamento que Sócrates assinou com a Troika referia uma privatização parcial da TAP. Pois é! Precisamente o que o Governo está a fazer. Foi precisamente isso que Passos Coelho confirmou no debate quinzenal, ou seja, alienar uma percentagem da empresa. Mas António Costa critica o Governo por fazer aquilo que ele próprio defende e que está no memorando assinado pelo governo de Sócrates. Isto promete. Ficava bem pedir desculpa e assumir o erro.
Fonte

Duarte Marques quer que Costa peça desculpa pelas mentiras de Passos Coelho e Marco António, mentiras que o próprio confirma terem sido ditas pela liderança do seu Governo e do seu partido. Esta força da Natureza dá sinais de estar destinada a um futuro glorioso. Não sei é se teremos em Portugal palha suficiente para alimentar o animal.

20 thoughts on “Duarte Marques, o político animal”

  1. A TAP imediatamente substituida por quaisquer low cost.

    Para as nossas ambições coloniais, não precisamos mais da TAP imperial de Salazar, armados em importantes quando já nem no acordo ortográfico temos opinião.

    Que não haja mais a greve da próxima Páscoa e do próximo Agosto e a seguir do outro Natal como à 40 anos os emigrantes e turistas têm aguentado.

    Dada o povo ainda lucra e muito.

  2. Eu não sei se esse marques é um político animal ou se é só um animal. Porque quem defende uma privatização nos moldes em que está a ser feita, sem se conhecer o caderno de encargos nem se conhecerem os interessados e com toda a obscuridade possível, só pode ser uma besta.

  3. Tem que se dar um desconto ao gajo que se excita muito com os homens de Mação. E um governo que come com o Ministro das Finanças da Troika sabe lá o que é uma empresa estratégica para o país. E o pior é que até já o Gaspar pediu desculpa aos portugueses…

  4. e o político animal já contratou alguém para lhe pôr as vírgulas no texto ou é preciso reabilitar as novas oportunidades para o ajudar a distinguir o sujeito do predicado? que grunho, meu deus…

  5. O gajo é realmente uma aberração! Mas não é escalabitano: embora natural do distrito de Santarém (outra aberração, desta vez geográfica), o animal (político!!!!?) é conterrâneo de Carlos Alexandre: nasceu em Mação. Logo, estlilo é maçanico.

  6. Falem, falem, que ainda o vão ver como PM. Foi assim que o Passos Coelho chegou lá. No PSD é assim: quanto mais bronco, mais ministeriável.

  7. “… seja convidado para ser parte do elenco comentarista do Expresso diz menos sobre esse fulano do que sobre o jornal que vê nele um valor a promover civicamente. Malhas que o império Balsemão tece.”

    E diz menos sobre as malhas que o império Balsemão tece do que o mano costa, jornalista avençado.
    Com as falcatruas do BES nasceu o banco bom e o banco mau e imediatamente na família surgiram os espírito santos bons e o espírito santo mau.
    Também com a chegada de António Costa a SG do PS e candidato a PM logo surgiu o costa mano mau frente ao espelho a perguntar: espelho meu, espelho meu, diz-me, há alguém melhor do que eu?

  8. nem fazia deia da existência dessa bichesa. mas sei que no universo da palha vai tudo dar ao mesmo: não mexer uma palha; dar palha; por dá cá aquela palha. e claro, é essencial o aspirina partir amiúde a palha. :-)

  9. Que o gasto de palha já assume custos verdadeiramente astronómicos, colossais como dizia o outro, entra pelos olhos dentro até do mais cego dos mortais.
    E continua a aumentar.

  10. e o Pinto da Costa ao beija mão do 44 … que jogo de espelhos e semelhanças tão gourmet !

    Portugal no seu melhor e a Casa D`Evora dos Segredos ao rubro.

    será que o Pinto lhe vai levar fruta ?

    vai haver palhaços na festa de natal das Prisões ?

    E o Costa já lá foi ?

  11. Já não falta muito tempo para apenas ter no boletim de voto, como alternativas: Nunos Melo, Duartes Marques e Marcos António Costa, de um lado, e Isabeis Moreira e Raqueis Varela , do outro. Se não há um valente safanão na política portuguesa esta merda acaba.

  12. Essa de Pinto da Costa e do Barbas, Sócrates não é chamado para este comentário, devem ter ido ao “meu querido Alentejo” ao som de Luís Piçarra, não a das papoilas saltitando, mas aquela, Eu não sei que tenho em Évora.

  13. Este Duarte Marques, de Mação, é realmente uma completa besta. Um primário que os jagunços do PSD utilizam de forma descarada. Reconheço que é desta massa que se fazem os Passos , os Marcos e os Relvas, esses que tão bem se dão com o Portas Corleone. Mas é a nós que compete evitar que Portugal volte a sofrer tamanho desastre. Se o voto é a arma do povo, se a arma é para abater inimigos, então vamos usar a nossa arma com todo o rigor e coragem.

  14. É o tipo natural de Mação e nem deixou passar despercebido ao exclamar “Aleluia! Mação não dorme!”. A notícia saiu num pasquim que não recordo mas o moço apagou depois o post do seu facebook. Terá sido pressionado pelos seus companheiros de partido? Não gosto de políticos incoerentes e este revelou-se. devia ter assumido o que escreveu e apagar só lhe ficou mal umavez que já tinha sido “fotografada” a sua página e publicada num jornal

  15. TOBIAS, ainda estamos num Estado de direito, pelo que, tal como diz, compete-nos a todos acabar com este tipo de palhaçadas e abusos de poder. Super magistadros, super presidentes, super qualquer coisa não podem existir num estado democrático. Não podem.

  16. Adelino Ferreira, tenho acompanhado este caso horrorizada, quantos mais não haverá que não chegam ao nosso conhecimen to? Qualquer leigo, ao ver a reconstituição do crime, perceberia que o rapaz não era o assassino, só a PJ não percebeu e o tribunal também não. E ainda não está livre…
    Tenham medo, muito medo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.