Cavaco é o máximo

Em conversa informal com os jornalistas a bordo do avião que o transportou esta tarde para Sófia, onde irá iniciar na segunda-feira uma visita oficial à Bulgária, o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, foi confrontado com as críticas ao cariz partidário do seu discurso na sessão solene do 10 de Junho.

A resposta foi pronta: "só faço aquilo que considero que corresponde ao superior interesse nacional", afirmou, reiterando que não participa em jogadas político-partidárias, não cede a pressões, venham elas "da direita, da esquerda, do centro ou das costas".

Mas, Cavaco Silva foi ainda mais longe, lembrando que depois de já ter vencido quatro eleições - duas legislativas e duas presidenciais - com mais de 50% dos votos, o seu "ego está mais do que satisfeito".

"Está no máximo, não preciso de mais nada", gracejou.

No último discurso do mandato no Dia de Portugal, o Presidente da República declarou que Portugal pode olhar o futuro com confiança, palavras elogiadas por PSD e CDS-PP mas que mereceram críticas da oposição.

Fonte

__

De há muito que está estudado o fenómeno psicológico em que um dado indivíduo se permite violar o código moral que reclama ser o seu, mantendo a convicção de tal lhe ser permitido por esta razão ou aquela circunstância e não sentindo qualquer remorso de cada vez que o faça. Pode acontecer a qualquer um de nós, provavelmente já aconteceu a muitos. No caso dos detentores de cargos políticos, essa tentação será ainda maior, dada a natureza competitiva e agónica do exercício do poder. Nenhuma surpresa, portanto, quando tropeçamos em hipócritas como Cavaco.

O que será talvez mais notável nesta triste figura é a amplitude da sua hipocrisia, tocando nos extremos de ser simultaneamente primária, mesmo cavernícola, e desaustinada, estouvada. Cavaco é o tal Presidente da República que se refugiava nos textos publicados no website da Presidência quando era confrontado com a interpretação óbvia das suas declarações contra o Governo socialista, repetindo de forma maníaca estar ali a “verdade”. E é também o tal Presidente da República que promoveu uma conspiração mediática inaudita contra o PS a poucas semanas das eleições legislativas de 2009, naquela que fica como uma das manobras de baixa política mais escandalosas e degradantes na história do regime.

Actualmente, estamos a assistir a um período de fúria na defesa do actual Governo e da maioria que vai a votos dentro de meses. Simultaneamente, Cavaco larga insultos cada vez mais escabrosos contra a classe política, contra quem proteste ou se queixe, contra “Lisboa”. Está em campanha e sabe o que quer. Quer ardentemente que o PS perca as eleições ou, no mínimo, que fique sujeito a um acordo de governação com esta direita decadente.

Tudo o que faça irá sempre corresponder ao “superior interesse nacional” e jamais alguém irá conseguir provar que ele se entrega a “jogadas político-partidárias” quando o próprio é o primeiro a recusar tal coisa. É também por estas razões que Cavaco apaga sistematicamente aquela parte da realidade onde aconteceram crises internacionais como não se conheciam há mais de 70 anos, outras que resultaram da arquitectura da moeda única europeia. Apagando essa parte, ficam só em palco, para ele brincar, os bons e os maus. Ele é um dos bons, daqueles que nem nascendo duas vezes se conseguem igualar, e basta perguntar-lhe a respeito para perder qualquer dúvida. É o grande triunfador da política à portuguesa, pode dizer e fazer o que lhe der na veneta sem correr qualquer risco. E ai daqueles que o critiquem, ainda mais dos que lhe façam frente – ganharão um inimigo para a vida.

Como ele próprio publicita, “está no máximo”. E temos de concordar. A sua presidência ficará como um máximo de sonsice, degradação do estatuto de Presidente da República, pulsão conspirativa, desprezo constitucional e soberba rancorosa.

28 thoughts on “Cavaco é o máximo”

  1. Quando o homem mais honesto de Portugal discutia o projecto de jardim da sua casa na Coelha com um dos empreiteiros que se propunha construi-lo, a primeira coisa que lhe disse foi isto:
    -” Senhor Engenheiro, olhe que eu não preciso de facturas !”
    Sei disto porque estava lá. E ouvi.

