14 thoughts on “Do valente valete”

  1. esse texto é uma vergonha e acaba a dar razão ao epiteto pide feminista que o Valete lhes atribuiu. Porque sugestão de criminalização de obras artísticas não é nada subtil. Que venha de alguém que já tentou criminalizar o piropo torna a coisa menos surpreendente mas não menos abominável. Que venha de alguém que defendia o manifesto SCUM, então é de ficar de boca aberta pela completa hipocrisia e falta de noção.
    Como não vale a pena listar aqui exemplos de obras valiosissimas com exactamente os mesmos problemas apontados pela robbespierre de serviço à canção do Valete, vou so deixar aqui uma letra da banda Blondie (de quem sei que a autora gosta particularmente) para ver se depois alguém me dá uma opinião sobre ela nos comentários:

    “Rip Her To Shreds”

    (Hey! Psst PSST! Here she comes now.)
    Oh, you know her, would you look at that hair
    Yeah, you know her, check out those shoes
    She looks like she stepped out of the middle of somebody’s blues

    She looks like the Sunday comics
    She thinks she’s Brenda Starr
    Her nose job is real atomic
    All she needs is an old knife scar

    Yeah, she’s so dull, come on rip her to shreds
    She’s so dull, come on rip her to shreds

  2. resumo : “quem tem cu, tem medo” . a net até aquela coisa de “se me acontecer qualquer coisa dá á bófia esta carta, ou diz à bófia que foi fulano” mudou : agora fazem-se postas e replicam-se, isto é que é evolução.

    não se aguentou à bronca, a queixinhas.

  3. ó jp, acha mesmo que atirava pedras e não esperava que mandassem de volta ? ou que me escudava num pseudo estatuto e ficava chateada por não respeitarem a condessa ex 1ª dama ? e desatava a fazer queixinhas públicas ? se tivesse medo ia à policia,discretamente, ponto. e não sou racista, se essas pessoas têm canções culturalmente diferentes das minhas, pois é lá com eles , não são deficientes mentais para eu ter de os educar na linha que gosto.

  4. e nem sabia quem era o valete e agora sei : é um tipo ” é formado em Ciência da Comunicação e especializado em Marketing” e canta ….. esperto, há-de haver mais gente que fique curiosa , talvez venda mais umas músicas. e esta , hem?

  5. Essa tal de Fernanda C. quis dar importância ao tal de “valete”, que, pelos vistos, é rapaz violento . Os tais de que ela gosta. Agora tem a resposta. Talvez tenha aprendido qualquer coisa. Ela que peça ajuda ao Mamadou, que tem bom cabedal. Fica tudo em família.

  6. Pois. Uma grande vale(n)Tia.
    Mas tratar energúmenos proto-criminosos como “artistas” é no que dá.
    Sempre ouvi dizer que “quem se deita com meninos, acaba sempre mijado”.
    De igual modo, “quem se deita com bandidos, pode acabar aleijado”.

  7. a jpferra parece defender uma sociedade em que ela é que decide quando é que se faz queixa na policia e quando é que se faz justiça pelas proprias mãos.
    será só nela que se perde a ironia daquilo que critica na musica do Valete?
    E quanto aos exemplos de obras com o mesmo “incitamento” à violência, nada? é um pormenor?
    quando é que acusamos o marylin manson de ter inspirado columbine, malta? ou será que defendem os tiroteios nas escolas?
    enfim…

  8. De que é que o texto da Câncio está a falar? Quem é Valete? Que entrevista deu ele à Câncio?
    Não percebo nada disto.

  9. Já agora, não há uma palavra de censura para a actriz no vídeo? Foi obrigada? ou julgaria estar a participar numa campanha da APAV?

  10. ó pá, o valete comunica mesmo bem : “Pronto irmãos, é para perceberem que muitas dessas feministas mediáticas, elas estão-se a cagar para a luta das mulheres. Querem essencialmente mediatismo, levantar a bandeira do feminismo para conseguirem fazer eventos, associações e viverem à custa do dinheiro dos nossos impostos”, conclui o músico.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.