Comissão de Inquérito

Este Zeinal Bava de quem tanto agora se fala será o tal sabujo socrático que, de braço dado com outro desqualificado de nome Henrique Granadeiro, estava disposto a destruir a sua carreira e a ir de cana só para poder usar o nosso rico dinheirinho em ordem a comprar a TVI e despedir logo a excelente jornalista Moura Guedes que andava a apresentar provas semanais e irrefutáveis da roubalheira do Grande Satã no outlet, senhora que assim teria continuado a dar lições à justiça dos homens e dos deuses não fora a providencial intervenção do Rei de Espanha, também conhecido como o “Tromba Rija Africano”, o qual finalmente lá conseguiu safar o engenheiro daquelas sexta-feiras negras como o breu?

9 thoughts on “Comissão de Inquérito”

  1. Rija, mas nem tanto. Partiu mesmo a tromba. Quem não a partiu e sairam por cima, foram o Bava e o Granadeiro, que, na altura do atentado socrático contra o Estado de Direito, podiam e deviam ter posto a ridículo a inventona da justiça de Aveiro e arredores. Mas, nesse tempo, até indefectiveis e históricos socialistas estavam contra o diabólico socratismo, que ousou, em plena ascensão do neoliberalismo, defender o Estado Social. Ficou isolado, à esquerda e à direita. Tarde e mal, os próprios “socialistas de gema” vieram a terreiro. Sei que o problema é transnacional, mas esperava, há dois anos e meio, que tivesse havido um pouco mais de lucidez na avaliaçâo do que estava em jogo. Era o tempo de Soares ralhar com Sócrates-PM, em público, de Seguro envenenar contra Sócrates o aparelho partidário e de Alegre encabeçar arruadas contra os ministros Correia de Campos e Lurdes Rodrigues. Lindo serviço, sim senhora!

  2. o problema dos grandes gestores nacionais de empresas em regime de monopólio é ganharem à comissão dos negócios que fazem e quanto mais dívida contraem mais recebem. os milagres de gestão viraram falências monstruosas e agora é preciso vender ao preço da uva mijona para salvarem os tachos e dividendos dos patrões. a edp foi vendida aos chinocas, a ren aos árabes, a ana aos franceses, a cimpor aos brasileiros e a pt vai de borla tamém para os brasileiros. os portugueses continuam a pagar estes desvarios no preços da energia e dos serviços e estes gajos continuam a gozar connosco como se não tivessem nada a ver com a merda que fizeram. o mexia dá lições de moral ao pessoal e o bábá continua a vender ilusões de emprego às filhas das telefonistas dos ctt. se é para ser o povo a pagar, estes gestores da treta, deveriam ser admitidos por concurso público e renovados cada 4 anos.

  3. Falta saber quais as vantagens para o País da fusão tão badalada!
    A PT está em concorrência no mercado nacional, a “golden-share” finou-se logo,
    como privada os acionistas podem aprovar a fusão avaliando o seu benefício no
    negócio! No ramo, o gestor Zeinal Bava tem sido reconhecido ao nível europeu
    como um dos melhores e, creio ter sido uma pedrada na “velha” gestão de cola-
    rinhos engomados mas, sem rasgo ou visão para a empresa!
    Lembrar a vergonhosa Comissão de Inquérito onde pontificou o relator-mor se-
    medo parece ser uma maldade, por muito que este se esforçasse, os depoimentos
    dos dois gestores foram impecáveis no esclarecimento da verdade!!!

  4. Porque aproveita você que estou mancado, caro posteador, para atacarme dessa forma, com tanta desvergonha?
    Como bem saberá estou à recuperarme duma intervenção clínica por causa de ter os quadris escaralhados por culpa do ataque dum elefante cabrão que me apanhou com à sua trompa. Não fui eu à caça do elefante embora fui eu o caçado pelo paquiderme, quando estaba à defender a uma dama que me acompanhava, e que sim me chamava “tromba rija”, embora por outros motivos bem diferentes dos que o fez você.
    Quando estiver recuperado destas doenças emprenderei a vingança correspondente, que há de ser tudo o regia que corresponde.
    atentamente.
    El rei.

  5. ó reis, boa sátira! adivinha lá como adivinhei que eras tu. Saudades, volta mais vezes, para arejar a farmácia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.