Dominguice

Quem é que teria apostado numa vitória da Arábia Saudita, selecção que ocupa a 51ª posição na classificação da FIFA, contra a Argentina, 3ª selecção mundial e vinda de conquistar a Copa América no ano passado? Mas imaginemos que havia um maluco que apostava algo valioso nesse resultado impossível. E que vamos falar com ele ao intervalo, dizendo-lhe “Podes recuar na aposta. A Argentina está a ganhar, tem uma equipa cheia de vedetas que jogam nas melhores equipa internacionais, tem o Messi, e a Arábia Saudita só tem jogadores desconhecidos que jogam na Arábia Saudita, parece uma equipa de amadores. Aceitas desistir?”. Enquanto o maluco ficava pensativo, prestes a resignar-se à bondade oferecida, fazíamos nova proposta: “Que tal trocares essa aposta por outra onde a Alemanha está a ganhar ao intervalo, também por um golo marcado de grande penalidade, e no fim ganha o Japão?” Ao que o maluco, indignado, responderia “Mas vocês pensam que eu sou maluco?!”.

Não sabemos se o maluco realmente desistiu da sua aposta ao intervalo, vendo a Argentina a 45 minutos de despachar um grupo de coxos. Sabemos é que o futebol pode iluminar a essência de existir. Isso de o destino ser uma questão de sorte.

2 thoughts on “Dominguice”

  1. percebo nadinha de futebol, olha que carago, mas sei que a sorte do meu destino é uma questão de iluminar o existir na essência sem fazer intervalos.

  2. qual sorte? o que os tipos têm de aprender , por isso perderam , é que desvalorizar o adversário , favas contadas , pode dar em grandes derrotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.