Coisas verdadeiramente simples

Morais Sarmento foi à Comissão de Ética chamar mentiroso a Granadeiro. Pois bem, a qual deles comprarias um carro? Ainda mais simples, a qual deles emprestarias o teu carro?

53 thoughts on “Coisas verdadeiramente simples”

  1. (esta é uma questão machista. não conheço uma única mulher que se importe de emprestar o carro a quem quer que seja, aliás, até fazemos questão, temos sempre a esperança que o lavem e lhe ponham ar nos pneus)

  2. Tereza, é com estes e outros comentários que não vamos a lado nenhum. Já não andamos na era de por ser gaja, não entender nada. As pessoas não entendem porque não querem. Se alguém se dedicar a algum tema, a ver se não entende… E teríamos menos comentários estúpidos no Aspirina também. Não são conversas de “gaija”. São conversas da chacha.

  3. O que achei mais extraordinário nesta audição foi o facto dos deputados do PSD e do CDS não terem questões, nem uma, para colocar a um ex-governante que teve responsabilidades na área da comunicação social. Só pela cara dele perceberam que no seu tempo não havia pressões. Aliás, pelo que afirmaram, as comissões, esta e a próxima, não são precisas para nada porque já concluíram tudo.
    São mais uns quantos a juntar ao Sarmento a quem eu não emprestaria o carro.

  4. Cláudia, tenha calma que eu só disse uma piada do tempo em que as gaijas não iam à tropa e muito menos se interessavam por comissões de ética. E confessemos também que que apesar desses feitos Aljubarróticos continuam a não saber mudar um pneu! Juro que não conheço nenhuma, mas enfim, também não é hábito mijarem em pé e no entanto são especialistas a chatear os que o fazem. That’s life…

    Quanto às Comissões estou seriamente a pensar trocar a TV por cabo por um pacote de audiências da Comichão de Ética. Algumas duram 5 horas sem tirar fora. É ou não um acto de bravura? Apropriadíssimo para gaijas de barba rija! E já agora Cláudia, teikinizi, tens muito tempo para demonstrar que é macha!
    Desculpem o espaço em prejuízo das Comissões, embora esteja curioso de ver até que ponto os nossos bravos deputados vão conseguir achincalhar alguns cidadãos pela segunda vez. É que há dias vi um puto do PCP ameaçar com prisão o CO da PT! Não é q

  5. ue o malandro não queria dizer para as câmaras de televisão a evolução dos acessos à Net?! Então deixa-se assim o Belmiro na expectativa?!

  6. Sem Ofensa, uma gaja esperta nunca mas nunca reconhece, na frente de um gajo, que sabe mudar um pneu. É sempre assim que acabamos lixadas, quando vocês começam a perceber que nós sabemos e a seguir encostam às boxes e não mexem mais as mãozinhas…

  7. A nenhum deles… mas não esqueço a fita do Morais Sarmento quando quis acabar com a Alta Autoridade para a Comunicação Social só porque tinha dado um parecer contra uma sua vontade na RTP!

  8. eu não percebo. eu nem preciso abrir a boca para reconhecer o que quer que seja: basta parar e sair do carro que páram logo três ou quatro a oferecerem-se para fazer a revisão completa da viatura. :-D

  9. Tereza, já percebi o que é a famosa esperteza feminina! Talvez tenhas razão, e mesmo se não tiveres eu concordo na mesma, um gajo tem que saber levar a água ao seu moinho.
    Quanto a não mexer mais as mãozinhas talvez estejas a exagerar…

  10. Eu também acho muito extraordinário que aquilo que é de facto extraordinário passe por ser vulgar, ainda para mais quando aquilo que é vulgar passa por ser extraordinário e vice-versa…

  11. Há aqui alguém que me diga o que é feito da adelaide que comentava aqui? Precisava mesmo de falar com ela.

  12. A associacao de medicos de Portugal, esta fazer um peditorio para a recolha de órgaos sexuais! Pedimos que façamo o favor de doar os vossos, ja que nao fazem uso deles …

  13. Sempre ouvi dizer que quem ataca , ataca por ter medo de qualquer coisa.
    Ora eu nunca compro nada nem em primeira mão quanto mais em segunda, a gente que me dá sinais de medo.Ora como o Granadeiro não chamou mentiroso a ninguém…..

