Baldaia finalmente livre

Com esta inédita e virulenta opinião – Um Presidente a gozar com o pagode – Paulo Baldaia anunciou urbi et orbi que já não papa cavacadas ao pequeno-almoço. Foram muitos anos de mastigação, sabe-se lá com que penosas indigestões, mas Baldaia está finalmente liberto da tortura. Agora, é um homem livre e já se pode juntar à comunidade que assiste perplexa e à beira do desvairo a mais uma manifestação de prepotência e irresponsabilidade do chefe da direita portuguesa.

Cavaco, desde 2008, que é isto. Não estamos perante qualquer novidade. Há um padrão no seu comportamento, e há causas óbvias. Ele fez de Belém, ou deixou que se fizesse no caso de ter sido manipulado, um forte avançado para comandar tropas e lançar ataques contra o inimigo, o PS. Em termos psicológicos, há abundante literatura que explica o fenómeno. Em termo políticos, Cavaco serviu com diligência e mérito os interesses da oligarquia. E em termos cívicos, ficarei a gostar um bom bocado menos deste meu país caso Cavaco saia da Presidência sem que se organize uma manifestação de repúdio pelo vergonhoso e aviltante exercício do cargo.

15 thoughts on “Baldaia finalmente livre”

  1. fim de mandato, o montez já não necessita de apoiar o sogro e até já se posicionou do outro lado quando apoiou o costa.

  2. Não sei se o P. Baldaia será assim tão livre como quer aparentar?
    Foi um fiel apoiante da extinta maioria, transfigurava-se numa
    espécie de advogado do diabo durante a campanha eleitoral con-
    tra o PS e o António Costa, foi um dos adeptos do TINA, basta
    reler as suas crónicas no DN!
    Presumivelmente, já se apercebeu da mudança e procura posicio-
    nar-se no “tabuleiro”, até porque o Cavaco está a cometer o seu
    suicídio e breve passará à história … não vale bater em quem está
    já no chão, pode entender-se como atitude cobarde!!!

  3. baldaia,não está livre.ele é como o escorpião,morder na esquerda está na seu adn! a sua “metamorfose”, tem mais que ver com a venda de jornais.a mudança traz mais curiosidade,e como tal mais jornais e revistas vendidas.há novas politicas e pessoas a entrevistar.obs.quanto a uma possivel manif,contra o presidente,é só tocar o sino!

  4. A minha grande dúvida neste momento é a seguinte: quem vai ser a figura extra-partidária que o nosso digníssimo PR vai tentar indigitar, antes de finalmente se ver coagido a obedecer à AR ou, alternativamente, a partir para a reforma na Coelha deixando o país desgovernado? À primeira vista os requisitos do candidato são apertados. Tem de ser, conforme recomendado pelos protocolos de Tivoli:

    1) Uma figura com um mínimo de aceitação à direita e à esquerda.
    2) Agitada por impulsos salvíficos.
    3) Que esteja disposta a tudo para entrar na história.

    Padre Melícias? Fernando Nobre? Júlia Pinheiro? Evaristo Borromeu Cancela, o jardineiro do palácio?

    Isto é que está um problema…

  5. Quando se promulgou a Constitução e se deu o PR os poderes que tem,ninguem pensou , talvez, que algum día sería Presidente alguém com tamanha “personalidade”. Nem tudo se pode legislar para o futuro.

  6. Do sorriso das vacas ao tamanho da banana. Vou ter saudades deste gajo («vocês têm uma banana maior e mais saborosa«, comentou o presidente ao abandonar a Madeira, rumo a novas audições âs forças vivas da nação, com vista à escolha do novo governo que já está escolhido).

  7. Ainda por cima, como toda a gente sabe, a banana da Madeira é mais pequena do que a generalidade das bananas.

  8. Não acredito, em convertidos.
    Por imposicão, ou de outra forma, (tão breve), não são para ser levados a sério, lamento.
    Lamento mais, o que me parece ser a realidade, e tenho-a como tal, acerca do artigo em questão.
    Quantos mais, irão virar agulhas, não, sem no entanto caírem em contradição?
    Cair de máscaras, da extrema direita, aos diretos intervenientes, ouvidos por cavaco!
    o ,(aguentam) … afinal, gosta de quem lhe dêem a sopa.
    Chiq Tristes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.