Ao cuidado do 19-1

The research team warns that a tendency to overclaim, especially in self-perceived experts, may actually discourage individuals from educating themselves in precisely those areas in which they consider themselves knowledgeable - leading to potentially disastrous outcomes.

For example, failure to recognize or admit one's knowledge gaps in the realm of finance or medicine could easily lead to uninformed decisions with devastating consequences for individuals.

"Continuing to explore when and why individuals overclaim may prove important in battling that great menace - not ignorance, but the illusion of knowledge," the research team concludes.


Self-proclaimed experts more vulnerable to the illusion of knowledge

5 thoughts on “Ao cuidado do 19-1”

  1. Ó Val, tens de reconhecer que 19-1 são efectivamente 18, e olha que não sei se a malta com 10 anos aprendeu alguma coisa com esta preciosa lição de economia.

  2. quando um filho abandona a casa dos pais por mau viver três menos um não é dois, Carlos Sousa, é incompetência parental, tristeza, disfunção familiar(…) – o dois é sempre a ilusão objectiva, quase invenção, de um universo tão, imensamente, subjectivo. porque se trata de pessoas.

  3. Por cá, auto-intitulados especialistas é o que não falta! Basta ligar a caixinha ou abrir um pasquim. Opiniões ao monte todas, ou quase todas a favor da corrente, até porque é bem sabido – a bosta sobrenada!

  4. Este post e o link para o 19-1 demonstra claramente este efeito psicologico em accao.

    “tendency to overclaim, especially in self-perceived experts, may actually discourage individuals from educating themselves in precisely those areas in which they consider themselves knowledgeable – leading to potentially disastrous outcomes.”

    Em Portugal ha uma enorme profusao de experts em politica e economia. Os primeiros , pode defeito, tem uma visao politizada da realidade. Os segundos, e aqui so interessa referir aqueles que tem acesso aos merdia portugueses, sao movidos por, e beneficiam de conexoes politicas ou fortes interesses corporativos.
    Raramente estes experts acertam no que quer que seja, desde resultados de eleicoes – vide referendo grego – seja reaccoes a resultados de eleicoes – vide acordo grego – seja em desenhar politicas que criem riqueza em Portugal – 4 defaults em 40 anos e uma total incapacidade de convergir a media europeia.

    Posto isto, e interessante ver como eles, sempre os mesmos opinion makers ou “experts”, aparecem todos os dias na TV a opiniar e a ensinar as massas sem que uma alma com espirito critico os remova de vez, bem pelo contrario, e cada vez maior o espaco que lhes e concedido.
    O POVO, o tal amor da Raquel Fatela e de qualquer Trotiskista que se presa, pensa que ao ver todos estes “experts” a perorar na TV, na imprensa escrita e em blogs de merdia, estao a aprender sobre economia, sobre ciencia politica, etc. e nao se dao ao trabalho de aprender por si mesmo ou aprofundar conhecimentos em coisas tao importantes para o seu bem estar.

    Pior que tudo, os merdia portugueses estao completamente tilted para despejar propaganda socialista / comunista.

    E este caldinho que justifica que o PASOK portugues, liderado por um vendedor de chamucas que nunca fez nada na vida, continue a reunir cerca de 35% das intencoes de voto.

    E este caldinho que da um pulpito ao Louca, ao Rui Tavares, ao Daniel Oliveira, burros que tao consistentemente errados que nem para varredores de rua serviam.

    E eis o resultado disto tudo, gajos como o Ignorantz, o JP Ferra, enfim, o tipico frequentador deste pardieiro .

    O futuro do pais e negro..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.