Costa, o protector dos coitadinhos dos profs

PS admite suspender prova de avaliação dos professores

Não terei esse problema, pois não votarei PS nas próximas legislativas, mas imagino que uma boa parte daqueles 1.568.168 bravos que em 2011 deram a sua cruzinha aos socialistas não ache graça nenhuma a este eleitoralismo tão básico e tão nefasto.

Caso tal se confirme e esse propósito apareça inscrito no programa, ainda mais extraordinária ficará a memória de Maria de Lurdes Rodrigues, verdadeiro oásis de exigência republicana para com a escola pública.

78 thoughts on “Costa, o protector dos coitadinhos dos profs”

  1. que carago. como se fosse ilegítimo avaliar os conhecimentos e as competências de quem é pago para ensinar – os mesmos que se opuseram valentemente à atribuição de conhecimentos e de competências a adultos com uma nova oportunidade na vida. Costa: vai-te foder!

  2. li agora que a protecção, quero dizer a caça aos votos, aos reclusos também está na mira. vamos rever o significado de castigo e de privação. :-)

  3. Eu vou votar PS, porque a alternativa é Passos/Portas, já que as esquerdas radicais se recusam a ir para o governo. O meu país tem de ser governado e eu prefiro um PS coxo do que uma direita tresloucada, imbecil e desumana. Pelos vistos, estes facto não comove nem demove Valupi. No fundo, o nosso amigo Valupi também alinha pelo “oito ou oitenta”. Bem sei que o Costa não é Sócrates, mas é muito melhor para nos governar que Passos/Portas. Isto, apesar das burricadas que vai debitando, como esta de acabar com a avaliação dos professores, que se destinava, com Maria de Lurdes, a fazer com que os melhores fossem reconhecidos e remunerados como os melhores, a bem da escola pública exigente, já que dispendiosa, mas ao serviço de todos. Carissimo Val, reconsidere. Vá lá, em nome da escola pública. Por outro lado, enquanto lhe faço este apelo, não estou a ver, mesmo nada, como este Costa mole perante a dureza extrema de uma direita imbecilizada pode fazer alguma coisa de jeito. Não merecerá, sequer, o benefício da dúvida, depois do excelente trabalho que fez na Cãmara de Lisboa?

  4. Que ânsia, que precipitação em atacar o António Costa que parece ser o inimigo principal de Valupi, e não só, ao dizer, repetir, que não vota PS. Não votar PS é, neste caso, como votar contra o PS a favor da direita. É o que sempre faz o PCP, como no caso do PECIV. O que lhe aconteceu Valupi?

  5. O valupi sabe que não sabe se a avaliação dos professores consta do programa do PS, mas já sabe encaloradamente que não vota PS. E também sabe que não votando PS, vote ou não no que quer que seja, está a favorecer a direita. O que lhe aconteceu Valupi?

  6. tanto quanto me lembro, o ps foi o único partido que apoiou e não foi de forma consensual a avaliação dos professores, portantes deduzo que o senhor valupes vai votar em branco seco especial (bse) ou será que se abtém de dizer asneirolas para mais tarde recordarmos.

  7. Digo o mesmo que disse em 2009, ano em que igualmente não votei PS. E o que digo é que Portugal precisa que o PS ganhe, isso é inquestionável, mas não com o meu voto.

    Quanto à notícia que comento, ela remete para um período de avaliação até se chegar à elaboração final do programa. Nesse sentido, esta como todas as outras medidas e propostas apresentadas estão sujeitas à discussão. Consta que a democracia fica bem servida com esse exercício do confronto entre diferentes ideias expressas em liberdade.

  8. “E o que digo é que Portugal precisa que o PS ganhe, isso é inquestionável, mas não com o meu voto.”

    o professor pardal anda a estudar a fórmula de ganhar eleições sem recorrer a votos, mas não sei estará disponível para estas eleições.

  9. Sou completamente a favor da avalição profissional, desde que seja honesta e competente.
    Maria de Lurdes Rodrigues é das maiores figuras políticas do Portugal democrático. Admiro-a.
    Porém, o projecto de programa do PS está em discussão. Não é? Discutir é uma coisa, lançar anátemas é diferente. Os adultos não podem comportar-se como as crianças no recreio : não jogo mais contigo.
    Acompanho este blog e aprecio a vivacidade (não a procaria dos insultos dos comentários) e frontalidade, mas hoje, Valupi, discordo completamente da sua atitude. Sabe, eu que sou ateia, acredito que completa harmonia e sincronia deverá existir apenas entre os anjinhos do céu.
    Oh, Valupi, francamente!

  10. Ó Valupi, o que está a dizer é que embora saiba que Portugal precisa de ajuda é incapaz de dar um passo para o ajudar. Vá lá Valupi, diga-nos o que lhe aconteceu.

  11. Mais do que a vitória do PS, o país precisa da derrota da actual coligação. É preciso agitar águas para não deixar acumular lôdo. Se o Valupi sabe como é que isso se faz sem recorrer a votos diga.

  12. É evidente que o INTELIGENTE NÃO VOTA PS nem ESQUERDA.

