3 thoughts on “Belos”

  1. tão pouco. e os outros todos que vão morrendo fora da nossa zona de conforto? e as duzentas crianças sírias abatidas de costas? :-(

  2. Ver “Carnets d’ un combattant kurde” que passou no último DocLisboa ajuda a perceber a importância da guerrilha marxista, que resiste a tudo e todos – turcos, iraquianos, Daesh – na defesa da igualdade de género e na consciência das relações sociais em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.