Direitopatia

É uma doença do foro neuro-ético. Os neuréticos sofrem de alucinações políticas selectivas. Acreditam que Sócrates andou aos envelopes por causa do Freeport. Ia para hotéis, esplanadas e tascos sacar o caroço aos bifes. Picavam uns petiscos, bebiam umas bejecas, palitavam as favolas, coçavam os colhões, arrotavam, peidavam-se, riam alarvemente e passavam pequenos envelopes castanhos debaixo da mesa para que não ficassem salpicados pelo molho dos caracóis. Foi assim que Sócrates conseguiu comprar o tal apartamento aos mafiosos, embora com desconto mafioso, como a TVI, o Sol e o Zé Manel nos andaram a explicar ao longo de 9 meses. Ao mesmo tempo, os neuréticos não encontram nada de errado nos sucessivos negócios ruinosos onde o BPN se meteu, negócios que envolvem a fina-flor do PSD e subsistemas de poder onde o partido tem a sua base sociológica de apoio. Dizer que se está perante uma colossal máquina de lavagem de dinheiro, e que algum desse dinheiro pode estar relacionado com negócios de armas a uma escala internacional, e que esse banco era protegido por aqueles que sempre se insurgiram contra os limites impostos pelo Estado à sua actividade ou que a tudo assistiam caladinhos sabendo da tripa-forra, eis algo que não faz qualquer sentido adentro do quadro clínico da direitopatia.

Prognóstico muito reservado.

13 thoughts on “Direitopatia”

  1. certeiro Valupi! Mas não os subestimes, os brandos costumes em Portugal são de esquerda, a direita vem de uma tradição que alimentou a guerra colonial, a pide, os exílios e sei lá que mais. São ratazanas implacáveis. Agora os gatos dão conta delas se lhes der para aí,

    (tenho andado calado pouco gato de fora porque há alturas que parece que o que é melhor é debater-me silenciosamente contra os monstros, ao menos dá nuvens e Portugal arde pouco)

  2. ah grande Nik as coisas tramadas que tu sabes, mas és corajoso pá, como é que se poderia limpar esta nafta bolorenta? Posso amandar um feitiço de biodegradação, mas já estou mesmo a ver que volta para trás que eu sempre fui gamado em boomerangs,

    talvez oxigénio,

    árvores amigas a hora é vossa: a força da folhagem, vir, virens,

  3. é de facto uma campanha violenta contra uma só pessoa, campanha que conta com um arsenal bélico nunca antes visto, desmesurado. e perante isto somos obrigados a colocar a questão clássica: somos ou não um país com futuro quando ter futuro significa capacidade de mudar. mas qualquer governante que queira implementar mudanças será enxovalhado quotidianamente. ora perante isto o que os governantes fazem é não governar. e sócrates, com os seus nervos de aço, ousa governa, tendo contra si um coro imenso de cães raivosos, desde a tvi e demais media, até à direita ranhosa, desde a esquerda fossilizada até às corporações estabelecidas, desde os adversários no seu próprio partido até ao silêncio comprometedor dos seus próprios apoiantes. por isso digo que se o sócrates porventura se fosse embora e se outro para lá fosse, mesmo do ps (e aqui, val, divergimos), isso seria uma séria machada no futuro desta velha nação.

  4. Val é assim que os aniquilha. Estes comentários deviam de serem diários para essa direita ranhosa saber o que os espera. Vão soltar o Oliveira e Costa porque o homem estava a pôr a pessoas gradas de Cavaco em risco. Quero vêr os pasquins do Público, Expresso, Sol e o Correio da Manhã, o que vão dizer sobre isto, se fosse ao contrário lá ia o Carmo e Trindade.

  5. está aqui o que eles querem, e o que estavam habituados que tivesse de suceder, pois claro com chernes e tubarões é assim, a manela fazia-lhes logo o frete e ainda ganhava algum, lá para Londres que é mais seguro.

    entretanto os cabrões do BPP ameaçam com ‘guerra civil’ se não forem indemnizados também.

    PS: Valupi, eu não vou para o Brasil por medo desta corja mas se lá me alapar é por causa de um amor que tenho desde miúdo por aquela gente, que não me larga aliás. A casa já foi.

  6. Há uns tempos que J Sócrates deixou de governar. Ou é governar permitir que um tal Ministro da Justiça vá inaugurar um Campus da Justiça, aliás excelente, apenas quando tem a certeza de que 80% dos juízes e procuradores já abalaram para férias? Aliás, é um Ministro que anda escondido há 4 anos a ver se sobrevive… E não é que vai sobreviver?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.