Catch 22 à moda da Lapa

O PSD de Passos é uma entidade também fragilizada, tal como as anteriores desde a fuga de Barroso, a qual – mesmo que ganhe alguma eleição – estará sempre à beira do precipício. Começa pelo seu Presidente, que não tem visão nem carisma, passa pela equipa onde se apoia, um conjunto de vulgaridades, e acaba no baronato ressentido e venenoso, que espera a primeira ocasião para espetar a faca. Para mudar este partido, teria de se mudar a sua epistemologia, ainda antes de se mudar a sua praxis – e tal não vai acontecer, como se viu espectacularmente ao castigarem Mota Amaral por ter respeitado a Constituição e defendido a liberdade!

Miguel Relvas representa na perfeição o homem-PSD: picareta falante e fala-barato. Há dias, na porqueira, conseguiu num minuto transmitir duas ideias antagónicas. Começou por dizer que o Governo continua arrogante, a comportar-se como se tivesse a maioria e não precisasse de negociar. Segundos depois, estava a usar o exemplo de Gabriela Canavilhas, que foi ao encontro dos pedidos do sector, para acusar o Governo de desorientação. Eis a lógica: se o Governo tem algum plano que tente concretizar, é arrogante; se o Governo acolhe os anseios de terceiros, está perdido.

É com este atestado de desonestidade intelectual que pretendem convencer o centro? Mais bem empregue o vosso (e o nosso) tempo se se dedicarem à literatura.

47 thoughts on “Catch 22 à moda da Lapa”

  1. Excelente texto. Recomenda-se.

    E acrescento que para cúmulo deste missal negro do Psd foi ontem ouvir no debate aquele deputado a dizer que os portugueses se quiserem conhecer as propostas do Psd para o país 1º têm que os eleger…depois ficam a saber quais são!

    Devem estar a gozar com a nossa cara, só pode. Querem um chequezinho em branco, os meninos.

  2. E ver, em entrevista à Sic notícias, o Diogo Leite Campos, vice do PSD, acusar o Primeiro Ministro de racismo e xenofobia relativamente aos espanhóis por causa do veto ao negócio da Vivo? Uma pérola!

  3. «tal como as anteriores desde a fuga de Barroso»

    Talvez por preciosismo de formação (sou licenciado em História, não foi uma licenciatura obtida num domingo, via fax, numa «universidade» manhosa) diria que o princípio não foi a fuga de Barroso; foi quando o «shrek» Guterres abandonou o pântano (pântano que ele próprio com a ajuda de Sócrates, Jorge Coelho e «tutti quanti» criaram, pois se eram eles o governo).
    Retomando o curso da História, Guterres abandonou o governo, provocando eleições antecipadas, porquê? (perguntarão)
    – Porque o partido socialista perdeu as duas principais cidades do país, Rui Rio venceu as autárquicas no Porto; Pedro Santana Lopes venceu as autárquicas em Lisboa (contra Paulo Portas [pelo CDS-PP] e João Soares que liderava uma vasta coligação de esquerda [PCP Verdes PS]). Nessas autárquicas tendo em conta todas as condicionantes (o resultado de Sócrates nas últimas europeias foi pior) a votação do PS nem foi nada má… mas Guterres decidiu atirar o país para o colinho de Durão Barroso e para os desgovernantes seguintes: Pedro Santana Lopes e, talvez o pior governante de toda a História de Portugal (exceptuando a primeira república) Sócrates Pinto de Sousa.

    Nota final: Constatamos que a trapalhada inicial resultou de se confundirem resultados autárquicos com eleições legislativas, porque não se realizaram, então, as autárquicas e as legislativas no mesmo dia em 2009? [para adensar o mistério as legislativas antecederam as autárquicas]

  4. (Um aparte: primo, estranhei imenso o ponto de exclamação com que rematas o primeiro parágrafo. Não me lembro de o teres utilizado antes. Também é estranho eu estranhar isso, eu sei, mas queria partilhar esta estranheza contigo.)

  5. pedro oliveira, estás enganado no texto. Neste, trata-se do PSD.
    __

    Primo, não te lembras do uso de pontos de exclamação por mim? Ou há algo a respeito deste que te chama a atenção? Explica lá isso melhor, please.

