10 thoughts on “Bela ideia, belo vídeo”

  1. Há qualquer coisa que ainda não consegui identificar nesta ideia e que me desagrada. Bem sei que os conceitos de aquaponics e hidroponics são completamente revolucionários, mas verão o que os tios belmiros deste mundo farão desta ideia aparentemente muito ecológica e trendy. O que acontecerá à agricultura tradicional? E quando integrarem as águas dos viveiros de peixes no sistema de aquaponics – se é que isso é possível, confesso a minha ignorância? Para que servirão os campos? Campos de golfe ou pejados de torres eólicas e painéis solares para alimentar as necessidades energéticas cidades? O que será da nossa ligação à terra, ao mar e à natureza se cada vez precisamos menos deles? Não precisamos de alguns,muitos, seres humanos neste mundo que não se limitem à perspetiva de uma vida inteira na cidade?

  2. Albatroz, a agricultura urbana será sempre um complemento da agricultura rural. E as próprias cidades vão alterando a sua estrutura e ambiente. O mais certo é que os espaços naturais, sob as suas diferentes tipologias, sejam cada vez mais valorizados, porque cada vez mais preciosos para a nossa saúde física e mental.

  3. e parece-me bem que gostes, Teresa. quero dizer: já nem sequer se fazem festas sem foguetes. é a vida. é o futuro, filho da puta do futuro, que vive em frequência de presente.
    :-)

  4. albatroz, tens motivos para duvidar. Em Espanha a cultura massificada em centenas de quilómetros quadrados com as “aquaponics e hidroponics”, de morangos, e outros frutos que não vêem terra nem sabem o que seja, dá direito a produtos que não sabem a nada, a não ser a água com aditivos. Crescem ultra rapidamente, ficam muito grandes e iguais, dispensam o custo do terreno, mas não são verdadeiramente frutos da terra, são umas merdas sem nutriente ou sabor.

    Para efeitos de decoração de exteriores, já acho bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.