Afinal, eles bem sabiam o que vinha a caminho

Os contornos multiformes do caso Relvas, a ter como protagonista um ministro socialista, dariam origem a um pandemónio. De imediato o Aníbal, a direita, a esquerda, os sindicatos, as ordens, a sociedade civil, os fogareiros, os clubes do tapperware, os grupos de escuteiros, e qualquer macaco capaz de juntar um adjectivo a um substantivo, saltariam alucinados de indignação para o espaço público. Basta recordar o que se disse e escreveu nos episódios dos corninhos infantilóides do Pinho ou no desvairo pateta e hilariante do Ricardo Rodrigues ao fanar os gravadores dos jornalistas em frente às câmaras. Estes dois casos, um deles levando à imediata demissão e seu prejuízo político, o outro ao custo político da continuação em funções, não têm qualquer comparação com o que já está estabelecido no tribunal das evidências a respeito de Relvas, pois a temática das secretas e da chantagem para cima de jornalistas é de um outro e inaudito campeonato. Assim, não havendo ninguém do PS para abater, reina o civismo, o sentido de Estado, o protocolo de esperar pelas averiguações e demais minudências. Temos até disponibilidade para apreciar o espectáculo imperdível de ver aqueles infelizes que aparecem a defender o indefensável, autênticos farrapos que teriam sido dos mais assanhados e furibundos caso o alvo não fosse laranja e sim cor-de-rosa.

Criar pânico na população, instigar ao clima de permanente histerismo foi instrumental e decisivo para o desgaste e abate de Sócrates. Correia de Campos, que entrou no Ministério da Saúde sabendo o que lhe iria acontecer inevitavelmente mais cedo ou mais tarde, caiu porque de repente até algumas figuras gradas do PS alimentavam a irracionalidade contra si e contra o Governo. Estes fenómenos tinham diferentes causas, desde a permanente desconfiança face ao poder até à dificuldade de aceitar mudanças de cultura, passando pela eficácia mediática na construção das percepções, imagens e sentidos. Mas à volta de Sócrates o histerismo igualmente nascia do seu carisma, da sua força que vencia e, por isso, que ia subindo a parada do desafio para os seus opositores. Tal destino humilhou a gente séria, impotente e corroída por uma endógena decadência intelectual. Não tinham generais nem guerreiros à altura, mas tinham veneno. Abundante, inesgotável veneno.

Centenas de milhares de desempregados atrás, no tempo em que seria impossível admitir que algum Governo se atreveria a cortar subsídios à má-fila, quanto mais defender a pobreza como meta ideológica, e os sinais de uma economia a modernizar-se iam aparecendo com consistência apesar das conjunturas de crise sucessivas, o dia-a-dia era preenchido com a legião de clones do Medina Carreira que garantia estarmos a caminhar para o abismo em passo de corrida, que estávamos a ser governados por incompetentes, criminosos e loucos. Honra lhes seja feita, finalmente acertaram em cheio.

20 thoughts on “Afinal, eles bem sabiam o que vinha a caminho”

  1. Acertaram em cheio, sim, mas quando os actores são a “menina dos olhos” dos Medinas Carreira. Afinal, inocentes, degolados por anos da espada afiada da governação socialista socrática, guterrista, soarista. A menina dos seus olhos, direita e liberal, nunca passou pela governação. Nem ele próprio, o sábio Medina, que gastou uma vida como tagarela treinador de bancada. E bem pago, ainda por cima.
    Como é bom parasitar a incompetência alheia!

  2. entretanto o cavaco e sus muchachos apagam o incêncio em nome do interesse nacional e da troika antes que se chamusquem e alguém revele que as duas últimas fraudes eleitorais foram inspiradas pelo rei do clipping nacional. sexa começou por dizer que não mexa em lutas políticópartidárias, mas com o alastrar das evidências já diz que está atento, talvez preocupado com umas tranquilas férias na coelha.