  6. pedro oliveira, falaste só do Guterres, mas para poderes falar de Sócrates. Em ti, como na oposição em geral, é que existe o culto do querido líder. Não têm outro assunto, nem qualquer ideia que se aproveite.
    __

    edie, cada vez mais idealista? Explica lá isso melhor, please.

  7. está tudo explicado na frase que se segue às reticências, lá no comento…se quiseres, posso substituir por optimista ou brincalhão :)

  8. «Não há que fugir a esta evidência, por primária que seja. E tanto Passos como Sócrates fazem parte da mesma cartilha. O PS pouco ou nada difere do PSD. Está farta de ser dita, esta verdade; mas convém nela insistir para que as pessoas não se resignem a um estado de coisas que pode, e deve, ser modificado. Há dias, o dr. Cavaco, com inaudito entusiasmo, falou no “movimento reformista” que vai pela Europa, vaticinando que Portugal e os seus dirigentes deviam seguir a mesma rota. O tal “movimento reformista” mais não é do que a submissão elementar às novas regras do capitalismo»

    O Baptista Bastos, uma vez mais, vem ao encontro daquilo que eu tenho dito no sentido de desmascarar a propaganda socretina: o PS não se distingue do PSD, são uma mesma merda (os Valupetas chamam-lhe «centro», talvez por o intestino grosso se situar no centro do corpo), apenas mudando as moscas (que por sua vez também pouco se distinguem, pois o Pinto de Sousa e o Passos Coelho são ambos produtos de marketing, e o Miguel Relvas e o Vitalino Canas são ambos os «fala-baratos» de serviço e promotores e vendedores da imagem dos ditos produtos); e, por outro lado, as ditas «reformas» que os Valupetas defendem e aplaudem não passam de medidas neoliberalizadoras da economia e da sociedade – e é por isto mesmo que o PS e o PSD são feitos do mesmo. Mas há quem insista em querer ver diferenças e em não ver as evidências de que fala o BB. E enquanto assim for é certo que o Valupetas continuará a ter nos socretinos a sua audiência fiel…

  9. Eu é que já estou todo trocado, ds. Por que não distingo o discurso da oposição esquerda BE e PC do da oposição direita cds/psd. Até parece que, em função do Sócrates, ficaram sem barreiras ideológicas… E depois dizem-me que o PS perdeu a sua ideologia e eu fico todo trocado e fico mesmo…pronto…sd

  10. Os partidos são como os maços de tabaco.
    Contêm nicotina e viciam. Podemos largar uma marca e passar a fumar outra. Depois há também diferenças no paladar.
    Actualmente não fumo e já fumei as principais marcas à disposição em Portugal.
    Da minha experiência pessoal vou expor-vos o que penso:
    PCP e BE são exactamente a mesma merda, um é SG Light outro é Normal.
    PSD e CDS são exactamente a mesma merda, um é SG Light outro é Normal.
    PS é diferente, nem é 8 nem 80, é Nicorette.

    Mas larguei-os a todos. A quem me pergunta aconselho: “queres deixar de fumar? Corta de vez. Se não conseguires experimenta Nicorette, não faz tão mal”.

    Sei que a todos não agradará o que digo, mas não há problema. Cristo que foi Cristo também não agradou a todos e até o crucificaram por isso.

  11. tem piada o que diz , Ninguém , porque eu também deixei de fumar partidos , mas no meu caso foi precisamente os cigarros de palha do ps que mais contribuiram para isso. e eu que em tempos , antes do adulterarem ( se calhar sempre esteve adulterado , mas não se notava , acho ) até era a marca que mais fumava. agora , só ganzas.

  12. O psd igual ao ps. Viva! que ideia tão original para uma caixa de comentários.

    Se a monotonia de discurso pagasse imposto, há muito que seríamos um país rico. Mas se teclar sempre a mesma coisa provocasse artrites nos dedos disparavam os subsídios por doença profissional. Lá se ia a riqueza. Que sina!

  13. desculpem, mas continuo trocado… que tendência devemos apoiar para formar governo? A tendência ninguém ou a tendência alguém??? Porque alguém (não és tu) tem de governar esta merda, não?

