Dá que pensar

Sondagem da Eurosondagem para o mês de agosto mostra que o PS está no ponto mais alto desde as eleições do ano passado, enquanto o PSD se encontra no seu valor mais baixo.

PS a um ponto do PSD

__

Não. O que a sondagem mostra é que apesar de enganados e empobrecidos, insultados e diminuídos, os eleitores continuam a preferir o PSD ao PS, o CDS ao PCP e ao BE. Parabéns à direita decadente, porque esta situação desafia a nossa capacidade de entendimento. Especialmente quando olhamos para o Governo e vemos a categoria intelectual e moral da dupla Passos-Relvas, o bluff Gaspar, o inenarrável Álvaro, o ausente Paulo, a venenosa Paula, a banalidade medíocre de Ministros sem voz e um elenco de fanáticos e chungosos no Parlamento cujo supremo representante é esse martelo pneumático de nome Carlos Abreu Amorim.

Hipóteses explicativas:

– Não há eleições no horizonte, pelo que nada há neste momento para escolher nem se sente a necessidade de expressar intenções de voto de protesto.

– A direcção do PS não faz oposição, limitando-se a esperar pelo ciclo eleitoral, e os deputados do PS que fazem oposição são vistos como personae non gratae pelos actuais dirigentes socialistas.

– PCP e BE continuam com as mesmas cassetes sectárias, preferindo promover a irracionalidade nos seus eleitorados e barricando-se na recusa ao diálogo com o PS.

– O PS não tem qualquer órgão de comunicação social que ofereça uma interpretação da situação política nacional e internacional de acordo com o seu ideário. A direita domina a comunicação social, possuindo instrumentos de constante perseguição e calúnia como o Correio da Manhã e o Sol e uma legião de jornalistas e comentadores engajados, figuras sórdidas como o Crespo ou super-vedetas como o Marcelo, permanentemente a difamarem políticos socialistas e a manterem simplismos demagógicos e populistas ao serviço dos interesses da direita partidária.

– PSD e PS, apesar de comungarem de um fundo acordo quanto ao modelo de regime que defendem, são radicalmente diferentes na sua praxis. Enquanto o actual PSD corresponde a um agregado de individualidades para quem a política é apenas um jogo de feira onde a batota é a única regra que deve ser respeitada, no PS há um sentido de dever cívico que impede a exploração dos mecanismos do medo e da calúnia como estratégia eleitoral.

Neste contexto, que podem fazer aqueles que calhem não conseguir aderir às propostas dos partidos existentes mas, mesmo assim, não desistiram de Portugal? Podem fazer o que lhes der na gana, como sempre. E podem pensar. Pensar mais um bocadinho. Pensar noutras coisas. Pensar só faz é bem.

43 thoughts on “Dá que pensar”

  1. Precisamos, pois, de um sistema eleitoral diferente, que permita mais partidos entrarem na Assembleia e assim reduzirem as luzes e a ribalta aos artistas dos 5 partidos do sistema.
    Vejam o que aconteceu na Madeira, quando se mudou o método de Hondt para “Círculo Eleitoral Único”. Até o AJJ quase perdia a maioria absoluta. Num novo sistema eleitoral, de círculo unico, 10 partidos teriam assento parlamentar, novas caras, ideias e projectos, mas isso seria contra o Stablishment e os 5 partidos do sistema nunca deixariam que isso acontecesse sob pena de começarem a perder visibilidade e… maiorias.

  2. Pena é que não haja “Pensar” em comprimidos, de preferência genéricos, para se poder massificar o seu uso. Aqui a Aspirina ajuda, mas infelizmente apenas uma minoria. A maioria continua a “pensar” ser mais cómodo chutar para a veia drogas bem mais tóxicas, ainda que lhe saiam mais caras e provoquem efeitos secundários extremamente desagradáveis.

  3. oh césar! já tivemos disso há uns anos, mas se calhar não eras nascido, a bagunça era mais que muita, não havia estabilidade política e os governos eram eleitos sem o anterior ter governado com os resultados para a economia que temos memória. já existem partidos a mais, a fusão do bloco com o pcp seria um bom contributo para a clarificação da política portuguesa.