  2. (ai! antes de mais estou aqui a pensar se pode ser de há muito ou desde. estou confusa. a mesma coisa com dentre de – dentre sozinho até ficava bem. mas será que pode ser como está? ai! socorro! estou confusa!)

    depois, não posso concordar mais com os adjectivos do texto que atestam o cabrão raivoso e narcisista que é o nosso Presidente da República.

  3. Longe vão os tempos do mísero professor que, nada percebia
    daqueles papéis escritos em inglês que, o amigo lhe vendeu e
    mais tarde lhe comprou com uma realização de mais valias nun-
    ca vista no mercado financeiro!
    É tão honesto que nem se lembra em que conservatória foi fei-
    ta a escritura da permuta de uma velha casota por dois lotes na
    Quinta da Coelha, no empreendimento do Fantasia que há pou-
    co tempo constava nos devedores do BPN (100 milhões)!
    Há muito que deixou de representar a maioria dos portugueses,
    na sua difícil reeleição conseguiu ser eleito com 50% de 25% de
    eleitores que votaram nos candidatos … dá para encher uma pe-
    quena egomanía! Já dizia o jubilado REi de Espanha porqué non
    te callas!!!

  4. Falhou aí no rol, salvo erro, a saída directa, da filha Patrícia, da Universidade, para o topo da carreira na função pública, como Investigadora, na altura, penso que 800 contos por mês. Algum fact checker, daquí, confirma ?

  5. Ego cheiinho. Cavaco Silva recebeu menos votos, para a actual presidência, do que José Sócrates em 2005.

  6. Agradeçam ao Sócrates, que foi ao Lar do Comércio buscar o Soares.
    Mais uma asnice !
    Alegre ganhava limpinho, não fosse a divisão da esquerda, e nunca Cavaco ganharia uma eleição para PR.
    Agora veja-se o resultado, que ultrapassou até a célebre trilogia, um PR, uma AR, e um governo de maioria, sonhado e nunca concretizado por Sá
    Carneiro :
    A direita neste momento detém : a presidência da república, a presidência da Assembleia da República, o poder executivo/Governo, tem maioria na AR, tem o Tribunal Constitucional
    manietado, e os militares de mãos e pés atados. Veja-se no que deu a burrice de ir desencantar Soares !
    Acresce a isto, uma oposição socialista que nem sequer governo sombra tem, nem mostra sinais de ruptura que a tornem uma verdadeira opcão ao status quo.
    Estará o povo condenado a continuar a houvir Medina Carreira ?
    Já só lhe falta decretar a morte obrigatória para os reformados, no prazo de 6 meses a contar da concessão da reforma.
    No último programa que houví dele na TVI, o convidado, Daniel Bessa, teve o desplante de criticar Maecelo Caetano, por ter extendido a reforma aos assalariados rurais e aos pescadores.
    Que aliás, descontavam para as Casas do Povo e Casas dos Pescadores.
    Resposta do Merdina Carreira : é certo que eram reformas pequenas, 10 ou vinte escudos, mas é dinheiro.
    Pergunto, com filhos da #%€& como estes, que há-de esperar o Povo ?

  7. Caro Pimpau…

    Não me consta que “houvir” e “houví” resultem de alterações introduzidas pelo novo acordo ortográfico na conjugação do verbo “ouvir”, mas…..

  8. Tem razão, tem razão, mea culpa, sobretudo, culpa deste mini-computador com tecnologia Android, não tem corrector ortográfico de português, tem de inglês e não sei desactivá-lo, tudo que escrevo, é mudado automaticamente para palavras aproximadas ao inglês, dá uma trabalheira monumental voltar a corrigir, depois existe o deficit de atenção, um olho no burro, (texto) outro no cigano (a bateria, que se esgota numa velocidade incrivel) este texto, por exemplo, tive de o refazer totalmente, porque a bateria estava no limite e o pc desligou, desapareceu tudo. Acresce que, de quando em vez, o cursor não obedece, bloqueia, e não se desloca dentro da caixa de texto, não posso fazer revisão do texto. Espero que não tenha sido o snr. que colocou aquele escarro escatológico, sob a fachada de ” ex-tracto de vagina ” um comentário nojento, foi alguém que comentou entre as colocações de ignatz, e de Isabel Moreira, não ouso pensar que ela se desse a tal ordinarice, este lugar deveria ter um moderador, que em caso de excessos de linguagem obscena, moderasse o tom.