  14. O PSD de Passos, é uma merda, um tenor sem qualquer talento político, e que já deu “maus passos” (não obstante a alarmante perda de células cerebrais do pai desta trapalhada toda – Mário Soares – lhe ter dado para tecer rasgado elogios, dizendo que o dito tem grande sentido de homem de Estado.

    Um inútil, só comparável ao “inginheiro” (pra que diabo serve um engenheiro, senão para enginheirar?)

  15. Há dias li o artigo de opinião de Leonor Pinhão no jornal a Bola, sobre o desaire do guarda-redes do Benfica, Roberto, e os associados que assistiam ao jogo pediam a entrada de Moreira. Dizia que no ano passado se passou o mesmo com o Quim.
    No jogo Benfica x Milão, Quim teve um bom contributo pelo que voltou à titularidade e tornou-se campeão. Este ano acontece o mesmo com Roberto e Moreira volta a ser o desejado. É o que faz ser suplente e raramente ser utilizado. Desde sempre os suplentes que não são utilizados são os que não implicam ou complicam.
    Assim acontece com Pedro Passos Coelho. É desejado e falado por quase toda a comunicação social, politólogos e cartomantes, mas no dia em que tiver de entrar no jogo (eleições legislativas) vamos ver o seu desempenho.
    Vai-lhe acontecer o mesmo que ao Moreira ser o eterno suplente. Estou em crer que enquanto Sócrates se candidatar a Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, Paulo Portas, Jerónimo de Sousa e Louçã, não passam de figuras de segundo plano que é como quem diz de suplentes. Há pessoas que nasceram em épocas trocadas.
    Só são excelentes as pessoas que nós não conhecemos.
    Duque Boufflers

  16. Snr. Merda,

    O Senhor é orgásmico, orgásmico, orgásmico. Continue, que ainda não parei de me rir e na verdade, cum catano, é só ferroadas nesses cabrões, e eu concordo com elas. Esse Passos Coelho do Caraçãs nem falar sabe.

  17. Quanto à pergunta ou meia-pergunta sobre não saber a que me referia ao abordar comentários safados (pois, não me esqueci), não me vou alongar. Já reparei que gostas de te fazer de despercebido quando as coisas escaldam para o teu lado, caro Valupi, supremo defensor de tudo quanto é bom, apologista do relativismo, entidade nihilista por excelência. És um vácuo em apoteose.

  18. Bastei eu falar em merda e em intestino grosso para o traques dar sinais de vida, e «pensar» que estavam a falar com ele. E deu o sinal de «vida» do costume: um peido que se lamenta pela falta de «originalidade» dos comentários, quando seria menos mal cheiroso se conseguisse ver a evidência» desses mesmos comentários. Mas isso já seria pedir-lhe de mais…

  19. E pergunta-se, porque é que o psd, que tem a todo o custo evitado apresentar propostas, que já anunciou que se as querem saber, primeiro têm que votar neles, que parecem bailarinas no gelo sempre em piruetas em questões menores como as portagens nas scuts ou a utilização da golden share é igual ao ps que acabou de fazer uma legislatura reconhecidamente reformista e que teima, apesar de todas as contrariedades, em continuar a implementar a perspectiva de desenvolvimento do país que defende e cujos resultados têm permitido alguns desempenhos surpreendentes da nossa economia.

    Porque é que o psd é igual ao ps? É uma evidência, ora bolas
    dizem

    A evidência está claramente exposta no primeiro parágrafo

    As bolas devem ser as jornadas para lamentares do psd.

    Cortes de 20 a 30% nos salários, deputados sem rosto à disposição das direcções dos partidos, a criação de um grupo parlamentar tipo marca branca para os votos em branco, presumimos que muito baratinho porque não tem deputados nem faz campanha e muito eficiente(?), ou moções de censura ao governo para se ver o ps o be de braço dado.
    Ora tudo isto, são coisas que o ps não só defende como está farto de executar,
    evidenteMENTE

    As verdadeiras diferenças entre o ps e o psd, as reais, as orientações politicas e os objectivos, essas, nós logo vamos ver e sentir na pele novamente se voltarem a chegar ao governo. Parece que há muita gente sem memória e que já não se lembra das últimas passagens da direita pela governação. Esse é aliás um dos problemas maiores da extrema esquerda, eles os bons samaritanos e todos os outros… arreda! conspurcados capitalistas, ultra neo com servidores liberais, fascistas. Tá bem avó, são a seguir.