  4. A hipótese mais provável, não foi considerada: os portugueses têm pouca consciência cívica e não se interessam pela coisa política. É a falta de cidadania que explica o desinteresse e a apatia generalizada. Depois, não se queixem…

  5. Val no seu Pst,esqueceu-se de mencionar o cão de fila, que foi treinado para perseguir,quem acha, que Pinto de Sousa foi um bom PM.

  6. Esta sondagem não tem nada de espantoso: é apenas uma expressão do eterno retorno do mesmo centrão «democrático» e «reformista» de sempre. E, sendo assim, o que não se entende é o espanto por parte do Valupetas, alguém que sempre defendeu que o lugar «natural» da governação é o centro. Porque, como já dizia «o seu mestre» Aristóteles, é no centro, ou no meio termo, que está a virtude. Assim, enquanto as sondagens mostrarem esta tendência «natural» e «virtuosa» para o rotativismo entre passistas e sousistas podemos estar descansados com a direcção e sentido da governação.
    Como «diria» o mestre Aristóteles, o centrão é a substância politica em que PSD e PS desempenham o papel de acidentes, e as pequenas variações das sondagens apenas nos revelam o dinamismo inerente à passagem da potência ao acto. A questão a colocar é, portanto, a seguinte: que acto final (que «motor imóvel») é este que está subjacente a estas mudanças e variações no centrão? Basta analisar a praxis politica e ideológica iniciada pelo Pinto de Sousa, para se concluir, logicamente (como diria o Aristóteles), que o acto final em causa, para que se tende, é o neoliberalismo puro. Pinto de Sousa era um Passos em potência; e Passos é um Pinto de Sousa em acto. Resta-nos, como «muito bem» diz o Valupetas (seguindo as recomendações aristotélicas), pensar. Porque é na contemplação intelectual do neoliberalismo realizado, deste bem último, que reside a felicidade. «Pensar só faz bem»…
    Mas duvidar, como diria, o critico do aristotelismo, Descartes, ainda faz melhor. Duvidar e suspeitar das soluções e análises apresentadas pelo Valupetas é meio caminho andado para superar a mediocridade intelectual que foge da critica e do questionamento do pensamento dominante, desse pensamento realizado com o Passos e potencializado pelo Pinto de Sousa. E foge porque reproduz e assume como seu esse «ideário» em processo de realização, restando-lhe, naturalmente, apelidar os «adversários» de «decadentes», «venenosos», «banais» e «fanáticos», ou, porque não, de feios, obesos e de mal vestidos.
    Quando se foge à critica do substâncial, resta a «critica» do acidental, como diria, uma vez mais, o mestre do Valupetas. E restam «hipóteses explicativas» que não explicam nada, mas que apenas se fixam em aspectos secundários e relativos ao marketing e à propaganda. Para o Valupetas quase tudo se resume às calúnias que uns fazem, e que outros rejeitariam fazer. Até esta sua forma de «explicar» a realidade politica e as suas evoluções mostra o quanto o seu «pensamento» não consegue pensar para além do mediático e do circunstâncial e imediato. E assim, realmente, a sua incapacidade de entendimento vai continuar a ter muitos desafios intelectuais estimulantes pela frente…

  7. CS, camarada, explica lá à gente onde é que o socras foi igual ao passos. Terá sido na lei legalização do aborto e na lei que permite os casamentos homossexuais? Ou terá sido na distribuição de computadores a todas as crianças, ou venda de portáteis a 1/3 do preço no programa e-escola? Ou na grande melhoria de condições de trabalho nas escolas, hospitais e repartições públicas? Ou talvez no investimento em investigação e na educação em geral? Ou no ensino do inglês na primária,computadores de ultima geração e banda larga nas escolas ou seja na grande aposta na Escola Pública. Ou no complemento solidário para idosos? Ou na auto estrada de trás-os-montes. Ou na instalação de fibra óptica e banda larga por todo o país, mesmo em pequenas vilas e aldeias? Ou na aposta no investimento público para combater a crise e deixar estruturas ultra-modernas como o novo aeroporto e o TGV? Vá lá diz-nos onde é que viste o passos defender estas coisas. E não me venhas com palavreado erudito e grandes filosofias que eu fiquei pelo liceu. Sê simples e mostra as semelhanças, as politicas claro que das outras já todos sabemos.

