Autogolos

Alberto Arons de Carvalho publicou O pluralismo da comunicação social depois das eleições. Calendário que não é irrelevante para a temática em causa. De notável no texto, dois aspectos. A sua raridade, posto que nem sequer do universo de filiações ao PS têm vindo denúncias ao longo destes longos anos acerca do poder esmagador que a direita exibe na comunicação social. E a sua superficialidade, posto que não toca nas campanhas de ódio, nos assassinatos de carácter, nos crimes da violação do segredo de justiça e na indústria da calúnia – a que se juntou nesta campanha eleitoral a exploração do estado de saúde de Laura Ferreira, provando-se pela enésima vez que vale mesmo tudo para a actual direita. Quanto ao que deixou escrito, certíssimo, inquestionável.

Para se atentar na vexante posição do PS, enquanto partido com militantes e simpatizantes e não apenas dirigentes, a respeito desta paisagem monocromática e perversa na imprensa portuguesa, vou repescar uma recente afirmação de Vital Moreira:

A democracia liberal supõe um "mercado livre de ideais e de opiniões". Mas como sucede com o mercado de bens e serviços, é precisa uma concorrência efetiva que impeça monopólios no acesso e abusos de posição dominante no debate político nos meios de comunicação, sob pena de se cair na "asfixia democrática" que há anos um dirigente político da direita denunciou com muito menos fundamentos do que hoje.

“Asfixia democrática”

Ora, bá lá ber. Vital considera mesmo que quando Paulo Rangel foi para o Parlamento Europeu berrar que já não vivia num Estado de direito, só porque tinha lido num esgoto a céu aberto que teria sido descoberto em escutas um “plano socialista” para vir a controlar órgãos de comunicação social – e ainda, na mesma vergonhosa peixeirada, ter responsabilizado o primeiro-ministro de então por uma crónica sórdida, doente e caluniosa de Mário Crespo não ter sido publicada no JN – estava o eurodeputado a exibir os “fundamentos” que o mesmo Vital admite existirem para se ter falado em “asfixia democrática” ao tempo? Se não, a que fundamentos se refere? Quais eram os órgãos de comunicação social que, de 2005 a 2011, mostraram defender fosse o que fosse associado com o PS ou com o Governo ou que tivessem calado a oposição, sequer diminuído o tom dos seus protestos febris? O que vimos foi precisamente o contrário: o império Balsemão, a TVI do casal Moniz, o Público de Belmiro e do Zé Manel, o Sol do tresloucado, a Renascença de uma Igreja invariavelmente de direita, um DN do Marcelino onde uma brigada de Passos Coelho tomava conta da secção política, uma TSF onde o Baldaia fez sempre o que pôde para defender Cavaco e desgastar Sócrates e o PS, e uma RTP onde Judite de Sousa tinha chiliques por causa do olhar incandescente do Diabo. Acaso o Vital Moreira conseguiria apontar algum dano à liberdade de expressão ou à liberdade da imprensa durante a governação de Sócrates? Não era evidente que a direita, com a cumplicidade activa da esquerda pura e verdadeira salvo pouqíssimas excepções, fazia o mal e a caramunha, tendo-se até descoberto numa comissão de ética que o Correio da Manhã, em 2009, liderou por larguíssima margem o investimento publicitário do Estado?

Nesta campanha eleitoral em 2015 não se discutiu a intoxicação do espaço público por uma comunicação social sem decência nas mãos de uma direita violenta e decadente, tal como não se discutiu uma Justiça onde parece haver magistrados a cometerem crimes e ilegalidades, tal como não se discutiu a Educação. Não admira, então, que haja em Portugal muito mais adeptos da bola do que do Estado de direito.

15 thoughts on “Autogolos”

  1. Começando pelo final

    Não admira, então, que haja em Portugal muito mais adeptos da bola do que do Estado de direito.

    Para o Euro 2004 foram construídos 10 estádios que custaram 665 milhões de euros com a capacidade para 376 mil lugares.

    Agradeça ao Zézito .