    Quanto aos profs portugueses, bem, alguns se forem bem avaliados, são considerados inidóneos por falta de competência. Uma certa figura de filosofia atrevia -se há tempos a riscar a expressão supra a e substituí-la com uma outra – «por cima». Uma outra figura de história, ria-se muito com o aluno, quando este um dia escreveu «a doutrina não é líquida».

    Interessante. Muito. Agora imagino o IGNARO Ignatezes a dar aulas… e a formar «gente»…

  13. Vou respeitar a opção do Valupi, como respeito todas as outras, mas não posso deixar de considerar a contradiçâo do Valupi: Portugal precisa de ser governado democraticamente; a democracia exerce-se através do voto efectivo (os abstencionistas são, em certo sentido, anti-democratas ou, em alterantiva, gente que se está cagando para a democracia); Valupi não vota PS; sem PS não há esquerda que aceite governar; logo, o Valupi faz, implicitamente, o apelo ao voto na pior direita que Portugal já conheceu. Se não é assim, Valupi, então como é? Para que serve o “voto de protesto”? Para provar que existe democracia formal? Depois do fascismo, um dos piores inimigos da democracia é o exercício do voto de protesto e do voto abstencionista. A democracia está a pagar com um enorme descrédito esta brincadeira do voto de protesto e do abstencionismo. Talvez esteja mesmo a chegar ao fim o tempo das democracias tal como as fizemos até hoje.

  14. De facto, convencer-se de que é preciso o PS ganhar, mas afirmar que não vota nele, é do mais incongruente e insensato – tem todo esse direito, até em ser inconscientemente perigoso à democracia, visto que é um bloguista em que os socialistas acreditavam e a favor da justiça ao Sócrates – como sempre foi socrático por aqui. É que não está a falar com uns amigos à mesa do café ou em casa, está a perante uma audiência larga e por isso a influenciar, quer se consciencialize ou não, uma larga maioria de concidadãos facilmente influenciável, como se vê, até, nalguns comentários a este post, que vai obrigar-me, pela minha saúde mental, a não voltar aqui mais, apesar de outros bloguistas deste blogue merecerem o meu respeito!!!
    MCTorres – VIVA SÓCRATES, VIVA COSTA, VIVA O PS!!! ABAIXO O ESTADO E A JUSTIÇA TOTALITÁRIA a que este (des)governo) e PR nos conduziram!

  15. O PS não esgota as possibilidades do voto livre, parece-me. E não sou nem militante nem simpatizante do PS. Portanto, a cada acto eleitoral escolho consoante o momento político em causa. Em 2011 votei PS, mas não foi por causa do seu programa. Foi por necessidade de ter deputados que me defendessem do que aí vinha. A nossa Isabel Moreira, por exemplo, tem sido exemplar nessa defesa do que mais importante há para defender num Parlamento tomado por uma direita decadente e punitiva.

    Agora, em 2015, e sendo previsível a vitória do PS, não há essa necessidade como factor primeiro. Assim, prefiro valorizar com o meu voto outras opções. Enquanto o PS não assumir de frente a reforma da Justiça, problema que para mim é o mais grave do regime, não merecerá o meu voto. Isto porque era sua obrigação fazer esse combate. Não pretendo ser cúmplice dessa cobardia ou desse desprezo para com um dos mais fundamentais pilares da comunidade.

  16. Eu também não sou PS. Nem simpatizo com Costa. Até penso que é mole e vai ser trucidado em pouco tempo. É muito medroso. Aceita, por medo, muito medo, sem o dar um murro na mesa, que, em ano eleitoral, todas as TVs generalistas, na sua emissão de canal aberto, só nos servirem Morais Sarmento, Marques Mendes e Marcelo! Três monstros do mesmo PSD. Intolerável, e o medroso cala-se, com medo dos jornalistas merdosos aos serviço dos patrões todos direitolas até ao tutano. Este Costa medroso até pode sair derrotado. Quando o país precisa tanto de alguém com coragem, sai-nos “isto”! Mas eu não tenho melhor por onde escolher e que aceite governar. Costa cala-se perante a perseguição política de que é vítima o seu partido. Em 2002 foi Ferro Rodrigues e a sua Direcção , hoje é o ex-PM Sócrates, preso para servir de espectáculo e galhofa, em ano eleitoral, encobrindo a gigantesca corrupção que grassa nas hostes da direita. Fizeram o BPN, pagou o PS; fizeram o BES, paga o PS. E Costa cala-se. E pensa que sacrificar, deste modo, a justiça em democracia, vai conseguir outra coisa que não seja mais uma machadada na democracia.

  17. Lucas Galuxo, não conheço nenhum partido que assuma de frente a reforma da Justiça, embora quase todos, se não forem todos, falem nisso de alguma forma. Porém, o mais comum é essa temática ser explorada em contexto demagógico e/ou populista.