  8. eduardo j, ambos aumentaram impostos, reduziram despesa social, fecharam hospitais e escolas.Queres mais do que isto?

  9. O que eu vi o Pinto de Sousa fazer foi: uma revisão da legislação laboral no sentido de mais precariedade, quando tinha prometido o contrário; uma alteração do sistema de pensões que se traduz na redução das reformas futuras para menos de metade do valor que têm actualmente; cortes nos subsidios de desemprego ao mesmo tempo que este aumentava; fechamento de escolas e centros de saúde por forma a dispensar o maior número possivel de profissionais da saúde e de professores contratados; aumento de impostos, quando prometeu não os aumentar. A razão para estas medidas era só uma: baixar um défice contrário à sustentabilidade das finanças públicas, como o discurso dominante (passista ou sousista) não se cansa de repetir. As actuais politicas do Passos Coelho são, como está à vista, um aprofundamento destas medidas aprovadas e executadas pelo Pinto de Sousa.
    Depois, como qualquer tecnocrata de segunda linha, vivia deslumbrado com o «modernismo» do mundo tecnológico e com o mundo do «empreendedorismo capitalista». Se os seus cortes anteriores revelaram a sua mentalidade anti-social, a sua visão para a economia consistia em fazer parcerias e negócios com interesses privados, revelando uma mentalidade neoliberal da gestão da coisa pública. Daí todos esses projectos a envolverem computadores, TGVs, aeroportos, estradas, e empresas como o Sá Couto, a Mota-Engil, os Mellos, Espiritos Santos e quem mais couber. E digo mentalidade neoliberal porque o que o movia não era qualquer justiça ou desenvolvimento social, mas sim o desenvolvimento dos negócios privados, que depois, como dizem os filhos do Adam Smith, só podem resultar num beneficio para toda a colectividade.
    O Pinto de Sousa não era politico nenhum, era um vendedor-da-banha-da-cobra, sempre à procura dos holofotes e desejoso de ser reconhecido como um grande gestor, que é como se apresentam os Mexias, os Bavas e por aí fora. Era, portanto, um Passos Coelho em potência. Porque os Passos Coelhos em acto, ou de facto, já nem precisam desses negócios todos para obterem o mesmo reconhecimento. Basta-lhes consumar a mercantilização e privatização de todas as esferas da sociedade.

  10. Para quem ainda vive no sonho dos amanhãs que cantam, qualquer desvio a essa total e cega visão ( chamemos-lhe ponto zero) será sempre para a direita, pois para o outro lado só há uma parede.
    Assim é fácil fazer-se passar por esquerdista, pudera, tudo o que não concorde com o zero situa-se á direita deste…
    Com gente assim nem vale a pena argumentar, é tempo perdido.

  11. Pois é, ds…
    O que eu vi foi: Muito do que o Eduado referiu e um pouco, confesso, do que tu falas. No entanto, na minha modesta opinião, nada se faria ( ao contrário de ti, acho que muito de bom foi concretizado), na primeira maioria absoluta do PS e após várias do PSD, sem o assentimento de alguns dos consolidados donos de Portugal. Mas, para estes, não era o suficiente, por isso o Bloco e o PCP ajudaram a estender a passadeira vermelha aos lacaios do neo-feudalismo.
    Para estes treinadores de bancada, que só são bons porque não estão lá, ( não tenho dúvidas de que se corromperiam facilmente) só eles representam a verdadeira Esquerda, por isso é preferível que o País seja destruido pela direita do que sofrivelmente governado por um “Centrão”.
    Bem sei que nunca irão assumir a merda que fizeram, é melhor manter a pés juntos que são “farinha do mesmo saco” e assim capitalizar mais uns votitos dos desesperados, n’est ce pas?

  12. “Para quem ainda vive no sonho dos amanhãs que cantam, qualquer desvio a essa total e cega visão ( chamemos-lhe ponto zero) será sempre para a direita, pois para o outro lado só há uma parede.”

