As coisas como elas é

Mauro Xavier, presidente da concelhia do PSD Lisboa, escreveu uma carta aberta a Fernando Medina a propósito de um blogue. A intenção da carta, ao mesmo tempo que recorda à população que nesta direita não há política para além da chicana, é a de denunciar a influência desse blogue na política nacional. Um blogue cujas parangonas invadiam os quiosques e cafés nacionais logo pela fresca, e cujos programas radiofónicos e televisivos com jornalistas de pistola em punho ocupavam as casinhas dos coitados dos portugueses vítimas dessa poderosa propaganda e sujeitos a uma opressão mediática que os cercava e lhes retirava o ar. O ar da liberdade. Esse blogue conseguiu, fruto de um pacto com o Diabo (mas não o de Setembro passado, estamos a falar de um Diabo mesmo diabólico), alterar os equilíbrios de poder no País e foi uma força decisiva em todos os actos eleitorais desde 2005 até 2015.

Faz bem o Mauro em perseguir essa malandragem. Porém, quando este valente descobrir que o Medina trabalha para a glória do Correio da Manhã ainda o veremos a lançar outra carta aberta a pedir a chave da cidade para o actual presidente da Câmara.

26 thoughts on “As coisas como elas é”

  1. Duas notas, Valupi. 1. o jornal i nas bancas venderá uns 500 exemplares diários pouco mais ou menos. 2. o PSD lisboeta e nacional é isto, hoje mais do que ontem.

    […]
    «A direita deixa um país destroçado. Mas também armadilhado: da ocupação integral das cúpulas da Administração Pública aos mais subtis instrumentos de poder e propaganda, passando pelos mecanismos para acentuar as desigualdades e agravar a relação de forças entre o trabalho e o capital, o que espera o Governo é um desafio gigantesco. Com os abutres, simbolicamente a andar por aí, à coca.

    Neste contexto, virar a página não será uma tarefa sem riscos. O Governo merece, por isso, ter direito a um estado de graça. O CC aproveita para fazer um intervalo. Tendo em conta a infinitesimal participação do blogue para arriar a direita, perdoe-se alguma fanfarronice: missão cumprida.»

    Miguel Abrantes, despedida no CC.

  2. Essa abrantes de sousa não é homem e como animal pertence á classe dos rastejantes mas sem coluna vertebral, um nojo….

  3. campus, voltaste burro como antes? Espero que te tenha passado a azia com as cenas que o António, a Catarina e o Jerónimo fizeram ao Pedro, entretanto.

    Nota. Esse à é do outro ladex, rapaz.

  4. Valupi: Só prova que o Câmara Corporativa era um blogue de qualidade inigualável. Roídos de inveja, estes grunhos.

  5. Penélope, pois era. E, para além dessa qualidade, muito haverá a dizer acerca da sua fama “caluniadora”, o carimbo que recebeu de retintos caluniadores.

  6. o câmara corporativa denunciou a pouca vergonha da juízalhada receber subsídio de alojamento, fazer pouco e ter bué de férias. pensavam que afrontavam a corporação e que não as pagavam. a procissão ainda vai no adro e há-de engrossar até descobrirem quem votou no sócras. delação premiada e inversão do ónus de prova vão ser as próximas etapas, depois julgamentos sumários e reversão do 22 na antónio maria cardoso.

  7. O Câmara Corporativa funcionava um pouco como a aldeia dos irredutíveis gauleses no panorama mediático português.
    A liberdade de imprensa “a la direita” é isto: quem tem dinheiro e poder faz as notícias. E ai de quem se meter pelo meio. O Câmara meteu-se e um bem haja por isso.
    Duvido que volte, mas o “CC Sugere” continua a ser de alta qualidade e altamente recomendável, pelo menos para mim.

  8. essa carta aberta do mauro é para testar reacções aos próximos capítulos da novela sócras que já não comove ninguém, tirando aqui o valupi. depois sócras não é candidato a nenhuma autarquia, assumpto que preocupa o xavier e daria jeito que a procuradoria investigasse o supositório do moço.

  9. Entretanto o herói nacional que os humilha a todos é o gajo dos crimes de Aguiar da Beira.
    Ainda vão ter de desviar os recursos da Operação Sócras para evitarem a humilhação da CMTV e da Tóina Laranjo.
    Pelo meio a CMTV anuncia a tudo o que é gatuno quais são as casas boas para assaltar porque os proprietários estão longe … mais uma negociata …

  10. Vejam esta “perola” do DN de hoje, 25/19/29167
    http://www.dn.pt/
    Passos a sair da audiência com o PR ( emblema ao fundo).
    Depois o titulo e subtítulo a dizer que “Presidente vai denunciar fragilidades do Orçamento”. Só que o Presidente a que a noticia se refere é ao… presidente do PSD..
    A manipulação já tem limites e decência…. e está a acontecer em TUDO o que é órgão de comunicação social… seja lá que meios e atores use. É a mobilização geral !
    Assim vai ser muito mais difícil se não houver resposta !