    Quanto à minha recusa de voto no PS, ela nasce do reconhecimento da sua importância fulcral para o regime democrático. É por causa dessa responsabilidade histórica que não admito tamanho absentismo político perante uma problemática que nos prejudica moral, económica, cívica e politicamente de formas tão calamitosas. Por exemplo, não concebo como é que um partido de poder aceita manter uma situação onde há pessoas que passam anos e décadas, outros uma vida inteira, sem terem conseguido a reparação na Justiça a que tinham direito por isto ou por aquilo. É que nem sequer se discute o assunto a nível partidário.

  18. Valupi! O luís amado manda-te fazer esta figura?!!!
    Maria Abril, deixe de ser naïve, as preocupações do val, não são as suas.

  19. As faculdades não ensinam uma linha. Lá,todo o bicho careta passa,desde que pague as propinas,não interessando a raça, género ou espécie do animal. O examezinho do prof. Crato, oriundo dessas escolas, tira as dúvidas? O Crato fez exame? Provando estar habilitado para a função ministerial?

  20. Maria Abril, o PS não pode fazer nada no caso Sócrates, como não pôde no caso Casa Pia, pois além de ter telhados de vidro, tem os media todos contra. Estas farsas só são permitidas à direita que controla na totalidade os media. E ainda paga a palhaços como o feijoadas que andam aqui todo o dia.

  21. “…E o que digo é que Portugal precisa que o PS ganhe, isso é inquestionável, mas não com o meu voto.”
    “…E o que digo é que Portugal precisa que o PSD e o CDS ganhem, isso é inquestionável, mas não com o meu voto.”
    Ó Val, não achas que é a mesma coisa? O que é que te deu para entrares em contradição?
    Não será melhor reforçar a votação no PS e depois exigires aquilo que queres exigir quando eles forem governo com uma maioria folgada?
    É que utilizas exactamente o mesmo tipo de argumentação que os comunistas e os bloquistas utilizaram quando derrubaram o governo do Sócrates.

  22. Eu vou votar PSD, para que o PS não ganhe.
    Não quero que os responsáveis pelo sofrimento deste país e que nos levaram quase á bancarrota vençam. Não confio no PS, que sendo responsável pela desgraça do país assobiam para o lado, como se não fosse. Sendo responsáveis, deviam ter-se unido ao governo para fazer reformas importantes para o País. No lugar de fazer isso, só criticam criticam criticam. Nem querem falar de negociações. Para que? Se o que verdadeiramente lhes interessa é irem para o poleiro.
    Não tenho a chamada “memória curta”.

  23. Carlos Sousa, estás a confundir a estrada da Beira com a beira da estrada. O BE e o PCP derrubaram um Governo em funções de forma intencional, queriam ir para eleições. Isto foi declarado por Louçã e Jerónimo. Numas eleições, votamos programas e os seus proponentes. É nesse plano que se coloca a questão de decidir para onde vai o meu voto. Estou a falar do contrato que os partidos pretendem fazer comigo ao concorrerem a eleições.

  24. Meus caros, ai que me rio, mas rio mesmo. pois, então, o Joaquim rato a falar com ele próprio, e sempre com o mesmo tom e discurso. Daqui a pouco vem dar os parabéns à soi – même, lololol.
    Ó Rato, pá, atãoe, meu, num dizes que num me lês, hum? Tadinho do mariazito, bá, inbenta mais um niquezito.
    COMUNA, XUXA. VIVA SALAZAR e vivam os CARLOS ALEXANDRES do país que num têm medo de NADA.
    (Fogo, fogo, bocês já savem do arresto, hum? chama-se àquilo arresto preventivo? Sabem o que é? querem que bos explique.?..é que num benham os IGNORANTEZES por aí cum linques, tão a bere. Bá disponham. MARRECOS!)

  25. Val, a exibição da tua exigência para com o caráter dos políticos e respetivas bandeiras já não me surpreende. De quando em vez lá apareces a separar as águas, não vá alguém confundir-te com os sapos do pantanal que passam a vida a saltar de nenúfar em nenúfar atrás dos insectos que passam. É legítimo. Tá-se bem e viva a liberdade de expressão.

    Para teu desconsolo, muitos profs, independentemente de estarem a favor ou contra a prova de avaliação dos professores, vão votar no Costa, ou seja, no PS, muitos deles por convicção ideológica, outros por VOTO ÚTIL. E tudo porque os profs estão fartos e cansados desta coligação de direita conservadora e inculta que está a dar cabo disto tudo, inclusive da escola pública.

    Quanto à justiça, acho que podes dar um contributo precioso para o nosso Estado de Direito. Aqui vai a sugestão: pega no livro “Cercado” e denuncia o seu autor ao MP por violação do consagrado segredo de justiça. Não custa nada, podes fazer a denúncia através do site da PGR ou, se quiseres ter mais trabalho, desloca-te até uma esquadra da PSP. Faz esse ato de cidadania e verás que te vais sentir muito melhor, mais autêntico.

  26. Ó IGNATZIA, faz o mesmo com o Sócrates, pá. Tás sempre a defender a honra do homem, ouve, linca-te aí à PGR e diz-lhe que a prisão preventiva é ilegal e já agora que não há nenhuma prova contra o recluso. Tá beie? oqueie.

