Apelo à Direita

Bom povo da direita lusitana,

Sabemos como têm sofrido prejuízos colossais e indignidades atrozes por causa dos bandidos que usurparam a governação, oprimem quem trabalha, perseguem os que criam riqueza e roubam a fazenda pública. A vós, que guardais as nossas melhores tradições e as mais elevadas aspirações, que estudastes em famosos colégios e reputadas universidades, que possuis estantes repletas de tratados, ensaios e florilégios de moral, que sois os mais viajados e sofisticados, que exibis enciclopédico conhecimento sobre restaurantes sublimes, vinhos raros e perdizes de perder a cabeça, que tendes os pais mais cultos, os tios mais altruístas, os primos mais honestos, os amigos mais inteligentes e as amigas mais giras e liberais, em verdade vos digo: haveis uma vocação inata, um direito natural, para mandar nesta merda toda.

É por isso que nós, os pacóvios e biltres que vos cercam, estamos agora muito apreensivos à pala destas eleições presidenciais. É que corre o zunzum de que a direita vai votar Cavaco, o que seria uma desgraça para os vossos interesses e justas expectativas. Cavaco tem sido o seguro de vida desse criminoso da licenciatura falsa ao domingo e por fax, das casas escabrosas que destruíram o património arquitectónico da Guarda, dos envelopes castanhos do Freeport, do apartamento oferecido pelos mafiosos russos, da corrupção à má-fila na Cova da Beira, do plano para usar a PT e o Rei de Espanha só para acabar com um programa televisivo que passava às sextas-feiras e ainda, não esquecer, do namorico com o Diogo Infante, o qual em boa hora foi divulgado por um jornalista brasileiro apoiante do Santana e o qual nem sequer chegou à fase de noivado, era só luxúria. Mas há mais: Sócrates já arruinou Portugal de forma irreparável para os próximos 1750 anos, estando agora apostado em dar cabo da Europa com a ajuda dos venezuelanos, líbios, angolanos, chineses e árabes. É a escumalha mundial que se prepara para a invasão a partir do Cais das Colunas, não tenham qualquer dúvida. E que faz Cavaco perante tudo isto? Alinha na devassa, não dissolvendo a Assembleia da República e assinando todas as leis que a paneleiragem impõe. Calamidade nunca antes vista, Portugal corre o risco de acabar.

Bom povo da direita lusitana, ilustres guardiões do nosso futuro, tendes de votar em qualquer um menos no Cavaco. Votai Alegre, um destacado líder da oposição a esta gente durante o período de 2007-09, tendo provas dadas no boicote interno à malandragem do Governo. Votai Nobre, um impoluto, um santo, um iluminado que vai conseguir limpar toda a porcaria dos políticos e da política com uma vacina especial que desenvolveu entre os famélicos. Votai Defensor de Moura, alguém que também não entende a relutância de Cavaco em acabar com o mal. Votai Chico Lopes, o qual garante que dissolverá a Assembleia as vezes que forem necessárias até derrotar o capitalismo internacional ou vergar o imperialismo americano, o que acontecer primeiro. Ou votai José Manuel Coelho, talvez o candidato que melhor vos representa, posto que já chegou a propor uma estátua de 50 metros em homenagem a Jardim, esse paradigmático espécimen do que é o PSD triunfante.

Bom povo da direita lusitana, se quereis dar um chuto no Engenheiro, levai o Professor ao tapete. É a hora!

13 thoughts on “Apelo à Direita”

  1. “Paneleiragem”, é pá, isso é esticar ao máximo os limites da vernacularidade num estado de direito! É pior, diria, que matar, e especialmente ferir, manifestantes na Tunísia com balas de toicinho!

  2. É bom que levem este apelo muito a sério, é que, segundo li no Sol, parece que o Engenheiro não desarma e prepara-se mesmo para se recandidatar à liderança do partido. Mais uma péssima notícia… :)

  3. Valupi,
    A direita direita “Independente/indy” não suporta Cavaco, pelo contrário detesta-o e considera-o um “montanheiro” parolo de província sem pergaminho ou nobreza familiar. Contudo, sendo o mal menor, têm de o gramar e, contra-natura, não havendo nada de mérito palpável a apontar, segundo sua retrógrada escala de valores, têm de sobrevalorizar subjectividades como: seriedade, honestidade, previsibilidade, verdade, simplicidade, etc., un rol de adjecticos que se podem colocar a qualquer concorrente.
    E realmente a parolice é tanta que o próprio se vangloria de ser previsível como vantagem pessoal, como se tal qualidade básica não fosse a mais propícia a ser manipulado e enganado. De um alto cargo quer-se pessoa capaz de imprevisibilidade, de rasgo, de arte, de golpe de asa, de golpe de risco, de saber ler sinais e enfrentar conscientemente riscos sem medos. Foi da análise da instintiva previsibilidade dos animais que Pavlov definiu a sua famosa teoria.

    A direita direita menos, a letrada e intelectualizada, igualmente não suportam tal espécimen auto-convencido que quer ditar a lei por sobre as suas personas político-literárias. Estas personas letradas ou académicas bajulam o poder dos tolos pois nesse meio têm todas as possibilidades de brilharem e atingir os lugares devidos aos “sábios” que eles representam. E como tal, embora também desprezem o “montanheiro” sem curriculum familiar ou literário, são obrigados a aturá-lo, mas neste caso vão servindo-se dele para ter poder e se possível vir a obter o poder todo.

    Ambas as direitas, sem qualidades para chegar ao poder de moto-próprio, tentadas todas as formas manhosas, enviezadas e conspirativizadas, apelam subliminarmente ao “detestado” que este lhes facilite e limpe o caminho para o poder. E, neste momento político, incapazes e temerosos de assumir a tormenta sozinhos, ardem de desejos de exercer o poder por interposto fmi, que de grande bondade e salvador passaria à utilidade de ser o mau da fita.

  4. Porra pá…ando perdida por aí e não encontro nem poste ou comentários do “CHAFURDA CEREJO”, o celebre agente serviçal do pasquim público.
    Este serviçal para todo o serviço, prestou-se no passado as mais mórbidas investigações e opiniões com o objectivo claro de denegrir e comprometer Sócrates, mas em vão.

    Agora desafio esse chafurda a investigar a toca do CAVACO na “aldeia da coelha”. Se corajoso e valente, chafurda, faz um apelo à tua desonestidade intelectual e envolve-te cara, ali tens matéria substantiva para saíres da escravidão mental… que teus patrões te submeteram ao longo do tempo. Ainda vais a tempo e mostra uma vez na vida que afinal és um homem com coluna (háháháháhá).
    Reage, merdas…mostra o que vales como jornaleiro.
    Da tua Tia judite

  5. Boa, Ribeiro! O CHAFURDA CEREJO está calado que nem um rato. O dono do pasquim “público” manda-lhe que se cale e ele cala-se. E o “partido” faz o mesmo. Biquinho fechado que o inimigo a abater é só um: O PS e mais nenhum! Não é assim, ó CHAFURDA?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.