  2. No tempo dos governos do Zézito, que me lembre, o grupo Controlinveste, que detinha o Diário de Notícias, o Jornal de Notícias e um jornal desportivo, dependia largamente, como muitos outros, da ” publicidade institucional ” do Governo, aquelas páginas contíguas aos anúncios de publicidade, onde eram publicadas várias notícias relacionadas com a actividade administrativa governamental – leilões, penhoras, editais, avisos camarários, etc.
    Lembro-me de ter lido o então proprietário do grupo, Joaquim Oliveira, em entrevista ao jornal, ter referido que tinha advertido os directores do DN ( Marcelino ) e o do JN ( José Leite Pereira ) para terem muito cuidadinho com o que se escrevia sobre José Sócrates .
    O Crespo, foi censurado e afastou-se no tempo do Leite Pereira .

    A Manuela Moura Guedes foi afastada da TVI em circunstâncias no mínimo, controversas .

    Também é certo que existe actualmente um unaninimismo, muito em especial, na chamada imprensa económica .
    Tenho a impressão de que aquela, influência e digamos assim, contamina toda a outra restante .
    O jornalismo hoje em dia é diferente, em especial na televisão .
    Existe um pivô, que dá a cara nos ecrans, e por detrás tem uma série de escravos que redigem as notícias. Destes, muitos serão trabalhadores com contratos a prazo, e a recibos verdes .
    A Judite, por exemplo, nada percebe de economia . Idem para o José Alberto de Carvalho .
    O Rodrigues dos Santos, esse, não percebe de nada . Não obstante, foi cognominado o ” Herói da Guerra do Golfo “. Escreve livros de manhã, período em que deveria de estar na RTP a partir das 9 horas, cumprindo o horário de 8 horas diárias . Depois apresenta-se da parte da tarde, para aí por volta das duas horas, mas nada faz até às 8 da noite, altura em que apresenta o telejornal. Nesta altura, já está a ganhar horas extraordinárias, por estar fora do horário normal . É por causa de cenas destas que a RTP é um buraco sem fundo . Almerindo manifestou vontade de lhe colocar um processo disciplinar, e devia tê-lo feito .

  3. pimpampum,és um pulha.há anos um velhinho critico do governo socrates dizia que os estadios já estavam pagos.porto,benfica e sporting,iam construir os seus estadios,mesmo sem europeu.mas há mais um argumento.com o europeu veio gente a portugal,que de outra forma,nunca viria.o efeito multiplicador desses milhares que nos visitaram e deixaram cá bom dinheiro,foi impressionante.a cidade do porto,é hoje uma cidade muito mais cosmopolita do que era dantes.repito é impressionante o numero de turistas estrangeiro que visitam esta cidade.de lisboa nem se fala.não me digas que vêm cá para ver o “pulha” de massamã,ou a catarina deneuve à portuguesa. os pulhas tambem criticam as auto estradas,mas todos os dias circulam nelas para fazer os seus negocios.outro dia um politico de direita entre outros argumentos dizia, que as auto estradas,tornaram o pais mais competitivo.sabes, socrates,via mais a dormir do que os fdp que conhecemos acordados.mas olha, que o ferreira do amaral ,o tal que vendeu o tejo à lusoponte,construiu os mesmos km do que socrates 300km.saõ muitos? os do socrates foram todos para o interior. tem vergonha.

  4. Ó Fífias, é uma desgraça, o Avante, o Acção Socialista e o Luta Popular estão todos nas mãos dos direitolas, este último, nem abre o site, diz assim
    Luta Popular
    http://www.lutapopularonline.org/
    Deve ser imediatamente destituída toda a redacção do jornal Luta Popular Online, e nomeada pela Comissão Política Especial um novo director do órgão …

    Pois pois, os estádios seriam feitos com o dinheiro dos clubes, mas, com grande desgosto para eles, abdicaram desse direito, para darem o honra e o privilégio aos contribuintes portugueses, de serem estes os pagantes, que grande Lorpa que tu és !!!

    Milhares de visitantes e de dinheiro para os cofres do Estado ???
    Há números credíveis ?
    Ou o que há, são as estatísticas (marteladas) do costume ?