  27. “Numas eleições, votamos programas e os seus proponentes. É nesse plano que se coloca a questão de decidir para onde vai o meu voto. Estou a falar do contrato que os partidos pretendem fazer comigo ao concorrerem a eleições.”

    … bem me queria parecer que tu só pensas na tua pessoa e nos teus interesses. Pois, se queres saber, eu voto no programa que, na minha opinião, melhor pode satisfazer os interesses da sociedade à qual pertenço. É a cidade, estúpido!

  28. Verdadeiramente, numbejonadamente, um aspecto muito positivo desta discussão é que ninguém ligou nenhuma à faladura dos dois provocadores que por cá passaram. Assim devia ser sempre.

  29. ignatzia, não tenho nada contra o consumo de vinho em doses homéricas, mas apenas contra se estar a teclar nessas condições. Ora, o livro “Cercado”, do qual apenas li um capítulo e do qual não tenciono ler mais nada a menos que me paguem, é baseado em entrevistas, diz o autor. Qual é exactamente a violação do segredo de Justiça que nele está escarrapachada?

  30. “Numas eleições, votamos programas e os seus proponentes. É nesse plano que se coloca a questão de decidir para onde vai o meu voto. Estou a falar do contrato que os partidos pretendem fazer comigo ao concorrerem a eleições.”
    Ó Val, eu posso confundir a estrada da Beira com a beira da estrada que isso não vai trazer mal nenhum ao mundo mas não achas que a tua visão redutora e egoísta pode trazer consequências para todos nós?
    O que é que adianta, neste momento, votar num partido da treta ou em branco?
    Sabes o que o Cavaco quer fazer se não houver uma maioria clara, e insistes em dispersar votos.
    Ó Val, por favor…

  31. Ó Manojas, tu és um nado velho, pal. Vê bem, a tua inveja da capacidade de outros é tal que te leva ao ponto de escreveres o que escreves. Olha lá: e depois? Quando não se liga, não se liga, nem se remata. Lol.
    O problema é que ligas e ligas de tal forma que te prestas ao gozo do momento. Manojas, és um IGNORANTEZES, mais um do mesmo, com um denominador comum – és sempre o mesmo. Desde que escaldaste a pila, ficaste mais irritadiço. Compreendo. Como gostas de links, descobre um que te ajude….
    Bá, baie inbentare ótro niqueneime, com este já num iscapas, pá…

  32. Ó meu caro Valupi, desculpará, mas sabe qual é o «ponto discutivel» na sua manifestação? É este
    «Portugal precisa que o PS ganhe, isso é inquestionável, mas não com o meu voto». Ou seja, I am not doing the dirty job, let others do it…

  33. Manojas, mai frende, e tue, enfias-te todo na carapuça, num é? marreco como és, basta uma saquito daquilo que promoves aqui, tás a bere? hum, tens uma linguagem muy feminina, pá…

  34. numbejonada, o dirty job que vejo estar a ser feito não é pelo PS, é contra o PS e vem de todos os lados. Ou estarás tão divertido a fazer de palhaço que ainda não reparaste?

  35. Val, acho que entendo o teu falar. Eu também reconheço a responsabilidade histórica de partidos como o PSD ou o CDS. Sou de direita, acredito na tradição, na autoridade, no patriotismo, na iniciativa privada, na desregulamentação, no empreendedorismo, nas instituições, não vou em revoluções,… Mas não posso aceitar uma direita representada por um grupo de traficantes de influências e joguetes partidários, Carreiras, Marques, Antónios, Melos e Coelhos, sem pensamento próprio, dispostos a dizer tudo e o seu contrário para ganhar votos. Acho imperdoáveis a irresponsabilidade e farsa de Março de 2011 e a conivência com a barbaridade do processo José Sócrates. Sou obrigado a votar num mal menor.

  36. Lucas Galuxo, não recomendo a ninguém que me imite. Recomendo é a todos que votem em consciência, livremente. O voto é único e intransmissível. Quando votamos somos o soberano na sua mais fundamental capacidade: decidimos em quem delegamos o poder político e, portanto, também o judicial dentro dessa inerência de corresponder à política o direito de fazer leis. Logo, o voto é absolutamente individual, próprio, pessoal. As razões que nos levam a votar, e a votar neste ou naquele, é que podem ser as mais díspares e desvairadas.

    Assim, fazes muito bem em votar como te der na gana. É o que recomendo a todos, começando por mim.

  37. Caso desenformes a cabeça da areia e pegues no livro, ou na revista à qual o jornalista pertence, poderás constatar que o seu autor não se obrigou à defesa do interesse público e/ou ao exercício de liberdade de expressão. Trata-se, pois, duma canalhice para faturar mais-valias a poucos meses de eleições, violando o segredo de justiça. É crime, pois! Um crime público que a PGR consente! Uma vergonha!
    Por exemplo, onde é que achas que o autor foi buscar informação com detalhe sobre “entregas de dinheiro” a Sócrates? Acertaste! Foi, direta ou indiretamente, ao processo da “operação marquês” que se encontra ainda em fase de inquérito e, por conseguinte, em segredo de justiça.

