Dardo de Ouro

Em Janeiro deste ano, expressei a minha resolução em levar o nosso amigo Manuel Pacheco a tornar-se blogger. De imediato me esforcei em não mexer uma palha nesse sentido, entregando aos deuses da blogosfera a responsabilidade de tratar do caso. Em Julho, deu-se o divino parto: Coisas que podem acontecer

Agora, um dos portugueses que me enche de orgulho por ser meu patrício, Osvaldo de Castro, teve a graça de nomear o novíssimo blogue na sua escolha para o Prémio Dardos. É uma merecida, e instantânea, consagração.

A história do nosso amigo Manuel Pacheco, interessado em aprender e dominar as novas tecnologias de comunicação, vencendo as naturais inseguranças da exposição pública, ganhando calo na desvairada e selvagem interacção no meio digital, é a prova de que podemos ser um país de jovens. Tenham eles a idade que tiverem.

10 thoughts on “Dardo de Ouro”

  1. Val:
    Não tenho palavras, já de mim o esforço é grande para qualquer comunicação, mas ainda mais com os mimos que me presenteia. Há pessoas que não conhecemos e talvez nunca se venha a conhecer que sentimos uma simpatia fora do vulgar. É como sentirmos que estamos entre família. Aliás há amigos que representam mais que muitos familiares.
    Mais uma vez obrigado e vou fazer hiperligação para o meu blogue.

  2. edie, embora o primeiro post seja de 23 de Novembro, ficou convencionado que o aniversário é a 25. Mas, no que toca a receber parabéns, todos os dias do ano são bons…

  3. Aos Aspirinicos:
    Há dias agradeci ao Val pelas referências e palavras que me dirigiu. Sabe bem ouvir ou ler palavras reconfortantes. Hoje dirijo-me à Edie, ao ⅀, á Madsol, aos Reis e tantos outros que sempre tiverem palavras de ânimo e carinho para que eu desenvolvesse os comentários e textos.
    Numa roda de amigos uma pessoa perde a timidez e com a ajuda da vossa experiência algo se aprende.
    Água mole em pedra dura tanto dá que até fura. É o que vai acontecendo comigo.
    O saber não ocupa lugar.
    Obrigado a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.