2 thoughts on “Da cobardia e da coragem”

  1. Belo? Estou sem palavras. Sinceramente, não conhecia a Aspirina nem a Isabel do Jugular, e tenho que admitir que possuirão dos melhores textos que a rede nos vai oferecendo. Eu também escrevo sem ambições estéticas pois o talento não me encontrou nessas paragens. Mas tenho sim vontade em oferecer um pouco do que vou sabendo sobre arquitectura em http://www.projectos-arquitectos.blogspot.com Já agora peço-vos que o visitem pois não me parece que muitos o façam e se o apreciarem já me ajudarão bastante se o anunciarem na vossa extrordinária lista. E, por favor, não deixem de me surpreender com o rigor e a subtileza do comentário sobre a actualidade que, se em muitos outros blogs não passa de um conjunto de banalidades, neste ganha os contornos de elegância e conteúdo. Felicidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.