  38. Valupi, você tende a chamar palhaço a todos, esquecendo o real conceito de palhaço. Eu percebo, até percebo como você se contradiz em GRANDE e diverte ainda mais figuras como eu. Você quer que o PS ganhe mas que não seja com o seu voto… imagine, então, que o seu voto é essencial para a vitória, hey? Quanto ao que estão a fazer ao PS, conte lá, o que estão a fazer? Não me diga que os mauzões prenderam o bonzinho e está tudo ligado. Quer mesmo falar de palhaçada? Let´s do it. Primeiro, explique a sua posição, qual seja, o PS tem de ganhar, mas não é com o seu voto….Será que está a beber o licor correto? Trocadilhos comigo, não tem sorte nenhuma.

  39. ignatzia, então se estás tão bem informada, que esperas para ir fazer a tal queixa? Estás ainda aqui a teclar porquê? Achas que este é o blogue da PGR?
    __

    numbejonada, se queres entender a minha posição vais ter de te esforçar. E, mesmo assim, é muito duvidoso que lá chegues. Mas tenho uma novidade para ti: não gasto uma caloria a pensar no que te atravessa o bestunto. Sentes-te bem no circo? Serve-te à vontade.

  40. “numbejonada, se queres entender a minha posição vais ter de te esforçar.”

    até o bimbo, que não se acha palhaço, percebeu a tua tosse do ps ganhar sem votos e agora vens-te com kamasutra ideológico para um gajo que só conhece a posição broche ao regime.

  41. Enquando lia este post do Valupi, só me recordava dos muitos outros post em que ele, e muito bem, desancava a hipocrisia e o cinismo politico da “esquerda pura e verdadeira” a propósito do chumbo do PEC IV ! Porque seria ?

  42. Ensaiar uma resposta, Valupi ? Não me dou bem com nada que se pareça com proselitismo. Mas deixo-te uma confidência, se me permites. Tenho sessenta anos e nunca me casei. Sabes porquê ? Porque para isso precisava de duas garantias simultâneas: a virgindade da noiva e a eterna fidelidade da mulher. Como nunca as obtive, vou-me desenrascando com as mulheres dos outros . Capici ?

  43. Para quem tirou um curso de filosofia na universidade católica, não estás nada mal a defender os princípios republicanos da escola pública, sim senhor!
    Já pensaste se a montante é possível passar o crivo da exigência a candidatos à docência para evitar a humilhação da PAC? Já ouviste falar na profissionalização docente?
    Mas prontes, cristalizaste a MLR e daí parece não quereres sair.

  44. Certo, Valupi, tenho vários problemas. Um deles é ser um oportunista militante. É por isso que prefiro que outros cultivem as batatas que eu como ! Sujar as mãos na terra, “jamé” !

  45. O JRODRIGUES, o protótipo do que vive à custa….COMUNA. XUXA desviado.

    Valupi,

    Você adora ser um last wording guy. Go ahead. Circo? Pois quem faz o número? Você, meu caro. Mais: quando apanhado na contardição, é vê-lo, à bom português, passar ao argumento que utiliza. Macacos assim, papo eu no meu job…e aí sim, é fartar a risada.
    Lol! Conte, vá conte lá, como é que se quer que o PS ganhe, mas sem o (seu) voto? Traduzindo o seu especial bestunto para que os IGNORANTEZES percebam: «Eu quero partir o focinho ao gajo, mas alguém que o faça por mim»….depois é vê-lo dissertar ( figurativo) que fez e aconteceu e sugeriu e advinhou, que sabia que ia ser assim, que bem avisou, que já sabia etc e picos. Isso é o que você traduziu numa petite phrase, mon ami.

    IGNATEZe, pá, de blowjobs percebes tu e de tal forma és um expert na matéria, que só falas nisso, deves ter os beiços gastos e os dentes podres. Como falas muito em bimbos, deves estar rodeado deles, sendo tu um BIMBO de excelência eminentissima….devias aproveitar e aprender com moi.

  46. O ” Magistrado VIP” que monta guarda a estas caixas de cometários chama-me “XUXA desviado”.
    E deve ter razão! Desviado ou não, tenho uma caracteristica que os xuxas custumam reivindicar como sua: sou um gajo tolerante que tenta não confundir justiça com legalidade! Por exemplo: não é pelo facto dos ” Magistrados VIP” darem sobejas provas de nazismo militante, que defendo que sejam presos e exilados no Tarrafal ! Understood, ou tenho de fazer um desenho ?

  47. Valupi, caro amigo, o seu problema é não saber beber com classe. Depois dá-lhe para o desejo de vitórias sem o seu voto. LOL.

  48. Ó jRODRIGUES, ignorantezes. Ké que queres? vai chamar nazi ao teu penduricalho, tá beie? desde que escaldaste a pila e ficaste com as peles caídas, que essa coisa sim parece uma suástica em dó menor. cala-te. COMUNA. VIVA SALAZAR.

