11 thoughts on “Breves”

  1. Sinhã vou vêr se rima

    a Sinhã
    amanhã
    quer um reis
    que lhe toque o
    tamboril.
    para min que não rima muito bem :…:)

  2. não adivinei, acho que o tens muito mais que cheiinho de purpurinas, depois de lêr isto, ti es mais que purpurina es poesia, e muito bonito

    sou do profundo e molhado
    do coral do meu fado
    sou do mistério do monte
    água fresca da fonte
    sou da distância meretriz
    uma eterna aprendiz
    sou do perigo aliada
    valquíria sossegada

    palmadinhas para ti:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.