9 thoughts on “Confirmado”

  1. Sócrates caracterizou bem a situação: a esta “direita” inqualificável não lhe bastou ter na mão o Governo, o Parlamento, o presidente (e a comunicação social, digo eu), queria também a Oposição! Somos de facto um país original!

  2. Sim, claro….”salvação” e governação de excelência era…com Vossas Excelências….claro……..sim…..pois…..
    Vá averiguar sobre o estado das condições meteorológicas e, já agora, tome um calmante.

  3. não tenhas dúvidas simão, salvação e governo à séria era com socras. agora puseram a pá de lado e vão recomeçar as escavações com caterpillar.

  4. confesso que achei piada ao lirismo alienado (i.e. filha da putice cavaquista no seu pior)do nosso universal Presidente, que é como quem diz “agora que já provei que não há alternativas ao meu governozinho menos mau, o povo vai com o passos e comigo e não se sabe com que outros palhaços –qual é o governo actual?) AO CIRCO!!!.
    De jornais e nativos alemães percebi que estão atónitos e maravilhados com o comportamento exemplar aqui do tugalzinho. Um até comentou comigo que duvidava que mesmo na Alemanha se conseguisse um grau de disciplina tão excelente. Eu quase vomitei o Riesling.

  5. como ilustração “agradecida” do enoramento alemão pelo comportamento estrito do portugiesisch(?) volk (tradução livre:os palhaços únicos na UE), até me arrepio.Fica comigo…
    http://www.youtube.com/watch?v=Us-TVg40ExM

    O Deutsch Bank , o Commerz Bank e outro fucking boche bank estão a aconstruir terceiras e quartas dependências em arranha céus de várias dezenas de pisos em Frankfurt.- não dão conta ao movimento. è fascinante ver o centro do império em crescimento frenético e finalmente assistir ao vivo ao destino do nosso dinheiro dos sacrifícios.

  6. A não ser quando levada em colo pelo P.S. depois de uma “eleições clarificadoras”. Depois, sim, patriota essa direita um tanto “pinocheteira”, diga-se, em face das políticas que, copiadas do facho, aplica sem piedade por cá. Em política só o tempo é desmestificador!
    José Luís Moreira dos Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.