  49. Só me faltava agora esta? O Sr. Aspirina debita-nos aqui certas ideias e certas criticas e agora vem dizer-nos que não vota no PS? O Sr. Apirina no PCP não votará, agora como um Sr. coerente deve dizer-nos se vota no BE, no PP/CDS ou no PPD/PSD. Eu aprendi desde o Estado Novo, não sei se esse regime lhe diz alguma coisa, possivelmente só sabe pelo que ouviu e ouve falar dele, nós não tínhamos medo e assumíamos as nossas tendências politicas. Sr. Aspirina, não me diga que fará como aqueles que sabem em quem irão votar, mas depois dizem que não irão votar em nenhum partido politico. Bom, um Sr. com este blog tão importante, vê-se que o inimigo principal é o PS, porque à partida diz que não vota no PS mas poupa os outros partidos políticos. Eu ficarei sempre na duvida se votará no PP ou no PSD! Tenho a liberdade de pensar nisso, não é Sr. Aspirina? Que passe muito bem, porque para mim o Aspirina acabou. Vou transmitir essa sua ideia pública a todos os meus amigos!

  50. Meu caro amigo Valupi, em mim não votos tu nem ninguém porém, no teu excelente blog Aspirina tens influência no voto de alguns dos teus leitores, mas eu não tenho nada a ver com isso! A minha admiração foi tu dizeres que não votavas no meu partido de quem sou militante, mas ficaste nas meias “tintas”, porque disseste em quem não votavas mas não disseste em quem votavas. Isto é só um reparo, mas tens esse direito a 100%! Bom trabalho e um abraço…

  51. Como diz numbejonada, que não é nome de gente, é melhor pensar como os PPeidocas, para ficarmos só com pobres, o pau e a bandeira. De resto vai tudo!

  52. “… mas ficaste nas meias “tintas”, porque disseste em quem não votavas mas não disseste em quem votavas.”

    a coisa ficou em ir estudar os pugramas dos partidos concorrentes para votar conscientemente o que tiver propostas que lhe agradem. o costa não dá garantias e o programa do ps não lhe agrada, portantes só faltam os pugramas dos restantes candidatos idóneos.

  53. Ó SILVINO, és mais um outro nick, com jeito de padeiro peludo e vocação para asnear. IGNORANTEZE.

  54. SILVINO, militas no PS, vi agora. Deves lembrar-te do dia em que São 44 fez o voto de que iria tornar os portugueses mais pobres, num discurso ante uma comunidade de emigrantes. Bem, o homem cumpriu com o que disse e ele cresceu mais rico e megalómano. Agora só não percebo é como o teu partido pretende governar o país, quando não paga contas de água, luz, etc e tal….e se permite peixeiradas em discussão aberta aos eleitores.E não percebo como é esse conceito de socialismo, divisão da riqueza, etc e tal, e aparece um tipo em prisão preventiva. E o vosso deus Soares se mete em processos judiciais, opinando sobre o que não deve, etc e mais etc. Tás a bere? Tu que és comuna desviado, conta lá qualquer coisa a respeito. Desculpa a simplicidade, tás a bere, mas eu sou mesmo assim. VIVA SALAZAR.

  55. O azar que tive em fazer um comentário neste blog Aspirina! Estou a verificar que anda por aqui um neo-nazi infiltrado que possivelmente será do meu género, mas que não tem nome nem rosto! Dá-se por numbejonada, esta referência não é de pessoa e muito menos de animal, é uma coisa qualquer! Este Sr. e os outros salazaristas estiveram adormecidos dentro do PPD e agora arranjaram o momento propício para aparecerem. Mesmo que sejas um cagarola, porque não te identificas não dizes o nome, agora vou responder-te: Quando falas em comunidade de emigrantes, deves estar a referir -te aos 400 000 portugueses que o Sr. que andou a colar cartazes na década de 80, exportou desde 2011 até agora, foi a maior exportação que vi nesta legislatura. Quando dizes que o PS não paga água nem luz, paga sim Sr. , O PS tem muito património e, pelo que vê dentro pouco tempo o PS ficará mais rico que o Estado porque o teu mentor politico anda a oferecer o património de todos os portugueses ao estrangeiro, ficamos sem património e sem dinheiro, espero que dentro pouco tempo seja o nº 45. O PS não faz como o teu chefe que não paga impostos e por causa disso criaram a lista VIP. Ainda mais, tu não sabes mas vou explicar-te; o teu partido, que tem a sigla de PSD, mas desde 2011 pôs com este Sr. a social democracia na gaveta, ou no armário, devia passar a chama-se União Nacional não tem património porque sacode a água do capote, através de uma Fundação. O PPD/PSD, no campo patrimonial e politico, não tem onde cair morto! Está como aquele regime que tu adoras o fascismo salazarista. Eu tenho o meu Deus Soares, tu tens o teu Deus Salazar como dizes! Estás atrasado na vida porque recuas mais de 40 anos! Eu não sou comuna, mas mesmo que fosse, tu estás a falar como o teu chefe Salazar porque quem não gostava de Hitler era comunista. Já vi e apostava que és um rapazito, possivelmente sempre viveste num berço de ouro mas, no fundo és um cagarola porque nem sequer te identificas, nem o teu nome dizes. Olha rapazinho, só te darei troco, no futuro, se te identificares porque eu não gosto de falar com alguém que se diz que é gente e nem sequer tem nome.