  14. Mário Pinto, não quer dar um exemplo (extraordinário ou vulgar, tanto faz) para ver se concordo consigo? :)

  15. Olá guida!

    Seja bem aparecida!!!!
    Notei a sua ausência, sabia?
    Quer um exemplo de algo extraordinário? Aqui vai ele:
    Então não é que a guida, sempre tão opinante, se esqueceu de comentar a frase de Vega 9000, onde se pode ler que prefere um “pulha com objectivos” a Manuel Alegre?!?!
    Diga-nos qual é a sua opinião, guida.
    Vota contra?
    Vota a favor?
    Abstém-se?
    Não sabe/não responde?

    Se para si este for um exemplo de algo que é vulgar, eu aceito a sua opinião.
    A guida – que é decerto extraordinária – sabe que comigo não precisa de “fazer cerimónia” porque eu sou uma pessoa extraordinariamente vulgar. :)

  16. Pedrinho, que significa “extraordinário”?
    – Algo muito vulgar, professora!
    – O quê!!!???
    – Se “ordinário” significa vulgar, “extraordinário” significa muito vulgar!

  17. Mário Pinto, notou a minha ausência?! Qual ausência? Não fosse o caso de ter estado em diálogo com outros comentadores, ficava a pensar que o sistema tinha atacado de novo e que os meus comentários não tinham sido publicados. Por outro lado diz que eu sou ‘sempre tão opinante’, vejo aqui alguma contradição, afinal, estou ausente ou sempre opinante?

    Quanto ao resto, e por isso é que lhe pedi um exemplo, desconfiei, e confirma-se, que temos noções diferentes de extraordinário e de vulgar. :)

  18. guida

    Que bom que não me desiludiu com a sua resposta!
    Afinal de contas, tratava-se apenas de um confirmação :) :)

  19. Mário Pinto, não o desiludi? Isso foi porque há bocado não tive tempo, vou já emendar isso.
    Então, o Mário achou extraordinário que eu não tivesse comentado uma opinião de outro comentador? Mas o Mário tem (nem sei como hei-de dizer) alguma ideia de quando eu vou comentar ou não? Se calhar até sabe o que me levou a comentar um post ou um comentário em vez de outro. Sabe muito mais do que eu. O Mário é extraordinário. :)

  20. Sinhária também fica bem. Mas o melhor é não baralharmos o Mário Pinto. Aposto que ele não pesca uma de sinhês (tu não te metes na política, andas aqui na desportiva, não és como eu), mas devia aprender porque é uma língua extraordinária. :)

  21. Eu lembrei-me, mas assim ele não percebia mesmo nada. Também me lembrei de máriário, mas não dá. Faz um ecoário. :)

  22. O marinto não diz máriar. A esta altura já está mas é a pensar que fomos nós que ensinámos o varócrates a falódigo. :)

  23. A adelaide pode saber, mas não sabe ainda dos cornos lindérrimos que tem e ainda traulita, cega e feliz no Aspirina, anunciando ao pessoal aspirínico que vai lanchar, jantar e dançar com o Nik. Como de costume, é sempre a última a saber :-) Com aquele comentário, tive pena dela.

  24. :-D Ela andava aqui, tão fresca e natural, pavoneava-se como uma virgem donzela e agora já não anda pelo Aspirina? As notícias que ela não anda a perder… Deve andar a passear com o fiel macho a seu lado.

  25. guida

    Não lhe parece ridícula a sua postura?
    Limita-se a escrever idiotices e, ainda assim, precisa de ajuda.
    Se são as minhas respostas que lhe causam esse efeito, eu prometo não lhe responder mais. :) :) :) :)

  26. Marinto, ainda não sei sinhês suficiente para traduzir ‘ridícula’. Mas tenho a certeza que deve ser algo simpático, pois não o estou a ver a andar aí pela blogosfera a chamar nomes feios às pessoas. Isso é coisa dos socretinos. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.