  3. Caro Valupi,
    Com o caso das secretas a descoberto cada vez é mais evidente o movimento conspirativo contra Sócrates do qual a tvi da manela boca de charroco, do medina boca de trombone, do crespo boca de apito, do pacheco vaca louca e dos casos freeport, do sucateiro e outros, para além das várias conspirações montadas e dirigidas a partir de Belém, da qual a de espionagem de S. Bento a Belém é o máximo de idiotice, patetice e pulhice reunidas, afinal não foram mais que afloramentos visíveis do verdadeiro iceberg ou pequenas lavas que saím do vulcão em que o país se transformara.
    E tudo por dois motivos:
    um; porque pela 1ª vez havia um PM que não ia ao beija-mão dos poderosos habituados a mandar em Portugal, uma tradição que se fez regra e é tomada como lei obrigatória pelos senhores do poder económico-financeiro que por sua vez são os aliados e mantedores de forças de elite corporativas como as forças reais do exercito e judiciárias, o que lhes permite actuar em campo quando a persuação financeira não chega.
    dois; porque, como é dito no post, o carisma, a honestidade na defesa dos interesses do país, a clareza de pensamento e objectivos, o facto de ter ideias próprias e precisas para o país com visão de futuro, as invulgares capacidades de clareza de exposição de ideias, de criar empatia e ser escutado junto de outros governantes do mundo, tudo isto junto num homem só era demasiado humilhante para a tradicional mediocridade intelectual portuguesa, habituada a bajular os reles “poucochinhos”, “desconfiados” e “pategos” para de tal rasteirice poderem sobresair e parasitarem a seu belo prazer.
    O medo de que alguém honesto e carismático de tais qualidades pudesse vencer e colocar Portugal na linha da frente do desenvolvimento com futuro, que não precisasse mais de ser pobrezinho, remediado dependente e agradecido aos poderosos, criou um sobressalto feroz no meio tradicional à portuguesa.
    Ainda não foi desta, o homem foi derrotado mas o sinal de aviso foi dado e os sinais que informam o futuro não morrem sem terem sido presente um dia.

  4. Val tem razão na sua analise.Os socialistas quando governam têm sempre esta gente contra eles: sindicatos afectos à cgtp,que está ao serviço da estratégia do PCP ( a mesma de sempre desgastar o Ps esteja no governo ou na oposição) e dar umas porradinhas no governo da direita para não dar nas vistas o odio que nutrem pelos socialistas democraticos. Associaçoes patronais,Ordens, Bloco Pcp e verdes e varios jornais .Não há um unico jornal de esquerda.No Avante nem nas farmacias de serviço acreditamos.Quando a direita vai para o poder,o Ps fica manietado porque esteve no poder anteriormente e por conseguinte o registo do PCP e Bloco não muda,pois é no Ps que está o seu nicho de mercado.As Associaçoes patronais calam-se,pois pensam que a esquerda faria pior,e os sindicatos ficam paralizados porque o inimigo principal é o PS e depois o seu governo. Os trabalhadores com a direita no poder sentem que é mais dificil fazer greve,com medo de retaliações.Pergunto alguma manifestação de agora teve a amplitude daquelas contra o governo Socrates? está tudo bem? nos professores na função publica? o unico sector que melhorou foi o da justiça,porque a ministra nada faz e quando faz pede conselhos aos magistrados,para governar em paz e harmonia…Em suma o Ps faz lembrar aquele clube que antigamente para ganhar tinha que jogar 3 vezes mais do que os outros.A confirmar tudo isto o que é feito do manifesto para uma nova esquerda? foi para o caixote do lixo.A direita neste aspecto é mais inteligente do que nós.Unem-se sempre que podem porque os seus interesses de classe estão acima das diferencas ideologicas.O Ps foi sempre derrubado com a esquerda como protagonista.O chumbo do pec 4 alem de derrubar o governo do Ps para colocar a direita, alterou no parlamento a maioria sociologica que tinha,facto que está a ser dramatico para o povo mas,optimo para os social fascistas do Pcp (adeptos do quanto pior melhor) e para os seguidores do profeta da desgraça Francisco Anacleto (nome de ciclista) Louça (apelido muito sonante na direita.. para desgraça do pais)

  5. Caso Relvas ?
    Vamos a factos; 1º -O Espião foi nomeado pelo governo Sócrates 2º -O ministro Relvas recebeu uns mails do espião agora na Ongoing a recomendar nomes para nomeações, mas não ligou e nem nomeou. 3º – O espião pediu para afastar uma deputada chata do PSD, mas Relvas não ligou e até a promoveu. 4º -O ministro Relvas foi ao Parlamento ser inquirido e respondeu a todas as perguntas. 5º -Uma jornalista ligou ao ministro e fez uma pergunta exigindo uma resposta em 32 minutos. 6º -O ministro reclamou para a editora de politica do jornal acabando por ser grosseiro, reconsiderou e pediu desculpa. 7º – Alega-se pressão, é palavra do ministro contra a palavra da editora. 8º -O ministro foi responder pessoalmente á ERC. 9º – O ministro Relvas tem 2 dossiers muito difíceis, o sistema autárquico e a privatização da RTP que vai mexer com toda a comunicação social. 10º – Portugal necessita que as reformas se façam, que avancem, custem a quem custarem.

