Dominguice

A escola ensina-nos a ser inteligentes? A família ensina-nos a ser inteligentes? As empresas ensinam os trabalhadores a serem inteligentes? Não, não e não, apesar do sim, sim e sim. Sim, porque qualquer forma de socialização é ao mesmo tempo um processo de aquisição de informação e treino de comportamentos adaptativos, factores que aprofundam e aumentam a inteligência. Mas não porque a inteligência não equivale exactamente ao acrescento de informação e à adaptação a um qualquer meio. Informação errada não gera conhecimentos válidos, por exemplo. Informação correcta não gera conhecimentos aplicáveis, sem método. E conseguirmo-nos adaptar a um meio racista, xenófobo e fanático implica a destruição da inteligência própria.

O que nos ensina a ser inteligentes é a inteligência – ou seja, a consciência da nossa insidiosa e tirânica ignorância.

7 thoughts on “Dominguice”

  1. És tu Valupi! Tu é que nos ensinas a ser inteligentes! Obrigado, oh! grande catequizador das massas (e não estou a falar de esparguete)!

  2. as pessoas nascem com diferentes qualidades , algumas nascem mais espertas que outras , algumas correm mais que outras , umas nascem assim outras assado , é preciso é deixá-las ir para o lugar adequado , porque , à parte os psicopatas ( que nascem avariados – sendo que a cena da medicina deixar nascer qualquer um , muitos dos quais jamais nasceriam por vontade da Natureza , fez com que estejamos a viver a civilização mais estúpida de sempre ) todos são necessários como são em algum lado.
    a civilização mais estúpida de sempre , a que cortou os laços dos cidadãos com a sabedoria , com a ideia de Deus e com a filosofia e que forjou umas trelas , através de ecrãs , com a propaganda e publicidade , deslocou os cidadãos que nasceram com determinadas qualidades para lugares onde nada têm a fazer , só porque estava na moda irem para lá ,mas que não nasceram , de todo , para aquilo. e pronto , seja o que Deus quiser , porque isto não vai acabar bem para o homem branco. é possível que morra , e por suicídio.
    é uma sorte nascer numa família e andar numa escola que não te façam estúpido e que te dêem armas para sobreviver numa sociedade estúpida.

  3. está bem , não percam a esperança , pode ser que haja um novo Renascimento que abomine os “especialistas” e promova ” holistas ” com os pés bem firmados na Terra , que , não sei se estão lembrados dado viverem na artificialidade , é , por enquanto o nosso único habitat.

  4. Ó Val é só para dizer que o dia 8 de Maio é o dia internacional do burro. Estás a gastar o teu latim para quê?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.