    Passos Coelho: orçamento do PSD seria “melhor para os portugueses”
    PSD relança Jornadas de Consolidação, Crescimento e Coesão, que arrancam em Aveiro.
    Presidente vai denunciar fragilidades do Orçamento
    Ministro da Economia diz serem “descabidas” especulações sobre segundo resgate
    PSD quer conferência de líderes urgente
    “É um mau Orçamento”. Passos critica OE e admite apresentar propostas

  11. Gostei bastante de ler os cumprimentos da Penélope e do Valupi nomeadamente, en quanto que outros presumo que pura e simplesmente não sabem do que falam. E porquê, …? Porque o CC tinha e o Jugular tem os comentários sob moderação.

    Nota, um. Outros digam-nos, quem se lembra dos vossos comentários que não foram autorizados pelo Miguel Abrantes? E no Jugular? Assim por ordem de grandeza para se perceber: um ou dois ou… dezenas?

    Nota, dois. Este ponto é interessante para se avaliar o que era, é e será o Aspirina B face aos demais camaradas e amigos, o que de resto, para quem entende as cenas em abstracto, se presumia no que eu ontem disse no post ali ao lado (já lá vou). Ora, retomando uma conversa de há dias com o Valupi eu mantenho que há doenças que se colam à pele (tóxicas, epidérmicas e que afectam, digamos, a nossa performance intelectual).

  12. “Porque o CC tinha e o Jugular tem os comentários sob moderação.”

    ò érica. porquê, é proibido? não me digas que os blogues foram nacionalizados. blasfémias, insurgentes e outras cenas fachólas não te queixas, aí a censura é natural e estão no seu direito. querias aspirinas livres em todo o lado para apresentares serviço no partido, vai reclamar à joana e pede mais um inquérito.

  13. ignatz, vai estudar (nota: no CC ficavas à porta como os cães, essa é que é essa, e isso enobrece o Miguel Abrantes e se ainda não percebeste diminui bastante o Valupi e intoxica-o… mas ele é que sabe da sua pele, TAKE 3; jpferra, cresce e mete-te com a malta da tua idade (e entretanto aprende a pensar e a escrever, começa pelo aeiou e passas depois rapidamente à cena das vírgulas e dos acentos; depois de desmontares a árvore de Natal, voltas aqui para te responder à altura).

  14. Perante tanto silêncio comprometido, resta-me dizer que Miguel Abrantes e a turma do Aspirina B sabe que é assim. Valupi, TAKE 4.

  15. Li assiduamente o Câmara Corporativa.
    Os textos eram bem escritos, rigorosos, esclarecedores. Foram uma boa fonte de informação.
    Não, não era um blog a “glorificar” Sócrates, como muitos mentecaptos andam para aí a tentar convencer aqueles que não são capazes de pensar pela sua cabeça. Não enganava ninguém quanto à sua linha de orientação. Era honesto.
    Na altura, como agora, tanto se me dava que o autor se chamasse Miguel, Clarinda ou Joaquim. O que interessava era o teor do que lá estava escrito e que era verdadeiro.
    Só posso dizer que qualquer político que queira boa assessoria não deverá hesitar em contrata-lo.

  16. Fernanda, assino por baixo (e, não, não me interessa especular sobre o que cada um pensará hoje não sobre o [seu] passado mas sobre o presente e o futuro do país que não são essas as questões fundamentais por agora). Eu o disse em algum lado, penso que não aqui no Aspirina B, em que para muitas pessoas seguirem e/ou comentarem os posts do CC e de outros blogues de combate (entre os quais o Aspirina B, alegra-te ó Valupi!, num horizonte que por vezes chegava até ao… Jumento) acabaram por ser uma bóia de salvação para muitas pessoas se manterem lúcidas. Nomeadamente na fase terrível do pós-2011 (o longo período dos pontapés da PàF), já agora. Mas o CC acabou em 2015, no momento exacto decerto, e com o Miguel Abrantes despedir-se em grande estilo.

    [Valupi, isto é sobre a natureza do CC, abreviado, que o tempo não dá para mais.]

  17. ò érica, deixa-te de tretas. descobriste o câmara corporativa depois de ter acabado e através do aspirina. até hoje nunca vi por lá vestígios da tua passagem, facto constatável pela consulta das caixas de comentários do blogue que continua aberto. depois és um reaça do caralho, perfeitamente identificável com o blasfémias e outras bimbalhadas direitolas, com a panca de te colares a tudo o que é referência de qualidade, sem perceberes o significado ou entenderes alguma coisa do assumpto. para ti, um blogue bom é aquele que passa no corrector do priberam e que fala de cenas que não se percebem, sem relevância ou cheirem a sócras, tipo olinda case.

  18. Não sejas burro que hoje é dia do Glorioso, Ignatz, leste-me bastante enquanto ficavas à porta como os cães.
    Coisas, lá está.

    Nota. Valupi, atura-o. Fui.

  19. ò aldrabilhas do caralho! afinal miguel abrantes era o pseudónimo da érica fontes e ninguém sabia. volto a repetir, até hoje nunca vi algum comentário teu no câmara corporativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.