Cabalas do Bártolo e o azar dos Távoras

«Quase no final do interrogatório a Azeredo Lopes, em que o ex-ministro passou de testemunha a arguido no caso de Tancos, o juiz de instrução, João Bártolo, entra num diálogo mais aceso com o ex-ministro da Defesa. O magistrado pergunta se não acha estranho que a saída de cena da procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, tenha coincidido com as sucessivas pressões do coronel Luís Vieira, então número um da Polícia Judiciária Militar (PJM), junto do Presidente da República e do Governo no sentido de interceder junto da PGR para que a investigação voltasse para as mãos daquela polícia. “Logo por azar dos Távoras tinha de haver nesta altura a questão da recondução do mandado da senhora procuradora, que nunca ninguém percebeu politicamente. Porque sai ela? E logo por azar até bate certo”, diz João Bártolo.

A resposta de Azeredo é emotiva: “Num Estado de direito, o coronel Vieira consegue ter um impacto em dois órgãos de soberania no sentido de obter uma sanção de não renovação da senhora procuradora? Isso seria inconstitucional.” A troca de argumentos prolonga-se por vários minutos, com o ex-ministro a rematar: “A questão é tão absurda que me recuso a acreditar. Não tem a ver o alho com o bugalho.”»

Juiz quis saber se houve complô entre Belém e São Bento

A fazer fé no que a notícia relata, aqui temos um juiz – no exercício das suas funções – a lançar uma homérica teoria da conspiração em registo de minis e caracóis numa esplanada da Caparica. O troco veio na forma do método Manuel Soares, exposto centímetros abaixo nesta página, onde se aponta para a irracionalidade da cabala lançada por quem, supostamente, será um especialista em Estado de direito democrático.

A estultícia e desplante das suspeições “[…] que nunca ninguém percebeu politicamente. Porque sai ela? E logo por azar até bate certo.“, a serem verdadeiras, chegaria para abrir um processo disciplinar. É que se este juiz acha que pode fazer comícios políticos e espalhar merda da grossa contra os alvos da sua fantasia enquanto interroga testemunhas, e se o Conselho da Magistratura e a magnífica associação sindical do magnífico Manel acham idem e aspas, o azar dos Távoras é o nosso. É o da República.

17 thoughts on “Cabalas do Bártolo e o azar dos Távoras”

  1. felizmente que a Justiça não funciona como um partido politico, todos atreladinhos, porque, de contrário, a maluquice deste juiz ia atingir a reputação da instituição todinha.

  2. O Ministro de Tancos e a Ministra dos incêndios morreram na praia a gritar por socorro, uma ardeu e o outro explodiu.

    E o Costa, nem estou lá! Nem os conheço!

    Quem sabe sabe!

  3. Caro Mal por Mal:
    Quantos meses de esforços e trabalhos custou,à oposição a saída desses dois ministros?
    Já não se recorda? Foram anos,até ao vómito de quem ouvia !
    E o Costa devia ter feito muito mais do que fez ao geronte provocador,na arruada!
    Tive um douto professor primário que afirmava ser uma boa chapada muito melhor que um par de óculos: depois de a apanhar vê- se o mundo muito. mais nitido !!!

  4. Chevrolatas, nem o Costa nem o ministro da saúde aparecem no Garcia da Horta, só vão aparecer quando houver médicos.

    Quem sabe, sabe!

  5. Para lá da kabala do juiz Bártolo sobre o azar dos Távoras, já muito anos antes
    os juizes se atiraram aos políticos pelo denúncia ao M. Público feita por um an-
    terior presidente da tal associação de juizes, a propósito da utilização dos car-
    tões de crédito pelos membros do Governo de José Sócrates que, apurou ter
    havido uns gastos de centenas de euros em revistas, livros e jornais!
    Logo, não merece qualquer credibilidade a lenga lenga do juiz Soares que, pelos
    vistos escolheu a pior forma para defender a sua classe!!!

  6. “da Horta” é a tua tia, parvalhão, e dele conheces menos do que a tua avó, que certamente sabe que o nome do coiso é “de Orta”. Vai comer bufas, analfa ignorante, pretensioso dum cabrão.

