Cineterapia

?????????????????????????????????????????????
Trouble in Paradise_Ernst Lubitsch

Esta é a melhor comédia do mundo. Uma das muitas melhores comédias do mundo, género poliamoroso como nenhum outro. É que as comédias não têm ciúmes, não fazem drama nem armam coboiadas por repartirem amantes. Riem-se à gargalhada do sentimento de posse, como piratas para quem todas as praias tivessem tesouros no areal.

Esta é a melhor comédia do mundo. E não envelheceu um dia, antes está hoje mais jovem do que há 20, 30, 40, 50 ou 60 anos. Contando uma história que reflecte os efeitos económicos e sociais da Grande Depressão, e caricaturando a alta sociedade e seus irresistíveis bandidos, fala-nos do que resiste imutável ao tempo: sexo e dinheiro. Sexo para obter dinheiro, dinheiro para obter sexo. A essência do capitalismo.

Esta é a melhor comédia do mundo. O seu efeito é igual ao do mais luxuoso champanhe, uma embriaguez sofisticada e de sofisticação. Porque não há maior sofisticação do que a da inteligência, nem embriaguez que se compare à sua fruição delicada e em abundância.

Esta é a melhor comédia do mundo. Um filme de gangsters. Uma teoria do amor.

5 thoughts on “Cineterapia”

  1. eu não vi, mas acredito no que li. tenho, no entanto, de dizer que as borbulhas picantes do champagne têm mais que ver com capitalismo do que com inteligência.

    (diz a minha que é fresca e cristalina como a água, vá) :-)

  2. Não será, não é a melhor comédia do mundo, porque tal comédia não existe. Mas é, sem dúvida, uma magnífica comédia. É de 1932 e correu em Portugal julgo que com o título de Ladrão de Alcova. Mas, para mim, a melhor comédia de Lubitsch é o filme To be or not to be (Ser ou não ser) de 1942. É um filme político, caricatura o nazismo, é inteligente, não me recordo é se tem champanhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.