Alvíssaras, Louçã descobriu um socrático honesto!

Está a fazer muito bem ao Louçã a licença sabática. Atente-se neste incrível texto:

Afinal, havia dinheiro para salários e pensões

Tudo nele é incrível. Começa logo pelo seu começo:

Emanuel dos Santos foi Secretário de Estado do Orçamento dos governos Sócrates entre 2005 e 2011. Estão feitas as apresentações.

Que mais há para dizer de quem esteve ao lado de Sócrates? Nada. A sua experiência profissional, a sua formação académica, a sua produção intelectual, quiçá as suas fotografias de férias com a família e o cão, tudo isso se apaga por ter estado sob a influência do mafarrico.

Segue-se uma recensão didáctica e progressivamente empática do livro “Sem Crescimento não há Consolidação Orçamental” onde, incrivelmente, Louçã junta a sua voz à de Emanuel dos Santos no argumentário contra a atoarda da bancarrota iminente em 2011 por culpa do Governo PS. A conclusão, agora de ambos, é à prova de estúpidos: podíamos ter passado por 2011 sem precisar de recorrer a um empréstimo de emergência – portanto, sem ter perdido a soberania.

Aqui chegado, Louçã salta do comboio e vai abancar no apeadeiro do sectarismo. O esforço tinha sido tremendo e ele precisava urgentemente de descansar depois de tanta trepidação nos carris da boa-fé. E termina o escrito com o faduncho do “governo de esquerda” e seus miríficos poderes.

Ora, regressemos a Março de 2011: nem Portugal estava à beira da bancarrota, nem existiam gorduras no Estado, nem seria possível escapar ao contexto económico internacional, nem seria possível fugir do contexto político europeu, nem se desbarataram fortunas com aeroportos, TGV, PPP, auto-estradas e escolas. Pura e simplesmente, havia um Executivo que reunia alguns dos governantes mais capazes de toda a política nacional, todos eles confrontados com gigantescos e indomáveis problemas que nasciam tanto da caótica actualidade como da constrangedora longa história da economia portuguesa e da adesão ao Euro. Quer Louçã convencer-nos de que não se deu conta da conjuntura? Quer Louçã dizer-nos que não percebeu o plano da direita, ainda por cima uma direita mentirosa, decadente e incompetente como nunca se tinha visto antes, nem sequer com Santana Lopes? Quer Louçã garantir-nos que a responsabilidade de um partido de esquerda com representação parlamentar, perante aquelas e estas e outras evidências, se realiza no derrube de um Governo também de esquerda só porque este não correspondia ao tipo de esquerda que Louçã criou na sua brilhante cachimónia e do qual é o feliz proprietário monopolista?

É incrível o que o fanatismo faz à inteligência própria, mas ainda mais incríveis são as consequências devastadoras do que se passou na Assembleia da República no dia 23 de Março de 2011.

15 thoughts on “Alvíssaras, Louçã descobriu um socrático honesto!”

  1. A História os julgará!
    No fim de contas, a verdade, verdadinha, é que toda esta actual situação tem responsáveis: e os Partidos à esquerda do PS são OS GRANDES RESPONSÁVEIS por o Governo Sócrates ter caído, ao conluiarem-se com a direita que queria a todo o custo que o Governo fosse derrubado. E as consequências dessa atitude também eram conhecidas por esses Partidos da extrema esquerda, pois todas as sondagens apontavam para uma vitória da direita coligada. Portanto, se este Governo existe, e era, já nessa altura, bem visivel quais iriam ser os seus propósitos e as suas políticas, ao BE e ao PCP tem que agradecer, pois foram estes partidos que lhes abriram o caminho para lá chegar. E o curioso é que o PEC IV (famigerado, como eles ainda dizem), tinha uma solução para enfrentar os problemas financeiros do País, pois essa solução já tinha sido acordada com a UE e o financiamento estava para esse efeito já estava aprovado. Só a recusa desse PEC IV atirou o País para a situação actual. Obrigado, Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português, devem dizer hoje, convictamente, todos os que foram e se estão actualmente a banquetear no pote.

  2. fico embasbacado com o destaque dado pela catarina martins e pela esquerda.net aos conteúdos do dito livro. esta escumalha bloquista, cheia de retórica, andou a gozar com o país, não andou?

  3. O Bloco bem pode fazer o mea culpa disfarçado e velado.
    A história já está escrita e o mal feito.
    Melhor faria em assumir a sua quota parte de responsabilidade , tomar juizo e pensar a sério o que toda a esquerda em conjunto poderá e deverá fazer para salvar o estado e os poucos direitos que ainda restarem após o furacão de impostos e os cortes ás postas do estado social, em 2013.

  4. nada justifica o comportamento dos anacletos e do pcp.É legitimo utilizar todos os argumentos politicos para melhorar uma medida,mas na hora da verdade (votaçao do pec 4) e tendo em conta o cenario que estava no horizonte um partido de esquerda,não se pode dar ao luxo de colocar a direita no poder, para alcançar o objectivoprimeiro de afastar da cena politica josé socrates. Conseguiram-no.nesta batalha o “general anacleto”,perdeu oito soldados das suas tropas,pos os trabalhadores a pão e agua,mas para eles o saldo continua a ser positivo.Jose socrates era para eles mais poderoso que toda a direita e que todos os capitalistas que estão a comprar o pais ao preço da uva mijona!