  20. Valeta, Valeta,

    Ó Valeta,

    Olhó baile que a Cláudia te dá, meu. Ainda não paraste de dançar, meu, pára aì um pouco. Oube lá, tu já biste bem a qualidade do escrito da Cláudia:

    és um «apologista do relativismo, entidade nihilista por excelência. És um vácuo em apoteose.»

    Fazes publicidade ao vácuo, meu, vai ler a «Razão Pura» pra arranjares algum conteúdo.

    Agora volta a dançar, com a zurrapa da pipa ao lado, o «malhão», ou algum folclore esganiçado «com pica», tás a ber.

    Pensa só com uma cabeça, meu, segue o meu conselho e larga o binho , pá.

  21. O PPassos Coelho tem evitado a todo custo dizer que medidas concretas tomará caso venha a formar governo porque está a procurar tirar a melhor rentabilidade eleitoral possível da sua longa e profícua experiência de governação.

    (já consigo escrever isto sem me rir, possas. só posso estar no caminho certo.)

  22. Boa tarde, tra.quinas vamos comparar as propostas de Sócrates antes de 2005 e em 2009 com o que fez? quer fazer esse exercício, ou gosta de ser enlameado, enganado e manobrado?? acredito que sim…se calhar até lhe dá algum no fim do mês….parabéns!

  23. Porque esperas, pedro frederico? Será que estás impedido pelos médicos de teclar? Não é o caso, mas pensar é uma canseira? Ah… não tinhas problemas em fazê-lo, mas tinham que te pagar. Percebi. Bons proveitos.

  24. Não arranjaste quem te pague, pedro frederico? É a crise. Uma chatice.
    Mas fica descansado, não é só problema teu. Todas as sumidades evocadas nesta caixa de comentários e comentadores dela estão com indisposições, digamos ligeiras. Uns mais outros menos consoante os propósitos. Mas só até aparecer esta feliz ideia do PSD sobre revisão constitucional. Agora é mais agonia.

    O PS é mesmo igual ao PSD. Excepto que nunca teve um PPCoelho chantagista e disposto a aprovar o Orç2011 se conseguir declarar-nos terceiro mundistas. Qualquer um consegue fazer mais pelo país do qualquer uma dessas pseudocoisas que se fartam de regurgitar. Tenho pena que o meu gosto se limite à pesca. Gostava de ter feitio para mandar uns balázios a aves agoirentas.

  25. realmente, tra.quinas, tens razão: os iluminados do “psd=ps” estão muito silenciosos face às novidades…E que novidades!

  26. Esses gajos gostam de judiar com quem procura ser sério.
    Eu é que serei sempre um pouco menos feliz até encontrar um link para partilhar isto: david byrne e twyla tharp catherine wheel. É uma aventura fantástica.

  27. Boa sorte, tra.quinas…que diabo, uma pessoa não está habituada a ver a internet negar-lhe informação…e nesse caso, não se compreende.

  28. Gostava muito que se retratassem, edie. Tanto os Oficiais, como os mancebos aqui do blogue. Sou idealista, dizem.

    É tudo pessoal que adora ser é carne para canhão : )
    Rastilho e pólvora neles : ))))

    (voltei a esta caixa só para lembrar os patrões que ainda estou à espera dos honorários. o contrato é ao caracter e pontuação, espaços e suposições também contam) dúvidas é que não

  29. Vou mandar um mail para o david a perguntar o que é que faço ao VHS, edie. Às páginas tantas ando a cometer crime.

  30. eu é que não sei música, pá. para mim o joe tem que editar até aos 173 anos sem nenhuma garantia que venha mesmo a gostar dele. é a porra dos gostos, o que é que queres?

  31. Também eu sei, edie. Por isso é que o disse.
    A partir de um instrumento de tortura medieval criar uma peça musical e de bailado tão fabulosa é obra. Uma alegoria preversa e bela sobre a condição humana.

  32. Mesmo em vídeo, não troco a extasiante e inesquecível golden section final por uma ida à Broadway, Milão ou Paris ver uma qualquer peça anónima. Manias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.