    Gato vadio, isso uqer dizer que a liberalização e a precarização são as soluções?Afinal parece que o psd está correcto ahaha

  13. o Nuno da Camara, afinal tem razão. O cão de fila voltou a atacar.Tem que ir ao Psi,ou então tratar com urgência o “dono” que ninguem sabe quem é….

  14. Gato vadio, o que tens a fazer, para não dares o tempo por perdido, é seguir a recomendação do Valupetas: pensa e contempla (à «esquerda», claro) o neoliberalismo presente, actual, e realizado. Esquece os amanhãs, e por isso qualquer mudança, e vive intensamente os hojes e «faz o que te der na gana». Principalmente este, excelente e profundo, «o que te der na gana»…

    —————-

    Vieira, ninguém vai capitalizar mais votinhos nenhuns. A sondagem mostra isso mesmo: o eterno centrão permanece idêntico, quase imóvel, e portanto estamos chegados ao ponto ideal, ou perfeito, aristotélico-valupeta. E só me estás a dar razão: os donos de Portugal encontraram no Passos uma realização e actualização do que já estava implícito no Pinto de Sousa, e que só os tipos de «visão cega», como diz o outro, é que não conseguem perceber. A grande merda é essa, e enquanto não assumires isto é evidente que vais continuar a dizer que a passagem da potência ao acto se deveu ao PCP e ao Bloco. Que inocência…

    ————

    Anónimo das 20:10, e tu és o cão de fila de quem? Do Valupetas? Se sim avisem o Valupetas que um caniche não defende ninguém…
    Já o da camara, que ficou escandalizado com os meus «insultos» noutro post, caíu em si mesmo e decidiu «transmitir maus valores aos seus filhos»…

  15. O centrão é ditado pelo povo.Se a extrema esquerda quer chegar ao poder, só tem uma solução: chamem a policia!.15 % de votos nas eleiçoes não dá para esse tipo de sonhos!ainda vão conseguindo algumas vitorias nas votaçoes,graças ao voto do Ps.as bandeiras que Louça hoje reivindicou, sou tambem bandeiras do pinto de sousa e do ps. a direita, como é igual ao ps, votou contra na esmagadora maioria dessas bandeiras da esquerda.O pcp nos costumes, ou vota contra, ou vai timidamente a reboque, votar a favor.peço desculpa por algum erro de ortografia ou de construção da frase.

  16. RR : Acho que não leu bem as minhas palavras porque de facto não foi isso que eu escrevi. No entanto é livre de tirar as conclusões que lhe apetecerem, mesmo as disparatadas.

    Ds : Já pensei, arduamente , e continuo a achar que este neoliberalismo actual é bem pior que o anterior ( do pinto de sousa como prefere). Como julgo que não sou estupido, entre o mau e o muito mau, sempre prefiro que a coisa fique pelo mau. O esforço de tentar mudar para bom será sempre menor se não insistirmos em nos pôr em situação ainda pior.
    Infelizmente foi o que aconteceu com a ajudinha da “esquerda”. Se essa esquerda não soubesse o que ai vinha, até se podia compreender. Mas sabiam-no. Até avisaram , com todas as forças que tinham. Entre impedir que o mau se tornasse pior e lixar a vida ao pinto de sousa já se viu o que escolheram.
    Sabe qual foi o resultado ? O costume : quem se lixou foi o mexilhão.

  17. Gato vadio,eles sabiam quem vinha a seguir! e era mesmo isso que eles desejavam! ver o ps morto, ou reduzido a metade,mais uma boa subida das suas percentagens era otimo para eles, e para os trabahadores como se está a ver! terem o velhinho principio “do quanto pior melhor” no terreno era o seu objectivo. lixaram-se, principalmente o albergue espanhol de sua graça bloco de esquerda,cuja importancia no parlamento está mais proxima do partido fundado pela zita seabra (os verdes) do que do velhinho pcp,que mesmo praticamente varrido no seu alentejo lá ve vai aguentando cheio de maleitas,graças à hipocrisia eleitoral do sorridente geronimo de sousa. na alemanha estes capangas não existem,disseram-me, de viva voz quando lá fui em serviço há muitos anos,que a democracia era para democratas. o nosso POVO é bom, e por isso não lhes cobra de uma vez por todas estas malfeitorias.na oposição tambem se governa e o PCP que o diga…pois já colocou varias vezes a direita no poder com o seu voto na assembleia.

