Algo não bate certo nesta história – que será?

No dia 20 de Outubro de 2010, quarta-feira, pelas 18h30m, foi apresentado o livro Os Donos de Portugal – 100 anos de poder económico (1910-2010), da autoria de Jorge Costa, Luís Fazenda, Cecília Honório, Francisco Louçã e Fernando Rosas.

No dia 23 de Março de 2011, quarta-feira, pelas coiso e tal, o BE aliou-se aos partidos que defendem os interesses dos Donos de Portugal para correr com aquele, o único, que lhes fazia frente e os assustava ao ponto de terem utilizado todos os meios, só faltando o militar, para o derrubar, castigar, anular e apagar.

No dia 5 de Junho de 2011, domingo, pela noitinha, os Donos de Portugal celebravam à gargalhada o sucesso do plano que lhes tinha entregue o poder absoluto para os próximos anos e faziam brindes onde os nomes Louçã e Jerónimo eram aclamados em delírio.

8 thoughts on “Algo não bate certo nesta história – que será?”

  1. A hipótese de explicação aparentemente mais óbvia é a de que o ódio estupidifica.

    Só que deixa por explicar o ódio.

    Por isso, a explicação só pode estar no facto de não serem apenas os interesses dos Donos de Portugal que estavam ameaçados, mas também muitos dos privilégios de casta dos doninhos e doninhas de Portugal: juízes, magistrados, professores, jornalistas e tutti quanti.

    Estes últimos têm imensa inveja dos primeiros, mas ao ódio reservam-no para quem ousou pôr em causa os seus privilégios mínimos, que até há uns anos julgavam garantidos.

    (Claro que há juízes e juízes, magistrados e magistrados, etc.; mas também há donos e donos, não é?)

  2. Não bate certo o que ? Os irmãos Portas não pertecem ao clube dos donos de Portugal ?

  3. Absolutamente miserável, intelectual e politicamente, que esses 2 partidos tenham o mesmo discurso, antes e depois de se aliarem ao PSD! E pensar eu, que já fui simpatizante do PC… nos tempos ante e logo após o 25A74!??!?

  4. E nós ficamos a assistir da bancada?

    Não fazemos nada? Ou será que ainda é cedo? A democracia não se esgotou no dia 5 e a cidadania exige de nós mais, muito mais, agora!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.