Derrelictos — Telmo Correia

competencia.jpg

Se há algo de que Lisboa precisa, sem margens do Tejo para dúvida, é de competência. Porque a competência é aquela coisa que serve sempre para alguma coisa. A competência tanto pode ser discreta como espalhafatosa, mas é invariavelmente eficaz. A competência alcança, realiza, faz milagres. E a competência tem essa graça acrescida de ser imune à incompetência. Nem todos terão competência, diz-nos o candidato no acto de anunciar a sua posse. E agora é com o eleitor, e é tudo muito simples: acaso não seria útil ter na Câmara a equipa da competência?

12 thoughts on “Derrelictos — Telmo Correia”

  1. A gravidez embaraça-me (una para nuestros vecinos) porque ficamos gordas que nem baleias (et une pour les français qui utilisent le mot “grosesse”).

  2. No problemo, claudia. Para mim, toda a freguesia é bem-vinda; até aquela que veio por engano!

    (se quiseres, mudo-te a bagagem para o andar de cima)

  3. estão com aquelas carinhas a rir de quê? parece que estão a olhar indulgentemente para um grupo de crianças traquinas.

  4. O gajo da esquerda está apalpar o rabo da gaja de cabelos compridos, que está a enfiar o dedo no cu do telmo, que está com um sorriso que parece o joker do batman

  5. Se a competência usasse blazers azuis e sapatos de vela poderíamos, antes de no CDS-PP votar, fazer recrutamento de competentes no baile de debutantes

  6. esclarecimento adicional: estou a falar da de óculos claro, não é da Caeiro – à esquerda do Telmo em sentido próprio, e metonímico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.