  9. oh meu, compra bazelina, enfia o andrade no cu e empurra com o corrector, vais ver que o problema desaparece, todos vamos ficar mais aliviados e viver mais felizes.

  10. Ordinarão, ou ordinarona, experimenta tú isso, que és muito versado(a) nessas matérias, deves ser especialista em Código do Processo Sexual, andaste a defender pedófilos, andaste, parece que atingí um nervo, bebe licor de m… que isso passa-te !

  11. LOL. LOL. ehehehehe. Os IGNARALHOS são como os cães rafeiritos, comem no focinho mas voltam sempre.

    IGNATZ E JJ´s, a mesma arrastadeira de serviço, só falas de rabos e rabos e rabos, ouve lá, ainda tens dentes, pá? Mas há quem te pegue? Nem com postiços te escapas.

    Deves ser o maior buraco negro do…universo dos BADALHOCOS.

  12. “… este lugar deveria ter um moderador, que em caso de excessos de linguagem obscena, moderasse o tom.”

  13. Ó numbejonada, você esteve ausente aquí de tarde e colocaram um link para um indignado, um catedratico politólogo e especialista em comunicacão social (risos), 16 cadeiras !!! fora os ameaços, em suma, mais um parecer sobre o estado deploravel da justiça portuguesa e a pefseguição a Sócrates, eu dei-me ao trabalho de procurar o nome do autor da prosa e fui dar a outro link, aquilo é pessoal da pesada, NÓS e Livre, uma lista enorme de candidatos, ooops, lá está a bateria a dar o badagaio, volto já, o programa segue dentro de momentos.

  14. Retomando,

    Dizia eu, uma lista enorme de candidatos, tudo gente de esquerda-bem, género Berloque de Esquerda, e às tantas deparo-me com um conhecido advogado no meio da lista, de quem não gosto e que de por sí só já elimina qualquer possibilidade de eu votar em tal gente, para mais que ele é candidato no meu distrito, escusado será dizer que representantes do povo mais genuíno, não há, não ví lá qualquer operário, empregado de balcão, ou cabeleireira, e desde já afirmo que se pressentir o mais leve rumor de que o PS se aliará com tal partido, já nem sequer no PS voto, dizia eu que V. não estava cá, mas a partir da colocação desse link, a coisa aqui alterou-se, a procissão passou a incluir também já Carlos Cruz e Leonor Cipriano (esta, no dizer do autor do post, condenada sem corpo de delito, porque o corpo da criança nunca chegou a aparecer) para além de outros injustiçados, enfim, tudo casos objecto de grande clamor nas altas esferas e foruns internacionais, como exemplo do estado disfuncional da justiça portuguesa.
    Apareceu então aquí um figurão(ona) que ora usa a fachada/nick/handle ou muleta/moniker, de ex-tracto de cona e outra linguagem de baixíssimo gabarito, verifique por favor, suspeitando eu que este espaço, já está a ser frequentado por artilharia mais pesada, género advogado(s), ou até, Hadvogados, que como sabe são aqueles figurões que, na Assembleia da República, como representantes eleitos pelo povo, funcionam como extensões dos grandes escritórios de advogados, e fazem leis à medida dos seus interesses, que são o favorecimento dos seus clientes, e para o ataque à magistratura em geral, por utilizar leis toscas, que foram precisamente as que eles, como legisladores na AR, fizeram.

    Posto que o ambiente aqui, que já não era lá muito saudável, se deteriorou e chegou a tal ponto de vulgaridade e ordinarice, só me resta uma solução que é afastar-me, pois que não há um mínimo de respeito e saber estar, que permita a discussão séria e cordial, do que quer que chega, aqui, apenas há lugar para o unanimismo.

    Deixo-os a consolarem-se e a elogiarem-se uns aos outros, inclusivé, a vaselina aquí brilha que se farta – mas não para o efeito que o outro ordinário e porcalhão indicou – unidos na suposição de que Sócrates é inocente, é o chamado, Princípio do Supositório.

    Pessoalmente, até nem me interessa muito o aspecto pessoal e da vida privada da pessoa, refiro-me à alegada corrupção.

    É culpado de governação irresponsável e danosa, e por esse facto, tenho o direito de o julgar, porque votei nele no 1° governo.

    Foi um prazer, e creio que nos divertimos um pouco, por assim dizer, kicking some bad asses.