    Vieram de comboio, de carro e de avião em low cost para verem jogos de um dia e regressaram no mesmo.
    Temos companhias low cost ?
    Vieram cá abastecer-se de gasolina, mais cara que nos países deles ?
    Foram comer a restaurantes caros ?
    Claro que não, a maioria emborcou cerveja e comeu couratos e bifanas !
    E dos ( poucos) que foram a restaurantes caros, terá o IVA da restauração sido entregue ao Estado ?
    E dos que dormiram em hospedarias e hotéis, foram muitos? E o Imposto de Turismo ? Foi entregue ?
    É que naquele tempo não havia Núncio . ABRENÚNCIO, que também exagero, é demais .
    Ó ingénuo, quem ganhou e bom dinheiro foram os arquitectos, os Salgados, os Taveiras e os Soutos Mouras e as Soares da Costa, Motas Engil, Somagues e quejandas .
    E, ainda poir cima Estádios novos construídos de raíz, idealizados para servirem de palco a um jogo (ou dois) e depois serem imediatamente demolidos !!!???

    Turismo corrente no Porto ?
    Sim, sim, esmagadoramente de classe baixa e muitíssimos de chinela, de havaiana e de mochila às costas . E a dormir em hospedarias baratas, hostels e pousadas da juventude à borliú . E já vêm com roteiros e tudo bem estudado, conhecem os locais certinhos em termos de melhor preço, melhor que os locais . É só vê-los a conferir e a reconferir as contas . Em suma, vêm aos saldos.
    É barato . Come-se bem e paga-se pouco. E com direito a visita às caves e a um cálice de vinho do Porto com uns salgadinhos . Vai a Bordéus ou à região do champanhe em França a ver se eles te são alguma coisa de borla . Eles, os franceses, não são trouxas como nós .
    Quanto aos que realmente ficam em hotéis de topo, e que possuem quase todos bons restaurantes, comem com IVA a 13 %.
    Nós comemos com IVA a 23 %, mesmo que seja na tasca .
    Estamos a pagar por eles .
    E eu sou pulha porquê ?
    Roubei alguém ?
    Fiz-te algum mal ?

  5. ò pimpampolho, ainda vais a tempo de te constituir em organização cívica para impedir a construção dos estádios. nem sei como é que não te lembraste mais cedo, se calhar andaram a oferecer bilhetes vip aos fiscais da bolha e tinhas a bandeira a corar à janela, ideia registada do primeiro afilhado do marcelo caetano e coiso da fundação monárquica a candidatar-se a presidente da república. agora puxa o táxi mais à frente que estás a tirar lugar na fila aos colegas.

  6. fifi
    13 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 9:58
    pimpampum,és um pulha.

    NÃO PODE, NÃO DEVE FALAR ASSIM. Caramba. Que moralidade é a vossa?!

  7. E depois lá temos o trambolho fálico, numa chuva de imagens ordinárias e francamente deploráveis.

    Caramba. É isto que VOTA e pode DETERMINAR o futuro de um país, de uma mentalidade!!
    ENCARDIDOS sois! Muito encardidos. Peguem num livro, leiam! Lavem esse cérebro! Aprendam a estar e a mudar o que está errado.

  8. E prontos, o DOUCHEBAG BROCHIGNATZ ficou todo excitado
    Levou uma enrabadela e gostou, mal lhe soa a COLONOSCOPIA e salta logo .
    Tem calma que vais comer comentários com SUBSTÂNCIA .
    Tenho tempo

    Para o ESCARRO em causa, também conhecido por CÂNCARO DA INTERNET, a minha receita cá vai

    ONE COLONOSCOPY A DAY
    KEEPS IGNATZ OK

  9. Ó Maria, I beg to disagree .
    Grande post em quê ?
    Só se fôr em extensão.
    Não alimente falsas expectativas, o homem não ganha o NOBEL DA BLOGA .

  10. PIMPAUMPUM

    LOL.

    BURRA, cega és tu, desbocada e histérica como uma hiena. Skank.
    Estão a ver quando as skanks passam e deixam aquele cheiro horrível que até se sente no carro?
    Pois assim é a BURRA. A gaja chega aqui, fede asneiras e fala de coças…Pois, coças…
    Burra, vai beber enxofre…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.