  56. Mas ó SILVINO; Ó SILVINO, espera aí que eu ontem comi grão…oqueeeeieee, hum, Zás. Isto é do melhor que há. Em tua honra.
    Então como é? depois disso tudo referes-te a moi como um senhor e rapazinho, hum? decide-te pá. Disseste que não voltavas ao aspirina, mas voltaste…tás a bere como não tens palavra? És mentiroso, pá, como o são os XUXAS – derivativos capitalistas dos COMUNAS. Ouve, o teu santo é que falou que ia tornar os portugueses mais pobres pá…vai mandar vir com ele, tá beie? Então conta aí, o PS tem um património maior que o Estado e não paga as contas aos entes coletivos? hum? Tás a bere? os XUXAS são uns mentirosos, e apregoam o cumprimento das obrigações, olha – olha.
    Mas quem te elucidou sobre o meu adn, meu género, minhas convições políticas, etc e muitos etcs? hum? andas com a bola de cristal enevoada, pá.
    Ó Rodrigues, vai plantar repolhos e vende-os aos russos, pá.

  57. por falar em nossas senhoras, esqueceste a lumbralada dos carneiros psd, o santo de camarate evocado por todos os protopresidôncios desse gang.

  58. Ó JÉ BICOS, IGNARO, sabes o que me lembras? Sabes quando estamos a largar puns em série? Pois assim és tu. Tu e os teus derivativos. Passa creme gordo nessa cabaça, pá, pra ver se alargas a visão, pá….oqueie.

  59. Ó Valupi, desculpa porque eu disse, de facto, que o Aspirina tinha acabado para mim mas tenho que responder a um fascistazito que tem vergonha de dizer o seu nome, e que saiu agora da “toca” politica porque o tempo é de feição! Sabes, ele andou a investigar e já descobriu o meu nome todo! Não sei, mas ele ao descobrir o meu nome, tenho cá a impressão que deve pertencer a uma família profissional do tempo dos tribunais plenários! O nome dele é que eu nunca descubro, porque ele tem medo só tem força é nos bitaites e nas asneiras que manda. Diz-que comeu grão eu acertei, porque antes tinha-lhe chamado PPeidoca! Eu nunca fui mentiroso porque não aprendi com as mentiras daquele Sr. que todos viram apregoar em 2010 e 2011. Quando ele agora fala, vou logo a correr para o ouvir e para ficar sempre bem disposto o resto do dia. Ele está seguro, porque tem sempre uns fascistas que o defendem e também alguns democratas que o defendem. Eu, agora nas redes sociais, principalmente no facebook, ao meus amigos apresento sempre uma verdade/ mentira do tal Sr. que mentiu aos portugueses para chegar a PM. Essas verdades costumo-as numerar. Verdade/mentira nº 15 em 2010: “os portugueses já estão a fazer sacrifícios, mas eles não estão a ser distribuídos com justiça dentro da sociedade portuguesa. Relativamente a medicamentos que tinham até hoje uma comparticipação de 100%, porque correspondem a doenças graves e atingem muitas vezes pessoas que não têm condições para comprar esses medicamentos, a esses baixa-se as comparticipações, a esses não há dinheiro para o Estado apoiar!” Como Portugal inteiro sabe, o homem faz sempre o contrário daquilo que diz e, neste caso, diminuiu ainda mais as comparticipações, pior que isso, fez escassear pela primeira vez na democracia os medicamentos nas farmácias. Querem apostar que aparece já aí um apoiante de SALAZAR, como ele escreve em letras maiúsculas, que está ofendido com a verdade/mentira nº 15 e vem já apoia-lo! Esse fulano PPdoca para não chamar mentiroso ao outro, vem chamá-lo a mim! Ele tem razão numa coisa, eu devo ir plantar repolhos para a Rússia, mas ele parece-me que anda a plantar bananas e rabanetes para a Coreia do Norte pelo falar, tem tipo disso!