  15. “É culpado de governação irresponsável e danosa, e por esse facto, tenho o direito de o julgar, porque votei nele no 1° governo.”

    Vc tem todo o direito de o julgar politicamente como bem entender, mesmo que esse julgamento denuncie um raciocinio simplista prenhe de falácias por todos os lados. O que não tem o direito é de o pré-julgar criminalmente com base nas suas crenças.

  16. MRocha, cala-te. Vai mudar as cuecas, com tanta soltura, só tens mesmo de mudar a fralda.

    PIMPAUMPUM

    O que diz é MUITO BEM DITO, com um sentido de humor que se lhe advinhou ab initio.

    PRINCÍPIO do SUPOSITÓRIO…LOL. Good one. Segundo um dos reclusos em Évora, que denunciou o tratamento preferencial do 44, este não é revistado nem se agacha para «revista». Tá a ver a coisa, não está?

    É evidente que os ABROLHOS que aqui debitam os PAREXERES são o que são – monturos de ignorância e de vulgaridade linguística. Democratas marrecos, carneiros com palas, sem direito a olhar para os lados.
    Mas são TODOS em UM, e apresentam-se diferentemente só para os acharem muitos.
    O licor que lhes sugeriu é o indicado, de resto, vem a sua sugestão na esteira do Eça, quando lhes chamava ENCARDIDOS – apanham-se com cinco réis de compras e de voz e ei-los sentados à mesa cuspindo e bebendo a água da lavagem das mãos que comeu o marisco.

    Pois eu cá, desde que evidentemente, o diretor – geral não me expulse, pairo por aqui, rindo-me, porque, de facto, há umas peças por aqui, escritas com palavras fantasmagóricas, qual seja, sem matéria pelo meio.

    Cumprimentos

  17. Numbejonada,

    Enquanto não mostrares que és capaz de me mandar calar e mudar as cuecas cara a cara, não passas do que tão bem aparentas: um reles cobarde !

    Por mim, já te disse e repito: vou tomar um cafézinho contigo, onde e quando quiseres !

    Garanto-te que terei nisso o maior gosto !

  18. Ó MROCHA, a sério? Sabes o que é pele de galinha? È assim que me sinto e os que estão ao meu lado, também. Se não aldrabaste o IP, quem sabe, apareces na Versailles? Dás logo de caras comigo, ó valentão.
    Não leves repolhos, pá. Nem camisa arregaçada nem botas à lavrador. Não é chique.

  19. chuif… chuif… agora que o pimp humor táva arrazando andrades e correctores ortográficos ingleses, o méne bazou e deixa o pimpolho orfão.

  20. Numbejonada,

    É onde quiseres, filho ! Diz-me quando, põe um cravo vermelho na lapela para não te confundir com os restantes Magistrados VIP, e conta comigo ! Quanto à idumetária, se quiseres, até vestido de noiva eu vou, tal o desejo que tenho de estar contigoooooooo!

  21. MRochas,rodrigues e afonsos, de indumentárias COMUNAS e XUXAS conhecerás tu….quanto ao demais, não aldrabaste o IP, pois não? Sim, estoy com bué de medo, supratutto se levares aquelas espingardas do 25 de abril….

  22. IGNARALHO, pimp és tu, obrigatoraimente, porque a tua cratera faz arredar, as peles continuam a caír, e o melhor é pores os Jferras e rodrigues e afonsos a trabalhar pra ti. Cunta aí, tameie lhes pagas horas extras, ó BADALHOCO? E o licor pá? bebe mais um pouco, bá, que tás a ficar sem cor…

  23. duelo à porta da bersalhes onde no antigamente a pimpalhada fazia umas croas com as donas de casa mal fodidas da abertura marcelista e no cavaqueirismo o taveira enrabava o regime. espero que dê em directo na telebisão do manhólas.

  24. Ó PIMPIGNATZ, tu lá sabes, acredito que conheças os locais onde atacas. Fazes bem em levar vestido de noiva, ó CANGALHO, sempre te direcionarei a um certo local sem sequer ter de entrar em grandes explicações, ó BURROGNATZ.

    Não há papel que te seque as lágrimas não é? fogo, logo duas recusas nos tribunais..VIP, hum? É só repolhos armados em dótórres. Tás abere no que dá a tua asnoprudência, hum?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.