  18. O que mantenho é que existe diferenças substanciais entre as politicas de Sócrates e as de Passos seja a de um ter apostado em serviços públicos universais nas áreas da educação, saúde e segurança social enquanto que esta governança tenciona entregar tudo isso à iniciativa privada originando um aumento de oportunidades. Ainda ontem se falava na queda de 22% nos transplantes efectuados pelo SNS. Seja a de um apostar no investimento público para combater a crise e a de estes apostarem na mão-de-obra barata e legalmente enfraquecida.
    Claro que perante a crise foi preciso aumentar impostos e cortar algumas despesas mas isso foi feito com sentido da proporcionalidade. Qual a alternativa?
    Claro que o Magalhães beneficiou a Sá Couto , as estradas foram entregues à Engil mas teria sido melhor criar uma empresa pública para fabricar os ditos e outra para abrir as estradas? Essa empresas privadas ganharam dinheiro, pagaram impostos que contribuem para sustentar aquilo que é fundamental, o estado social. Sócrates não foi e o PS nunca será a favor do modelo soviético, nem do cubano ou norte coreano. Angariar dinheiro e redistribui-lo de modo a favorecer os mais necessitados chama-se social democracia ou socialismo democrático. Ficámos com uma sociedade justa como herança de Sócrates. Nem pensar. O que os números dizem é que todos os indicadores do estado social melhoraram muito nesses seis anos. E agora estão a inverter-se.
    Eu gostei da banha da cobra.

  19. Gato vadio, já pensaste, mas pensaste mal, pois não seguiste as regras lógicas que o mestre do Valupetas estabeleceu. A conclusão a que o teu pensamento chegou foi a de que os responsáveis por termos a governação que temos é dos partidos que nem valem 15%. Repetes a teoria inocente e desresponsabilizadora do Vieira, e de todos vós, segundo a qual a passagem da potência ao acto, ou, de acordo com as tuas palavras, a passagem do «mau» para o «muito mau», se deveu à ajudinha da esquerda. Mas tu próprio refutas esta teoria ao dares como certo que antes do «muito mau» existiu um «mau», que lhe preparou e abriu o caminho (digo eu). O que te esqueceste de mencionar, portanto, foi a ajudona do Pinto de Sousa para a governação actual ter o sentido que tem. Até porque, mesmo que o Pinto de Sousa não se tivesse demitido, mais ano menos ano lá teriamos o seu irmão gémeo no poder para dar continuidade ao seu mau trabalho.
    Depois, é porque te dás por satisfeito com o «simplesmente mau» que as coisas só podem piorar. É que quando o PS voltar ao governo (para dar continuidade à rotatividade do centrão) o «muito mau» que foi feito vai passar a ser aquilo que para ti já só é «simplesmente mau», e nessa medida não vais exigir qualquer mudança no rumo que as coisas tomaram. E não vais porque, como já nos disseste, tu não és daqueles tipos que sonham com amanhãs melhores, ou amanhãs que cantam. Tu és um homem que aceita o presente e a realidade como ela é. É que já assistimos a este filme com o Pinto de Sousa: prometeu rever a «muita má» legislação laboral do Bagão Félix, mas, quando chegou ao governo, não só aceitou o «muito mau» como o transformou em «muito muito mau» (que passou a ser «simplesmente mau», para o Gato Vadio).

    PS: Não me digas que essa tua conversa do «mau» e do «muito mau» era irónica, porque se era essa a tua intenção tenho que te dizer que mostraste uma «grande incapacidade para fazer passar um texto como ironia».