  6. ó campus, que limpeza, hein? Ainda bem que a coisa é tão simples para ti. Só um pozinho na engrenagem: porque é que o Relvas, respondendo às perguntas que vão sendo feitas, responde sempre de maneira diferente,juntando uma lista de contradições que só por si já prova que MENTIU?

  7. Pensei, que iam pôr em causa os factos. Estou mais descansado.
    Quanto a mentir, alguém que nunca mentiu que atire a primeira pedra.
    Temos é que apurar os factos, se qualquer ação prejudicou ou não os portugueses, se prejudicou o País e não se o ano passado alguém comeu no dia 21 de fevereiro carne assada ou peixe frito, ou se alguém estava no estádio do Dragão onde também estava outra pessoa . Amigos temos coisas muito importantes a colocar na agenda mediática ( não sei se os jornalistas tem interesse nisso ), por exemplo PPP`s, por exemplo aeroporto de Beja, por exemplo Monte branco, por exemplo Freeport, por exemplo BPP etc. , etc.
    Àh e quanto a mentir, todos sabemos quem é o Mestre não sabemos? …

  8. oh campus! tá bom de ver que a culpa é do socrates que não deixou um balde de vaselina pró relvas barrar os dóciês. o espião tinha razão quanto à pirua, não só é chata como é uma bisca do caralho.

  9. ó campus, o senhor não está a mentir sobre o que é que almoçou há um ano atrás, está a mentir sobre matéria criminal não só suficiente para ir fora do governo, como para ir dentro da gaiola, tá compreendendo o menino?

  10. campus, se queres coisas mediáticas, basta escarafunchar as secretas que vais ter resposta para todos esses problemas que te atormentam e ainda levas de bónus duas campanhas eleitorais fraudulentas. o mestre a que te referes deve ser aquele tóino de boliqueime que anda em digressão pela austrália.

  11. Caso Relvas ?
    Vamos a factos;
    1º -O Espião foi nomeado pelo governo Sócrates

    e pelos vistos fez merda q.b., tamém se demitiu no tempo do sócrates, por sinal em véspera de cimeira

    2º -O ministro Relvas recebeu uns mails do espião agora na Ongoing a recomendar nomes para nomeações, mas não ligou e nem nomeou.

    ligou, ligou e respondeu na outgoing e na ongoing, o busílis é esse

    3º – O espião pediu para afastar uma deputada chata do PSD, mas Relvas não ligou e até a promoveu.

    era melhor ouvir a pirua sobre o assumpto da promoção e a resposta que deu ao bundinho

    4º -O ministro Relvas foi ao Parlamento ser inquirido e respondeu a todas as perguntas.

    tens razão, disse não, não, não, não, não e não.

    5º -Uma jornalista ligou ao ministro e fez uma pergunta exigindo uma resposta em 32 minutos.

    têve sorte, ao socras nem isso, com um bocado de sorte tinha 17 minutos

    6º -O ministro reclamou para a editora de politica do jornal acabando por ser grosseiro, reconsiderou e pediu desculpa.

    reclamou, ameaçou e teve comportamento de camionista

    7º – Alega-se pressão, é palavra do ministro contra a palavra da editora.

    o que é que queres dizer com isto? que a culpa é do lavoisier?

    8º -O ministro foi responder pessoalmente á ERC.

    foi à erc responder às perguntas que ele próprio havia sugerido que lhe fizessem quando remeteu uns papéis avulso sobre a versão dele ò seja quis condionar a erc já de si condicionada por ter maioria psd

    9º – O ministro Relvas tem 2 dossiers muito difíceis, o sistema autárquico e a privatização da RTP que vai mexer com toda a comunicação social.

    pois é, chegou a hora de pagar as dívidas da campanha eleitoral, prometeu a rtp a dois grupos e agora tem os gajos à perna, quanto às autarquias se calhar antes de se comprometer com a troika deveria ter combinado a marosca com os caciques locais, assim já lá vão mais mil milhões para refrear os ânimos. espera pela pancada, cedeu uma vez, agora é sempre a endividar tipo madeira.

    10º – Portugal necessita que as reformas se façam, que avancem, custem a quem custarem.

    tamém mudam de opinião, basta queimarem uns pneus na avenida da liberdade e partirem uns vidros ao vuitton

    manda mais, desmontagens é comigo. para esclarecimentos adicionais é favor contactar com a dona edie que sabe os pormenores todos e tem paciência para te aturar.