  60. De facto isto está um pouco mau, o PS será difícil ter a maioria absoluta porque muitas das pessoas que tenho contactado, nem podem olhar para a politica deste PM, nem eu, dizem quase sempre que não irão votar em ninguém. Talvez acredite, ou talvez não, porque também conheço muitos portugueses que o afirmam e depois votam sempre em alguém. Vamos ver se nas próximas legislativas votam menos que 50% dos eleitores. Se assim for, a democracia não está completa, o futuro Sr. Presidente da Republica, os partidos politicos e os portugueses devem fazer algo para salvar a democracia, será impensável votarem menos de 50% dos eleitores! Chegamos a este estado, porque em quatro anos este governo apresentou quatro medidas ruinosas ao contrário do que disse na campanha eleitoral, a saber: Dentro da sua incompetência politica, rasgou os estatutos e contratos de quem trabalha ou trabalhou, para subtrair parte dos ordenados e reformas, criou o dia nacional do bombeiro, aumentou a divida do PIB de 96% para 135%, e, de facto, conseguiu a maior exportação desde a democracia em Portugal, como já disse, mandou e emigrou perto de 400 000 portugueses. Portugueses que faziam muita falta no seu país de origem para incrementarem a economia que este governo arruinou. Com esta atitude, este governo levou Portugal à bancarrota financeira, económica e social. Sobre o meu camarada António Costa, como diz o social democrata Sr. Doutor Pacheco Pereira, o próximo primeiro ministro pode encontrar “tudo armadilhado” . No entanto, António Costa está pior que o candidato do PPD/PSD, porque se tiver uma maioria relativa será difícil formar governo. Já o outro Sr., não irá ter esse problema porque irá ter sempre o acordo e apoio dos outros três partidos, porque são muito experientes, principalmente a derrubar governos do PS em coligação. Se assim for, esta união de facto politica entre os partidos da direita, se lá ficarem mais quatro anos, mais de 2/3 da população portuguesa ficará no estado de pobreza, no entanto, como sou um democrata afirmarei sempre que o povo é quem mais ordena. Já disse aos meus camaradas do PS que na campanha eleitoral que se avizinha sei o que eles, os outros irão dizer, eu perguntarei aos portugueses por onde passar, o que querem ter de volta, o socialismo democrático ou o salazarismo!

  61. No comentário acima, houve um lapso, a criação do dia nacional do bombeiro foi boa medida, eu queria dizer que foi das escassas medidas acertadas que tiveram em quatro anos.

  62. Eu peço desculpa a todos os meus amigos, porque no comentário que fiz acima, houve um lapso, emendo a informação porque a criação do dia nacional do bombeiro foi boa medida, eu queria dizer que foi das escassas medidas acertadas que tiveram em quatro anos.

  63. Silvino, pois tu chamas-te mesmo Silvino, hum? Ouve, eu só acredito quando puseres aqui o teu CC, para poder ver a tua cara e a tua identificação, tás a bere? Oqueie, só assim é que tu podes dizer que és corajoso, e tal e tal e fazeres a diarreia toda que fizeste. Oube, num li tudo, porque desinteressei-me, mas pareces aqueles gajos que foram a Ebora e se descabelaram com o dom da revelação a gritar pela inocência do 44 e pela ausência de provas, etec, etec. Oube, eu sei que a minha inteligência é acima da média e por isso, pá, gajos como tu ficam irritadiços e tal e tal. Grão com bacalhau, alho cru e salsa, com ovo cozido e uma boa copa, ai pá, ai pá, oube, tu num tás a bere, poi não? Poisé, acalma-te ó chicharro, acalma-te pá. Mas num tiro burriés da penca como tu, tás a bere, quando bais a conduzir a carrinha, tá beie? Nem saco do mangalho e o ponho a arejar à beira da estrada, como tu fazes, tá beie?
    Tu és um mentiroso, pá, não tens palavra pá, disseste que não voltavas, e te voici a escrebere como se estivesses a discursar nos pulpitos dos bimbos que se contentam com chapéus e bonés XUXAS, e lebantam o braço com avante, avante, com ar de proletários zangados a pensar onde vão chular aqueles que lhes pagam os livros e os «passos» pró ótócarro, tá beie? baie trabalhar a terra, pá, e aprobeita e oube o Sérgio Godinho a clamar pela esquerdalha. Cambada de COMUNAS. VIVA SALAZAR e O DCIAP de LISBOA.

  64. Ó pá numbejonada dizes sempre a mesma coisa, contigo não se aprende nada! Aliás os salazaristas como tu gostas de te intitular, só sabiam prender os portugueses políticos, por isso é que tu gostas gostavas de viver nesse tempo. . Tu tens inteligência acima da média? Isso só se for para fazer rir , deves ter a inteligência do Estado Novo, porque andas sempre a falar do teu discípulo num recuo de mais de 40 anos. Quando escreves gostas de te armar em engraçado mas não tens graça nenhuma. Tu, que dizes que tens inteligência, não vejo nada, vi é que és um grande convencido e não gostas de ler as verdades. Lê os comentários acima e por saberes que é verdade, estás muito incomodado de eu ter voltado. Já que voltei enquanto te meteres comigo tens sempre a resposta. Já que me mandas trabalhar a terra, e já a trabalhei quando tinha 14 e 15 anos, não nasci num berço de ouro como tu por isso é que és muito convencido, mas de politica percebes pouco só te sabes meter com as pessoas como tenho visto acima. Pelo que estou a ver, deves ser um submarino que gosta de se infiltrar em todo o lado. Por falares em terra vou falar de um amigo teu que tem um nariz que dá a volta ao mundo. Verdades/ mentiras que tenho numerado. Verdade/mentira nº 12: ” a Sra. trabalha? A Sra. trabalha com uma enxada? Tenho pena de não lhe poder oferecer uma (…). Uma enxadinha também fazia bem… “. Como vês, o homem como tu, querem voltar à década 50 e 60 do Século XX como tu quando se trabalhava no campo com uma enxada. Ele enganou-se devia oferecer uma enxadinha a ti, para saberes o que é vida. Dou-te os meus parabéns porque és um grande PPdoca de extrema direta. Vê se mandas os rabanetes para a Coreia do Norte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.