6 thoughts on “Com o alto patrocínio da nossa múmia paralítica”

  1. O homem está mesmo em múmia. Então ele ainda não se deu conta que os jovens não se conformaram nem se resignaram e, por isso, desataram a emigrar de um país que o “seu” governo está a levar para o abismo? Só não vão os velhos, sua múmia! Acha mesmo que os jovens iam ficar aqui para a sopa dos pobres da senhora Jonet? Lembra-se, sua múmia, daquela encenação em 2010, no casino de Estoril, quando ao lado da senhora Jonet apadrinhou a recolha dos restos dos restaurantes para estes que agora diz para não se resignarem? Ela emprestou o seu cargo de presidente do Banco Alimentar contra a fome para servir a miserável estratégia do derrube do governo minoritário e legítimo de Sócrates. Pensam que esquecemos, excelências? Pensam que somos todos parvos? Valeu tudo, não foi?

  2. Esta leitura da múmia vai bem com a do desprogramado. Depois de terem ajudado a extinguir todas as condições favoráveis ao empreendedorismo e inovação, vêm com estas conversas parvas – até parece que o desafio agora não é: jovens, sejam criativos na escolha da vossa carreira internacional e país de destino! Quanto aos empresários, foi mero insulto e também desconhecimento – há muita empresa que se está a aguentar no mercado internacional – e cá – precisamente por causa dessas características que o paspalho diz que lhes faltam. E quem é este parasita para vir mandar postas de pescada deste teor perante uma plateia de gestores e empresários portugueses? Qualquer um deles, por fraco que seja, teria muita lição para lhe dar, enquanto “gestor” (coisa que só foi em nome e em remuneração, como se sabe).

  3. Quem é este paspalho??? Oh Ediie, este é o paspalho que a maioria dos portugueses de curta memória e fraca audição elegeu para Presidente da Republica . 2 vezes Meu Deus 2 vezes!….
    Queixam-se de quê?
    Eu cá para mim já ficava contente se não o deixassem falar. Diminuia consideravelmente a poluição sonora,

  4. por acaso estava referir-me ao discurso do desprogramado quando aponta defeitos de personalidade aos portugueses…mas percebo a confusão com a múmia e tudo o que dizes se aplica aos dois, tirando a parte da escolha por DUAS vezes. Por enquanto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.