  20. «O centrão é ditado pelo povo», diz a Maria Rita. Precisamente, rapariga. Então por que é que te queixas? Por que é que tu, e outros «cães de fila» como o da camara, acusam os «sociais-fascistas» de terem colocado a direita no poder? Quem está no poder é o centrão e quem o colocou lá foi o povo! Tens toda a razão.
    Vivam os partidos «democratas» do centrão e a Alemanha democrática da Merkel! Porque a «democracia é para democratas», como o Pinto de Sousa e o Passos Coelho (que para além de democratas são reformistas). Se não existissem «sociais-fascistas» era certo que não viviamos nem no «mau» nem no «muito mau». Malditos, que «só fazem malfeitorias»…

  21. O Pinto de Sousa apostou na Educação, na Saúde e na Segurança Social?! Não! Apostou foi na propaganda para passar essa ideia. Porque as ditas «reformas» do vendedor-da-banha-da-cobra nessas àreas consistiram em, precisamente, diminuir as despesas. Mas, claro, na propaganda do Pinto de Sousa o que se pretendia era «racionalizar», «optimizar», o funcionamento dos serviços públicos. Um discurso que o próprio Passos Coelho utiliza quando fala em eliminar as «gorduras» do Estado e «privilégios». O discurso é praticamente o mesmo, porque as políticas também são praticamente as mesmas.
    A verdadeira razão para as sondagens serem o que são é, por isso, apenas uma: o povo sabe, de facto, que não há diferenças entre ter um Passos ou ter um Pinto de Sousa, e por isso só altera o seu voto quando o idêntico parecer diferente. Como a governação do Pinto de Sousa ainda está na memória das pessoas, as pessoas não vêem razões para alterarem o seu voto. Com o passar do tempo o idêntico vai parecer diferente, e então o governo muda e dá-se o tal eterno retorno do mesmo centrão de sempre: da tal «social-democracia», ou não fosse o PSD o «partido social democrata».

  22. ds:
    Se calhar estou a dar-te demasiada importancia, mas enfim…É mais fácil rebentar uma parede com os cornos, do que arrancar-te uma conclusão mais construtiva. Agora, imagina o que foram as tentativas de negociação do Sócras com os teus amigos…

    “Vieira, ninguém vai capitalizar mais votinhos nenhuns….”
    Dã?! Agora dizes isso mas, se calhar, não eram as continhas que se faziam quando andavam cheios de pica, nos tempos de antena alargados que os mérdia lhes concediam.

    Então as manifs com centenas de milhar de borregos, onde é que elas andam agora?

    “E só me estás a dar razão: os donos de Portugal encontraram no Passos uma realização e actualização do que já estava implícito no Pinto de Sousa,”
    Desculpa? Então tu preferes proporcionar a “realização” porque te dá asco o “implícito” e achas que eu é que te estou a dar razão?
    Só podes ser parvinho.

  23. se não houvesse diferença entre passos e socrates, os direitolos como tu não entravam em parafuso quando se fala de socrates. é tudo igual, mas o que te dói verdadeiramente é o socras ser diferente e a canalha do psd andar desmantelar o estado social e a vender ao desbarato o património aos amigalhaços. estas são as evidências que queres esconder por falta de coragem para assumires a merda que o psd vai fazendo. são sociais democratas, mas é da treta, herdeiros do bolor salazarista e das primaveras marcelistas que a coberto do nome social democracia se mantiveram no poder até hoje pela gratidão dos filhos das sopeiras e motoristas do estado novo.

  24. Ó Vieira, tu tens um défice intelectual que depois projectas nos outros. Primeiro, eu não proporcionei nada, porque, ao contrário do que tu «pensas», eu não tenho qualquer obrigação de apoiar o teu querido líder. Tu, e os idiotas como tu, é que proporcionaram o «acto Passos Coelho», pois apoiaram um tipo que preparou, potencializou, e começou a construir o sentido da governação actual. Passos Coelho é o fruto nascido da árvore plantada pelo Pinto de Sousa e regada pelos idiotas como tu. Percebeste ó idiota, ou nem assim chegas lá?

    _____________

    Ignoratz, agora não te posso atender. Quando acabar de comer a tua mulher, vou pensar no assunto….