  12. O espiao foi nomeado pela governo Socrates.É verdade.Qual a razão para o psd o manter? achou-o competente? ou convinha ter um nomeado pelo Ps a fazer trabalho “sujo” para a direita.Dessem-lhe uma guia de marcha como deram aos governadores civis e gestores nomeados pelo governo anterior .A jornalista não deu 32 minutos para responder,marcou-lhe uma hora onde faltavam 32 minutos o que é diferente.por ultimo,hoje dizer a verdade é perigoso quanto mais mentir.A jornalista ia para o olho da rua,como se viu na posição da direção do jornal,que foi e bem ultrapassada pelo conselho de redação, que agiu em nome da verdade.Por ultimo todos estamos convictos que este tipo de conversas ou são recebidas em alta voz ,e muita gente ouviu,ou saõ gravadas.Campus,võçe está a ser fundamentalista na seu argumentario.

  13. O hipo-“campus” não é bem um tó-tó, é mais um deficiente moral, como por aí há tantos (e em termos mentais também já não se apresenta lá em muito bom estado…).

  14. oh campus! agora que puseram em causa os factos, bazas pela direita baixa?

    o ponto três na altura não ficou devidamente esclarecido porque não tinha som para verificar esta treta http://www.winbolsa.com/index.php/media/videos/601-ines-castanheira/video/11108-silva-carvalho-tera-afastado-fiscal-que-foi-nomeada-para-o-ministerio-de-relvas?groupid=0

    “não ligou e até promoveu”
    tirou-a imediatamente de lá e reciclou-a para secretária dele, assim está controlada e não chateia, se é que chateava. devem estar para sair mais uns capítulos da novela o panda e a dominatrix.

  15. Não me levem a mal por não dialogar com todos, mas o único que merece eu perder um bocado de tempo é o ignatz, pelo esforço de tentar responder a alguns factos. 1º facto – confirma.
    2º- apresente factos (não pode ser só o nosso pressentimento). 3º -apresente factos (não alimente o circo). 4º – Essa resposta foi a uma pergunta,de um inquirimento de uma comissão de inquérito onde estão representados todos os partidos do parlamento, possivelmente foi que ignatz conseguiu reter. 5º- confirma. 6º- confirma. 7º- confirma. 8º- confirma. 9º- responde com um enorme processo de intenções, esperava mais. 10º- apelo ao vandalismo… sei que para alguns a democracia é uma chatice, têm de viver com isso.

    ignatz agradeço o seu enormíssimo esforço mas afinal a montanha pariu um ratinnnnnhooo.

  16. oh campus! já tô a gastar tempo de mais contigo, mas lá vai

    1- confirma que foi admitido e que se demitiu, e depois prova o quê? que o socras é culpado do relvas andar a fazer figura de urso com informações falsas, só pode.

    2 – não é pressentimento, respondeu e almoçou a miúde com a rapaziada que dizia não conhecer

    .3 – o circo pode ser visto na peça entubada, aquilo a que chamas promoção da teresa morais foi a resposta imediata ao pedido do carvalho, foi chatear para outro lado.

    .4 – não, não, não, não e não, foram as únicas respostas que deu, o resto foi conversa da treta, clippings do bush malfeitos, telefonemas não atendidos e sms mandados para o lixo. aquelas respostas do delinquente primário que se embrulha e nega tudo, mãe inclusivé.

    .5 – e depois, confirma o quê? qual a relevância dos 32 minutos? não tinha tempo, não respondia, escusava de insultar.

    .6 – sim, confirma que o relvas é uma besta, mas isso já sabiamos.

    .7 – nesse caso confirma-se o empate, um diz sim e o outro não
    http://www.youtube.com/watch?v=HBZ8ulc5NTg

    .8 – quer dizer, preferiu ir à erc a voltar ao parlamento, para ganhar tempo, certificar-se do que o podia comprometer e negociar a defesa da merda que fez.

    .9 – processos de intenções? o relvas já deu conferência de imprensa sobre o endividamento autárquico que vai ser pago nos futuros imi(s) e contas de àgua, não deste por isso porque não abriste a torneira esta manhã para lavar a cara. a privatização da rtp vem a seguir e então veremos quem é o feliz contemplado e quanto é que vou pagar na conta da electricidade.

    .10 – vandalismo é a palavra correcta, mas é para usar em comportamentos tipo relvas. o que pretendi dizer é que a inflexíbilidade do custe o que custar é um mito, que não resiste a um sorriso do ruas, ex: para o ano há eleições autárquicas, já vão mil milhões a caminho.

    tá bom de ver que o cavacóide desta vez vai ser chantageado para aguentar o relvas, o governo e o próprio lugar de presidente, tá tudo na mão do silva carvalho.

  17. Mmmmm…. Este campus está-me cá a cheirar a assessor arrastadeira do Goebells. Vocês querem ver que como já não tem trabalho com o Câmara Corporativa, o “patrão” mandou-o para aqui? E ainda por cima, além de trongo ainda é chato como a potassa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.