  5. Só uma dúvida, quem foi o ministro (e o partido a que pertence) que afirmou peremptoriamente em tudo o que era comunicação social que não havia dinheiro para salários? Desde já, obrigado pela resposta.

  6. ainda só passaram 18 meses desde que ficámos sem Sócrates. Mais uns quatro, no máximo, ficamos sem Coelho e Cª. Será, então, tarde demais para fazer escolhas certas, mas alguma terá de ser feita. O tempo transporta também lucidez. Efeitos práticos? Só no futuro é que se sabe. Se sobrar futuro, à velocidade que estes abutes actuam…

  7. Sem conhecimento não há construção de pensamento.
    Para os bloquistas e pcpistas, fora da sua irmandade religiosa são todos iguais ou, “o mesmo”.
    Era bom que lessem “Platão, construir o conhecimento” recém-editado e estudassem a teoria dos “sumos géneros”, o Ser, o movimento, o repouso, o mesmo, o outro, que consubstancia a “comunhão de géneros” e depois origina a teoria da “participação” de todos no ser, ou Forma.
    Com a ontologia de Platão talvez percebessem que, sendo todos diferentes, todos participam do “mesmo” ser.

  8. Zé, passos coelho disse tanta mentira e continua lá.a corda a que os “naufragos” se agarraram não foi essa,mas a fasquia maxima dos 7 pontos colocada por teixeira dos santos para ir ao mercado.esse discurso dos salarios veio depois e não foi lançado por teixeira dos santos,mas por catroga. Zé, depois de aprovado o pec 4 a europa punha cá a massa como bens sabes.eles queriam evitar outro desastre como na grecia. Merkel é que é de direita e não quer estragar a festa da familia. para o conseguir bastava dizer isto: nós demos a portugal uma possibilidade de resolver os problemas com menos custos,que culpa temos nós que não a tenham aceitado?

  9. a vida política do louceiro resume-se neste tube, foi este o momento zen do grande líder do bloco de esquerda, tamém conhecido pelo momento “a tablete do anaclecto”. lutar uma vida por isto, é mau, tentar apagá-lo é muito peor.

    http://www.youtube.com/watch?v=lSx4RkUbwaw

    e ainda levam de borla uma dos brutos não editados cujo código deontológico parece ter sido mandado às urtigas por se tratar do socras

    http://www.youtube.com/watch?v=4szhdLZ2low

  10. Irra que tu gostas mesmo desse filme !

    Confessa que, bem no fundo, do que tu gostavas mesmo, era que o tempo ficasse definivamente parado nos dias que marcaram a queda do ultimo governo Socrates. Assim poderias apreciar com todo o vagar a nobreza da atitude do lider quando subiu para a cruz, irradiando luz. E também os infinitos sinais de torpeza do Louçã, e do Jeronimo, e dos outros Judas que congeminaram tudo para fazer triumfar o reino das trevas.

    Mas eles não esperam pela demora. O apocalipse esta ai a rebentar !

    Diz-la, quando evocas esses tempos, sentes calafrios na espinha, vêm-te lagrimas aos olhos, ficas um bocado zonzo, a ponto de teres de parar e sentar-te para respirar melhor, não é ?

    Boas

  11. joao, vê o filme,e depois repara no que se esta a passar.Vais ver tambem a seriedade de um politico (anacleto) que vai para o debate com socrates sem o programa eleitoral.só estava pronto no dia seguinte.a tua leitura só pode ser a minha,por não haver outra.falta de consistencia do programa e medo de ser mais uma vez comido.

  12. Admitamos, caro nuno CM, admitamos…

    Mas a minha preocupação é mais com o filme que esta programado para brevemente nos nossos cinemas. Havera alternativa à politica actual do PSD/CDS que não seja chorar sobre o leite derramado e amarrar o Louçã e o Jeronimo ao pelouro e aplicar-lhes as vergastadas necessarias para acalmar a ira dos deuses ?

    Ou falar nisso é quebrar o periodo de nojo em que esta mergulhado este blogue desde Abril de 2011 ?

    Boas

  13. João, quando o ps for convidado para ir para o governo pelo bloco e pcp, o periodo de nojo acabou.só que mesmo na oposiçao não podemos deixar de ser combativos não concordas? na minha opinião foi cometido um crime contra os trabalhadores,como tal há que avisar toda a gente para que tal não se repita.há alternativa à actual politica do psd/cds mesmo com austeridade e com a troika,para isso basta não comprometer o futuro do nosso pais .o bloco e o pcp há 13 e 38 anos respectivamente que levam “vergastadas” do povo portugues em actos eleitorais livres e democraticos,não cabe ao ps essa função.Joao se reparares poucas são as vezes que o ps critica o pcp ou o bloco.o contrario já não é verdade.aqui destingo o bloco do pcp que sempre que ataca a direita, aproveita a oportunidade para bater no ps. Nota: não sou militante de nenhum partido há mais de 20 anos.gosto da politica. e quero continuar a viver num pais onde a liberdade seja um bem não finito. Julgo que queres o mesmo,só que ainda não “viste” o filme até ao fim! felizmente para ambos digo eu.

  14. Dr.João Galamba o Professor Doutor Francisco Louçã foi um politico mt radical na Assembleia é verdade, mas como pessoa é mt boa pessoa eu digo isto pq o conheço bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.