3 thoughts on “Dante’s Inferno”

  1. a estética é fabulosa, concordo. O resto é o costume. Muito mais inteligente foi o Malthus, pastor anglicano, que apesar de ter avisado sobre as causas das catástrofes ligadas com a pressão demográfica (e a pegada ecológica, esta expressão não se usava ainda no entanto) teve a coragem de declarar que o Inferno não existe, porque não faz sentido tal desperdício de energia por parte de Deus, condenando os homens sem remissão.

  2. Impressionante sem dúvida, mas ultimamente dou por mim agarrado a este novo conceito a que chamam Abstract Games, vale a pena explorar, é diversão garantida e ainda exercita uma quantidade considerável de neurónios.

    http://www.playauditorium.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.