  25. Ds, não vale apenas falar com gente que no poder esqueçe que o povo tem direito a exprimir o seu sentir nem que seja só de 4 em 4 anos. a velhinha cantiga de que a leste não havia eleiçoes por que a liberdade e as condiçoes basicas estavam satisfeitas afinal era o que se viu.pobreza e luto.há alguma zona do mundo onde se viva melhor do esta que a europa que virou à direita também graças aos votos dos ex. comunistas? não me agrada o que se está a passar nesta UE, tutelada por uma ex comunista,ainda traumatizada!mas tenho a certeza, que estavamos muito pior se estivessemos a ser governados por gente com o teu perfil politico e psicologico.és um fundamentalista que não aprendeu nada com a historia recente.Eu lamento as derrotas do meu clube,(sporting)mas para não ser derrotado, não vou acabar com o campeonato.Peço-te desculpa pela deficiente prosa.

  26. Maria Rita, a historia reente que aqui conta mesmo é a de 2008:pessoas como tu que se renderam ao fundamentalismo de mercado e aos banqueiros, e foram lixadas por eles.Em 1989, caiu o muro deles, e em 2008 caiu o teu muro

  27. Maria Rita, fundamentalista és tu: não perdes o hábito de vomitar cassetes atrás de cassetes. Já te disse: no passado vomitavas a cassete estalinista; agora vomitas a cassete anti-marxista. És uma merkel traumatizada em potência…

  28. É só mais esta e vou p’rá praia:

    Já me tinha esquecido que estava a falar com esta besta. Depois admiram-se que haja violência.
    Se malta deste género chega ao poder, ’tá tudo fodido,… só eles é que sabem.

    Um filho da puta destes, só à cachaporra.

  29. Vieira, tu não te esqueceste que estavas a falar comigo. Tu esqueceste-te é que sofres de Alzheimer, e depois projectas nos outros a tua personalidade de filho da puta e besta. Ou também não percebes isto?

  30. .RR,eu rendi-me ao fundamentalismo do mercado? os bancos e os mercados já vêm do tempo do fascismo. o 25 de abril não acabou com eles porquê? alguem quiz faze-lo? eu como não tinha dinheiro para pagar a minha casa na totalidade recorri ao credito bancario e pedi o valor que achei suficiente.aceitei os juros propostos e assim paguei a casa, que hoje me permite uma situação mais desafogada por não ter que pagar rendas ao senhorio.O que não fiz foi querer ter no inicio da minha vida, tudo que tem gente rica, ou já quase no final de uma vida de trabalho.sempre fui sensata.para concluir: portugal é dos paises da europa em que há mais pessoas com habitação propria!.graças a muito juro bonificado suportado pelo estado. Aviso: vou uns dias de ferias.espero que no meu regresso o ambiente já esteja mais saudavel e tolerante.boas ferias para todos os que ainda não as gozaram e têm felizmente possibilidades de o fazer.

  31. maria rita, e também causaram o buraco económico em que o mundo todo está perdido, porque aos bancos permitiu-se lhes tudo!

  32. Ds,se o Julio de Matos ainda estiver a funcionar,não passes por perto,pois eles à distancia topam logo o teu problema, e vão para cima de ti, já com o colete de forças.Se te queres prevenir compra o livro com o seguinte titulo: como me tornar um doente mental.Tem cerca de 60 70 paginas.Vais ver a utilidade que vai ter para o teu caso..Eu não estranho o teu comportamento sabes porquê? conheci muito gajo como tu e que passaram para o campo oposto! e outros procuram hoje um novo rumo para a sua vida politica, ao assinarem a petição para o congresso das novas esquerdas a realizar a 5 de outubro. São às dezenas de nomes vindos do ultimo reduto da liberdade e justiça social.Mandaram o seu dono dar uma volta e deixaram de ser caes de fila que é efectivamente o papel que tão bem o exerces. termino dizendo-te novamente: não me ofende quer quer.

  33. é verdade,estou de acordo contigo.Há que acabar com esses procedimentos atraves de uma maior regulaçao. RR se a UE tivesse feito, o que parece querer agora vir a fazer através do bce, os mercados estavam a xuxar no dedo e a europa não estava assim.

  34. Ó da camara, doente mental és tu, esquizofrénico para ser mais preciso. Começas por acusar os outros de escreverem comentários insultuosos (o que para um tipo que não se ofende facilmente é «estranho»), e a primeira coisa que sai da tua cabecinha em resposta ao post do Valupetas é apelidar-me de cão de fila.
    És mais um a projectar-se nos outros e a alucinar, pois esse teu comportamento é típico dos cãezinhos de pavlov. Ainda eu não tinha feito qualquer comentário e já estavas tu a ladrar. Estás a conseguir reconhecer este teu comportamento de idiota, ou a tua incapacidade para ler coisas com aspas ou sem aspas continua?

