Capucho diz que os talibãs tomaram conta disto

O social-democrata António Capucho comparou a intenção do Governo em extinguir a Fundação Paula Rego com os tiros dos talibã contra os budas de Bamyan, no Afeganistão, há uma década atrás.

Em declarações à TSF, este ex-presidente da câmara de Cascais entende que esta proposta do Governo é uma «selvajaria tão grave como os talibã a deitarem abaixo com tiros de morteiro as estátuas do buda».

O ponto a que isto chegou: até Capucho está chocado com o populismo deste Governo

11 thoughts on “Capucho diz que os talibãs tomaram conta disto”

  1. Só tem o que pediu. Quem votou neles não tem direito a choques que, aliás, julgava reservados para o Seguro. Chocado, logo este que conhecia de ginjeira a incompetência , demagogia, falsidade e populismo dos Relvas, Passos, Cartroga & Ca. Começam a aparecer virgens arrependidas daquelas que, seduziram, roçaram e até gostaram de se ver livres da película. Que se danem.

  2. o que eu quero saber é: quem fica com os quadros se aquilo fechar e onde é que vão ser afectadas as verbas provenientes do casino? tudo o resto é treta, se o gaspar quiser transformar a casa das histórias numa casa de chá & sconas prás tias locais e pôr o capucho à porta a fazer de preto da casa africana, tanto se me dá, desde que mostrem ao país as obras da paula rego. pode ser mesmo uma exposição itenerante com camiões tir decorados a maneira.

  3. Indubitavelmente o trabalho de Paula Rego é de uma importância ímpar para a educação das simpáticas gentes do interior.

    Pois os seus quadros são o exemplo flagrante dos malefícios que afligem todas as “mulheres a dias” que tomem esteróides.

  4. pois, mas não foi ele o da rasteira a um governo democraticamente eleito?
    não foi ele que se demitiu da camara de cascais alegando problemas de saúde para se afiambrar ao lugar de presidente da assembleia da república (o passos/relvas não foi na cantiga)?
    o país já não consegue assimilar filhas da puta ressabiados como este capucho. os ressabiados que criem um partido!

  5. oh vê-lá-se-te-cai-a-placa! mulheres a dias só conheço a boazona do bloco e a velha do pê-esse-dê, mas dúvido que alguma vez possam ser educadas. tive aqui a cogitar e olha q’uma sessão de esfrega com as duas dáva um ganda quadro. fala c’as gajas que eu telefono à paula para ir afiando os pincéis.

  6. Morto de riso, tu não tomas esteróides, tu tomas hormonas, por isso, tens um cérebro do caralho! E um espírito de pintelho.

    Olinda, a cultura sempre foi a maior inimiga da direita. Aliás, à uma frase dum famoso franquista, que é a seguinte: sempre que ouço falar em cultura pego logo numa arma.

  7. sabes, Joaquim Rato, a abstracção da cultura, simbologia frágil, é muito difícil de manipular – o mesmo não se passa com a cultura material. é uma espécie de amputação de pernas ou de braços, propositada, para limitar movimentos. é mais conhecida por filha da putice.

  8. Joaquim Rato. És um pobre idiota acéfalo, que nem sabe sequer do que estou a falar.

    O facto de me referir aos quadros da Paula Rego como “Mulheres a dias em esteróides”, é porque na maior parte dos casos o parecem realmente.

    Se não estás bem com isso, estás à vontade para te continuares a martirizar de raiva.

    E olha, filhinho. Não era a primeira vez que a cultura (aquela coisa que tu achas tão diáfana e pura) se colocava ao lado de um regime fascista (tens que deixar de te documentar na Wikipédia).

    —-

    Ignatz, diz à Paula que pinte a pastel. Sempre podemos ir petiscando alguma coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.