  7. O poder judicial tudo pode e sobre tudo sabe.
    Devem utilizar o método do ” Domine o Alemão em duas horas – método inovador”…é ver e ouvir PJ na CMTV – Direito, Futebol, Politica, Astrologia, etc…
    Onde é que a Proteção Civil deve pre-posicionar meios? Quantos? Alertas Metereologicos? Escalão de Comando? Nomeiem um Procurador ou Juiz e não há fogo que resista….os meios lá estarão onde se dê a ignição.
    .uma baforada, e pronto…tudo isto me fax recordar uma das cenas finais do filme o “Nome da Rosa”….vivam os “Salvatores”…

  8. Ó Camacho, tem calma pá, pareces um corretor ortográfico marado ou um professor chato à espera da reforma. Então Garcia da Horta não tem muito mais piada que Garcia de Orta? Não tens sentido de humor? Se não achas piada deves ser da Costa de Caparica. Vá lá anima-te, não leves as coisas tão a sério.
    Beijinhos

  9. Fixem o nome desse trampolineiro, João Bártolo.
    É da panelinha do Carlos Alexandre, seu amigo pessoal.
    Quando em 2014 o número de juízes do TCIC foi aumentado de um (o Alexandre) para dois, o segundo juiz, Edgar Lopes, não chegou a tomar posse, por estar em comissão de serviço. Então o amigo Bártolo foi milagrosamente nomeado para assumir interinamente uma ‘vaga de ‘auxiliar’, criada para esse efeito, ao lado do amigo Alexandre. E lá ficou “interinamente” durante quatro anos, de 2014 a 2018, até ser empossado o novo segundo juiz do TCIC, Ivo Rosa, que desgraçadamente não era da panelinha do Alexandre.
    O Rosa ficou com a instrução do processo de Sócrates, num sorteio informático que os da panelinha não queriam aceitar, porque o computador não indicou o Alexandre.
    Em compensação, o amigo Bártolo ficou milagrosamente com a instrução de Tancos, pois era essencial entregar esse inquérito a um panelinheiro de confiança. E ficou bem entregue, como e vê pelo interrogatório em causa. O Bártolo pode ser burro como uma porta, mas as suas teoria da cabala não desagradariam nem ao sindicalista Manel Soares.
    Pelo que o Bártolo mostra, a panelinha do Alexandre está agora apostada em atacar também o Marcelo, a quem culpam de ter corrido com a Joana, a grã-mestra da pandilha. Não querem o Marcelo reeleito, como é óbvio. Força, panelinheiros, ainda deve haver um resto de lama de Tancos para lhe atirar!

  10. devia doer ao álvaro santos pereira que assinou a concessão e ao paulo portas que é consultor da mota-engil, mas o que interessa agora é fazer fogo sobre o ps. quando a investigação do ministério público tropeçar com direita o processo entra em banho maria e fica a aguardar prescrição por falta de provas contra o ps, como vem sendo hábito. o melhor que a felgueiras conseguiu embrulhar foi um ex-governante do ps que se demitiu por ter cometido o crime de ir ao futebol e os depoiamentos duns ressabiados, nomeados pelo governo anterior, que controlavam o esquema e agora vêem o lítio a evaporar. enfim, cabalas impossíveis de montar por ser impossível “arregimentar a imprensa toda para a vigarice” como diz o manel soares, presidente da corporação.

  11. … do álvaro dos santos pereira, menistro dos pasteis de nada no governo da coligação, que salvou o país dos bancosrotos que eles próprios faliram, ter assinado o contrato. tá tudo provado mazé para enterrar o governo da marilú.

  12. isso é o que veremos. espero pelos próximos capítulos, relatos de tolos avençados de partidos não merecem confiança.

  13. “Além disso, a Eurocolt Resources assinou ainda dois contratos para prospeção e pesquisa, um para ouro, prata, cobre, chumbo, zinco e metais associados em Montemor-o-Novo, Évora, Viana do Alentejo, Vendas Novas e Alcácer do Sal, e o outro de antimónio, arsénio, cobre, lítio, entre outros minerais, em várias regiões como Tabuaço, São João da Pesqueira, Moimenta da Beira Vila Nova de Foz Côa.”

    https://www.dn.pt/economia/governo-assina-10-contratos-para-exploracao-de-minerios-2096869.html

    tásse mesmo a ver que o galamba fechou o álvaro no elevador e só o deixou sair depois assinar o esburacanço do país.

  14. sim? onde está Montalegre nesses contratos? 2011 ? e pq é que foram as empresas que foram deixadas de fora a denunciar a cena agora ? papas e bolos , avençado do centro com defeito ?

  15. Não é esse Bár Tolo dizer o que diz “em serviço” que é o mais vergonhoso.
    Verdadeiramente chocante é o gajo cagar assim para quem lhe enche a gamela e NINGUÉM TER TOMATES para o pôr imediatamente a cuspir fininho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.