  35. Alem de maniaco depressivo,és mentiroso.Compra o livro pois pode esgotar.vou repetir o nome: como me tornar um doente mental.Uma boa recuperação se ainda fores a tempo.

  36. Mais um com Alzheimer!
    Disse o da camara noutro post: «A sua resposta a valupi que não conheço,foi taõ insultuosa». E, neste post, ainda eu não tinha escrito nada, e o mesmo atrasado mental disse: «Val no seu Pst,esqueceu-se de mencionar o cão de fila».
    Está desvendado o mistério para a tua incapacidade para leres e compreenderes as coisas: és tão idiota que nem sabes aquilo que tu próprio dizes.
    Obrigado pelos desejos de boa recuperação, porque eu em relação a ti não posso dizer o mesmo, já que és um caso perdido.

  37. Ds,a doença de alzheimer, é o mesmo diagonostico que fazes a quem já não tem pachorra para te aturar.até nesta obsessão és maniaco.escolhe outra para variar . O teu odio a josé socrates é tanto, que nem o nome consegues pronunciar, e por isso vais buscar os apelidos para tambem meteres no mesmo saco os primos e o tio. és um cão de fila perfeito.levas o teu papel mesmo a sério! eu sou um caniche e por isso não defendo ninguem (palavras tuas) tu és um dog argentino.continua e começas a ter ração melhorada. Não deixo de te recomendar o livro ” como me tornar um doente mental ” não te esqueças, a doença detetada numa fase precoce ainda pode ter cura.Adeus DS, até qualquer dia.Como amo a liberdade,e não estou comprometido com ninguem a não ser com a verdade,vou ao congresso das novas esquerdas.Aparece.para nos reconhecermos, leva a coleira propria para um dog argentino.eu não me importo de levar a do caniche debaixo do braço.Nota: foi através deste livro que recomendo ao ds, baseado em comportamentos e sintomas, relatados de uma forma diferente, como o titulo indica,que um colega de emprego detetou a doença do filho.

  38. Ó atrasado mental, ainda não reparaste que tudo aquilo que dizes que eu sou se aplica a ti na perfeição? Que esses teus «diagonosticos» (sic) não passam de projecções de um idiota, que se esquece do que afirma, e que nem sequer compreende o que diz?
    Acusas os outros de insultarem, e os teus comentários estão recheados de insultos.
    Acusas os outros de serem cães de fila, e os teus comentários não passam de reacções pavlovianas de um cãozinho socretino que ladra mesmo antes dos outros comentarem.
    Acusas os outros de serem mentirosos, e o único mentiroso aqui és tu, ainda que tenhas a desculpa do teu atraso mental e intelectual.
    Acusas os outros de serem maníaco-obsessivos, e recomendaste-me quatro vezes a leitura do teu livrinho de cabeceira preferido.
    Acusas os outros de terem ódio ao Pinto de Sousa, mas a tua fidelidade canina (ou o teu amor condicionado) ao teu dono é que te impede de fazer qualquer análise crítica à sua governação. E, por isso, ladras, ladras e ladras…
    Bye, bye, béu béu.

  39. Este blog é um must………quem não é aspirina toca a fusilar com comentários de quem se diz democrático!!!democracia, vou ali e já venho quando o cartão rosa der!!!!!!!!!Concordo com um dos comentários!!! “a hipótese mais provável, não foi considerada: os portugueses têm pouca consciência cívica e não se interessam pela coisa política. É a falta de cidadania que explica o desinteresse e a apatia generalizada. Depois, não se queixem…”

  40. A tua sorte! é que o teu dono, não te pôs o chip no lombo,para o podermos identificar.temos suspeitas!mas, para os democratas não chegam tem que haver provas.

  41. Peninha,é precisamente o contrario.Há aqui gente que se preocupa mais com os ausentes e que estão na oposiçao, do que quem está a governar e como o está a fazer.Estou de acordo consigo quando fala da falta da cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.